background

segunda-feira, 11 de junho de 2018

BENJAMIN FULFORD - "O ENCONTRO DE CÚPULA ENTRE KIM E TRUMP, OS ROTHSCHILDS E A GUERRA FINANCEIRA ESTÃO TODOS INTERLIGADOS." - 11.06.2018


                                                                                                                                       
A reunião de cúpula desta semana entre o presidente dos EUA, Donald Trump e o poderoso norte-coreano Kim Jong-um, foi precedida por uma onda de diplomacia pública e secreta de alto nível, uma vez que  não se trata de uma reunião comum, concordam várias fontes. A cúpula não só discutirá a paz na península coreana, bem como o futuro do sistema financeiro e, portanto, o futuro do mundo, de acordo com a Coréia do Norte, Pentágono, Illuminati e outras fontes.

As reuniões públicas no último fim de semana foram: A reunião de cúpula do G7 (agora G6 após a retirada de fato dos EUA), dos líderes ocidentais e uma reunião de cúpula da Organização de Cooperação de Xangai (também conhecida como a Aliança Eurasiática). As reuniões secretas foram: O Encontro de Bilderberg, na Itália e reuniões entre membros da realeza asiática com representantes da Sociedade Dragão Branco (SDB), realizada no Japão, de acordo com fontes da Sociedade Secreta Asiática.

O Encontro de Bilderberg foi presidido pelo fraudador financeiro de alto nível Henry Kissinger e, aparentemente, pela primeira vez, incluiu um representante do Vaticano, o cardeal Pietro Parolin, cuja agenda principal foi o "Populismo na Europa"...

…O que significa que camponeses com forcados estão se levantando contra essa elite satânica no Reino Unido, na Itália, na Hungria e praticamente em qualquer outro lugar na Europa. Como as coisas estão indo, não demorará muito para que esses assassinos em massa de crianças sejam arrastados para fora de suas casas e "pendurados nos postes mais próximos", conforme a famosa previsão de George Bush Pai.

Na verdade, na semana passada, “a cabala de Bush foi dizimada, quando seu principal legalista e fundador do Carlyle, Frank Carlucci, foi de encontro ao seu criador”, dizem fontes do Pentágono. Elas também observam que o “Relatório do Inspetor-Geral do Departamento de Justiça será divulgado em 14 de Junho, quando o número de acusações for superior a 35.000 e que o DOJ reforçou seu quadro com mais 300 procuradores”. Além disso, “o recesso do Senado, em Agosto, foi cancelado para juízes federais e sua extensão para outros nomeados de Trump, também, pode ser confirmada”, observam.

Em 07 de junho, uma mensagem foi enviada à família real holandesa, a fundadora de Bilderberg, no dia em que a reunião começou, quando a irmã da rainha Máxima, Ines Zorreguieta, foi encontrada “enforcada na Argentina, numa mensagem à realeza”, disseram fontes do Pentágono. Isso aconteceu quando 160 crianças foram libertadas, numa operação de combate ao tráfico de crianças, em Atlanta, observaram.

https://www.theguardian.com/world/2018/jun/07/dutch-queens-sister-found-dead-at-home-in-buenos-aires

Além disso, na Inglaterra, tumultos explodiram com a prisão de Tommy Robinson, acusado de reportar sobre um julgamento em massa de pedófilos.

https://www.zerohedge.com/news/2018-06-10/watch-chaos-erupts-tommy-robinson-protest-police-chased-down-street-1000s-rage

No entanto, foi na Suécia onde a ação real pôde ser vista. Lá, o governo “mobilizou sua guarda e reservistas para limpar os sequestradores muçulmanos”, dizem fontes do Pentágono. O general norte-americano Joseph Dunford, na semana passada, viajou para a Finlândia para se encontrar com russos e finlandeses, "para ajudarem os suecos em seu momento Trump", disseram as fontes. Na semana passada, a Áustria, também, expulsou um grupo de pregadores pseudo-muçulmanos salafistas, levando o presidente turco, Recep Erdogan, a alertar que isso levaria o mundo a "uma guerra entre a cruz e o crescente".

https://www.timesofisrael.com/erdogan-warns-austria-imam-crackdown-will-lead-to-holy-war/

É claro que os agentes públicos de Rothschild reunidos na reunião do G6, no Canadá, na semana passada, não mencionaram nada disso em seu comunicado e que, em vez disso, tagarelaram sobre coisas como “gênero” (algo que a Mãe Natureza já descobriu na aurora dos tempos).

