quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Louise Hay - "Dez maneiras de se amar" - 03.11.2016



Eu escolho me sentir bem comigo mesma a cada dia. Todas as manhãs eu me lembro de que posso fazer a escolha de me sentir bem. Este é um novo hábito a cultivar.

Para aqueles que estiveram trabalhando por algum tempo com o amor próprio, esta pode ser uma mensagem de reciclagem para vocês. No entanto, para aqueles que são novos a isto, irei compartilhar algo que enviei a milhares de pessoas ao longo dos anos – Meus Dez Passos – ou AS DEZ MANEIRAS DE SE AMAR.

Estou disposto a aprender a me amar.

Muitos parecem sofrer de uma falta de auto-estima, em um nível ou outro. É muito difícil nos amarmos porque temos todas estas chamadas falhas dentro de nós que sentimos e que nos torna impossível nos amarmos exatamente como nós somos. Geralmente nos amamos de forma condicional, e, então, quando estamos envolvidos em relacionamentos, amamos a outra pessoa de forma condicional, também. Assim, como podemos superar este pensamento e dar o próximo passo para nos amarmos?

DEZ MANEIRAS DE SE AMAR

1 - Provavelmente, a chave mais importante é deixar de se criticar. Quando dizemos a nós mesmos que estamos bem, não importa o que esteja acontecendo, podemos fazer mudanças em nossas vidas, facilmente. É quando nos consideramos ruins que temos grande dificuldade.

2 - Devemos também parar de nos assustar. Muitos de nós nos aterrorizamos com pensamentos terríveis e tornamos as situações piores do que elas são. Temos um pequeno problema e o transformamos em um grande monstro.

3 - Outra maneira é ser gentil, amável e paciente com você mesmo. A maioria das pessoas sofre com a expectativa da satisfação imediata. Temos que tê-la agora. A impaciência é uma resistência ao aprendizado. Queremos as respostas sem aprender a lição ou dar os passos que são necessários.

4 - Devemos aprender a sermos gentis com as nossas mentes. Não nos odiemos por termos pensamentos negativos. Podemos considerar os nossos pensamentos como nos fortalecendo, em vez de nos abatendo.

5 - O próximo passo é se elogiar. A crítica abate o espírito interior, e o elogio o fortalece. Reconheça o seu Poder. Somos todos nós expressões da Inteligência Infinita.

6 - Amar-se significa apoiar-se. Chegue até os seus amigos e permita que eles o ajudem. Você está sendo realmente forte quando pede ajuda, quando precisa.

7 - Ame os seus pontos negativos. Todos eles fazem parte de sua criação, assim como todos nós fazemos parte do Universo. A Inteligência que nos criou não nos odeia porque cometemos erros. Esta Inteligência sabe que estamos fazendo o melhor que podemos e ama toda a sua criação, como podemos amar a nossa.

8 - Cuide do seu corpo. Este foi o tema da mensagem da semana passada, no entanto, vale a pena repeti-la. Pense em seu corpo como uma casa maravilhosa em que você vive por algum tempo. Você gostaria de sua casa e cuidaria dela, não é? Então, observe o que você coloca em seu corpo.

9 - Muitas vezes, eu enfatizo a importância do trabalho do espelho, a fim de descobrir a causa de um problema que nos impede de nos amarmos. Olhe no espelho logo ao acordar e diga: “Eu o amo. O que posso fazer por você hoje? Como posso fazê-lo feliz?” Ouça a sua voz interior e comece a seguir o que você ouvir.

10 - Finalmente, ame a si mesmo agora – não espere até que esteja bem. Se você puder se amar e se aprovar agora, então, quando o bem chegar a sua vida, você será capaz de apreciá-lo. Uma vez que aprenda a se amar, você pode começar a amar e a aceitar as outras pessoas, também.

Amar-se é uma aventura maravilhosa. É como aprender a voar. Imagine se todos nós tivéssemos o poder de voar à vontade. Como seria empolgante!
Vamos afirmar: “Eu me amo exatamente do jeito que sou.”

Amor,

Louise


Autor: Louise Hay 
Fonte: http://www.louisehay.com/
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Veja mais Louise Hay Aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...