O G6 também deixou claro que deseja manter o controle do sistema financeiro mundial, por meio do esquema fraudulento de responsabilizar as emissões de "CO2 pela causa do aquecimento global", afirmando que "Canadá, França, Alemanha, Itália, Japão, Reino Unido e União Européia reafirmam. Na semana passada, o Papa Francisco, que deixou claro que seu verdadeiro chefe (insinuando... não ser Deus), também, apoia essa fraude não científica, cujo objetivo real é perpetuar o controle financeiro de linhagens de sangue khazarianas (Rothschild, etc...). 

Trump expressou seus verdadeiros sentimentos sobre o G6 e a União Européia numa reunião com o escravo Rothschild, quando o presidente Emmanuel Macron propôs: “Vamos trabalhar juntos, nós dois temos um problema na China” e Trump respondeu: “A UE é pior do que a China".

https://www.axios.com/donald-trump-emmanuel-macron-eu-worse-than-china-trade-tariffs-57f53e00-8b5c-4931-9d05-97ee0b510fd5.html?utm_source=twitter&utm_medium=twsocialshare&utm_campaign=organic

Isto leva ao cerne da histórica reunião de cúpula entre Trump e Kim, em Cingapura, esta semana, onde o tópico real da discussão será a remoção dos controladores khazarianos do sistema financeiro do G6, concordam várias fontes.

A parte encontro de cúpula Kim/Trump, que envolve o sistema financeiro, diz respeito aos direitos de propriedade do ouro da dinastia Manchu (Qing), de acordo com o herdeiro Manchu Zang Seungshick (張勝 植) e outro régio Manchu que prefere permanecer anônimo.

Ambas as fontes, que não sabiam que estavam, simultaneamente, entrando em contato com a SDB, forneceram documentação para mostrar que, em 1947, o ouro Manchu estava na Suíça sob o controle da família Rothschild. Eles alegam que o ouro foi desviado pelos Rothschilds e usado para financiar o Plano Marshall, após a Segunda Guerra Mundial. Esse ouro também financiou a fundação da CIA e de Israel (País), afirmam e que, ainda, financia o G6, dizem eles, mas que não financiou o desenvolvimento do Leste Asiático conforme prometido. O ouro está escondido nas montanhas, atrás de Basileia, na Suíça e o período de 70 anos, após o qual deve ser devolvido termina em Julho deste ano, afirma Zang. 

As fontes dizem que o então presidente chinês Chiang Kai-shek, o imperador japonês Hirohito e o presidente sul-coreano, Syngman Rhee, estavam todos envolvidos nesse esquema. O ex-primeiro-ministro japonês Kishi Nobusuke, o avô do atual primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, também participou desse esquema, afirma Zang. O atual gerente Rothschild desses fundos desviados no Japão, é o ministro das Finanças Taro Aso, diz ele. "Os Rothschilds deveriam ser os banqueiros que, supostamente, deveriam estar manipulando dinheiro de outras pessoas e que, ao invés disso, se apropriaram indevidamente", afirma Zang.

Trump  recebeu essa informação de Kim, quando se encontraram em segredo na vila de Panjunmon, na fronteira entre o Norte e o Sul da Coréia, em Novembro do ano passado, afirmou Zang. Fontes do Pentágono confirmaram a esse escritor que Kim e Trump se encontraram em segredo nessa época.

Zang diz que foi preso na Coréia do Sul, pouco depois de se encontrar com este escritor, em 2015. Ele diz que só foi libertado, porque o presidente Park Geun-hye, um "agente de Rothschild", foi preso em Abril deste ano.

Além disso, Zang agora afirma que Kim Young-hee (金 英 姫), que participou com ele no encontro com este escritor, em 2015, é filha do tio executado por Kim Jong-un, Jang Song-thaek e que, portanto, é prima em primeiro grau de Kim. Jang foi executado porque trabalhava para os Rothschilds, afirma Zang. Não foi possível entrar em contato com Kim Young-hee (o caractere de Hee (姫), significa princesa) para confirmar isso, todavia, esperamos que ela entre em contato conosco ao ler este artigo.



http://www.sementesdasestrelas.com.br/2015/05/benjamin-fulford-caos-no-eua-na-medida.html

O Conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton e o Vice-Presidente dos EUA, Michael Pence, também são "agentes de Rothschild" que estão tentando bloquear os direitos dos Manchus (norte-coreanos) a seu ouro, afirma Zang. Certamente, Bolton tem tentado inviabilizar a cúpula, como pode ser visto por suas ações públicas, com sua reivindicação em público de que a Coréia do Norte teria um tratado como a Líbia.


Essas afirmações dos Manchus são interessantes, uma vez que foram os países do G7 quem mais se beneficiaram com o Plano Marshall e são eles que, com exceção do regime de Trump, tentam atrapalhar a cúpula Kim/Trump. Também, é interessante notar que esses países, junto com o Papa Francisco, como mencionado acima, apoiam o Acordo de Paris, como uma maneira de manter o sistema financeiro sob o controle da linhagem de sangue. Trump, como anteriormente observamos, saiu da reunião do G7 antes do início das discussões sobre o Acordo de Paris.

A julgar pelas expressões, a fotografia neste link, pode estar mostrando os servos Rothschild em pânico, depois que Donald Trump lhes mostrou documentos afirmando os direitos norte-coreanos (Manchu) ao ouro que, por fim, suporta o G7 (agora G6) e os sistemas financeiros israelenses.

https://www.bbc.com/news/world-us-canada-44426442

O outro real Manchu, aquele que evita a publicidade, irá apresentar os títulos na Embaixada dos EUA, em Tóquio, Japão e exige que o Conselho do Federal Reserve honre seus compromissos, monetizando os títulos, diz ele. A SDB apoiará suas reivindicações, assim como as Sociedades Secretas Asiáticas, os Illuminati e outros grupos poderosos, disseram fontes da Sociedade Secreta. O objetivo será libertar a humanidade, ao acabar com o domínio da máfia khazariana sobre o sistema financeiro, concordam as fontes. “Esta será a queda da Babilônia, já que os ladrões não deveriam estar no comando dos bancos”, foi o que a realeza Manchu (Qing) disse.

Os judeus dos EUA, embora ainda sob os efeitos de uma completa lavagem cerebral, estão começando a acordar e, agora, discordam dos judeus israelenses em muitos e importantes assuntos.

https://apnews.com/ec170f8efeb64169b34f0fed2b432776?utm_campaign=SocialFlow&utm_medium=AP&utm_source=Twitter&__twitter_impression=true&__twitter_impression=true

Além disso, os Judeus Iraquianos parecem ter descoberto que Israel é um trabalho satânico e começaram a retornar à sua verdadeira terra natal, na Mesopotâmia, o verdadeiro cenário de grande parte do que está no Antigo Testamento.

https://www.middleeastmonitor.com/20180604-sadr-welcomes-return-of-iraq-jews-from-israel/

É claro que a conclusão da libertação dos Estados Unidos será a chave para garantir que tudo isso venha a acontecer. Nesta frente, “a bruxa liberal anticristã Ruth Bader Ginsburg (a notória RBG) e a cripto-Judia [satanista] Sonia Sotomayor… foram alvos de Trump, para serem removidas da Suprema Corte”, apontam  fontes do Pentágono.

É claro que a máfia khazariana não irá desistir sem briga, tendo, recentemente, "suicidado" denunciantes de uma maneira muito ativa. Nessa frente, fontes do Pentágono observam que a designer de bolsas Kate Spade (cunhada do ator/comediante David Spade) e o chef celebridade, Anthony Bourdain, foram “suicidados” por enforcamento, porque estavam prestes a expor “anéis de pedofilia”. 

Numa nota final, em algo não relacionado ao resto deste artigo, todavia, interessante, na semana passada, fomos contatados por um denunciante da NSA que nos disse que o jogo Pokemon Go, foi desenvolvido pela NSA para transformar seus jogadores em espiões. A ideia é colocar monstros raros em lugares “onde pessoas suspeitas vão para se divertir” ou onde, por outras razões, precisam de fotografias. Isso explica a erupção de jogadores Pokemon Go entrando e tirando fotos em áreas restritas ao redor do mundo.

https://www.deccanchronicle.com/lifestyle/viral-and-trending/270716/chinese-army-bans-hong-kongs-pokemon-players-from-barracks-1.html


Autor: Benjamin Fulford 
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge
Veja mais artigos do Benjamim Fulford Aqui

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...