Federação Galáctica da Luz - Posicionamento da Frota em relação à Terra.



Para começar, nossas frotas estão posicionadas em três anéis.

O primeiro anel circunda a Mãe Terra e seu acompanhante artificial, a Lua. Esta Frota é composta de mais de um milhão de naves, na maioria veículos de transporte e apoio, pequenos e desarmados cujas tarefas são observar vocês e seu mundo, acompanhar operações da Frota e transportar certos tipos de suprimentos que não podem ser tele transportados até as nossas bases localizadas sob todos os continentes, oceanos e mares e que estão conectadas a um vasto numero de cidades de cristal e comunidades que compõem a Terra Interna. Outro grupo de bases - com uma enorme rede de comando e instalações de pesquisa - pode ser encontrado na Lua. Estas instalações proporcionam os meios de monitorar o armamento do governo secreto (do planeta Terra). Os armamentos do governo secreto não oferecem nenhuma ameaça à FGL.

Circundando este primeiro anel - interno - existem diversos “aros” (spokes) com um numero especial de naves de ligação e frotas de defesa cujo objetivo é supervisionar e - se e quando necessário - tomar contramedidas efetivas. O proposito é impedir o continuo uso por parte do governo secreto de qualquer armamento que possa ser uma ameaça aos aliados terrestres. “Estações’ interplanetárias fecham qualquer portal estelar interdimensional e cuidadosamente monitoram qualquer distorção artificial na linha de tempo natural. O governo secreto cooptou muitas das descobertas dos inventores e cientistas terrestres e as mesclou com tecnologia extraterrestre (nt. tecnologia que obteve de outros grupos extra-terrestres que não faziam &ou fazem parte da FGL).

O quartel general dos membros da Frota operando no segundo anel fica em Marte. Estes grupos de apoio consistem principalmente de seres sencientes que não possuem a forma humana. Muitos serão apresentados após o Primeiro Contato. Outros aguardarão até o retorno da Humanidade à consciência plena. Dentro deste segundo grupo de naves existem naves mães do tamanho de planetoides cujo proposito é incrementar a pesquisa e observação realizada pelas naves do primeiro anel assim como também possuem um numero de tarefas envolvendo armamento e tecnologia. Em Marte uma rede de bases na superfície e subterrâneas funciona como “comando e controle” para esta frota enormemente diversa.

Entre o segundo e terceiro anéis existe um grande numero de naves especiais de comando (do tamanho de planetas) que fazem parte da Frota de Exploração & Ciência (E & C). Estas funcionarão como as principais naves de comando para a missão de Primeiro Contato; estas são mantidas invisíveis e longe do alcance dos muitos telescópios espaciais, cujo objetivo principal é localizar estas naves. As naves de tempos em tempos são tornadas visíveis de modo a mostrar ao governo secreto a presença da F G L e a não intenção de partir. Os avistamentos por parte dos astrônomos da Terra não são noticiados. Eles temem represálias por parte dos colegas ou dos que lhes pagam e os empregam. O governo secreto teme estas naves mais do que quaisquer outras porque sabem perfeitamente da capacidade desta frota e a insignificância de qualquer ataque que eventualmente queiram engendrar. “Mais uma vez repetimos que somos benevolentes e operamos sob total supervisão da Alta Espiritualidade”.

O anel exterior da vasta Frota é de longe o maior com milhões de naves de todos os tipos - desde Naves Mães do tamanho dos seus grandes navios até Naves Mães quase do tamanho de Netuno ou Urano. Estas Naves Mães são simplesmente o back-up final e farão parte do segundo anel somente quando necessário. Elas afirmam incontestavelmente a todos os potenciais adversários que a Mãe Terra e o Sistema Solar estão passando por uma transformação que nenhum Ser - corpóreo ou não na forma – pode impedir. Dentro deste anel estão as principais estações de transporte que conectam com nossa vasta profusão de mundos. Aqui também estão os coordenadores de trafego desta imensa frota de naves, coordenando todo o trafego das naves entre os anéis e de volta ao espaço interestelar ou galáctico.

As tripulações estão divididas em dois grupos. O primeiro - o menor - tem um longo ciclo de serviço e permanência e inclui o principal grupo de comando assim como os times médicos e planetários. O segundo grupo - deliberadamente mais temporário - inclui os membros da FGL que muito desejam participar do mais importante evento na historia recente da galáxia. Cada um dos times médicos e planetários tem a total consciência do que a Mãe Terra e a Humanidade estão atravessando. Cuidadosamente observamos e quando a Alta Espiritualidade permite, intervimos. Cada ação de nossa Frota é o resultado de eventos que ocorrem no seu mundo. Todo o nosso grupo aguarda o Primeiro Contato e o que ele significa – o ponto de partida para o próximo grande passo na historia de nossa galáxia.

Nosso grupo de comando do Primeiro Contato do qual fazem parte todos nossos membros de ligação e comandantes de frota, tem sob sua responsabilidade esta imensa Frota. Devemos também mencionar um grupo especial que é a sua Hierarquia Espiritual. Lembrem-se queridos de que a nossa vinda aqui tem um proposito Divino. A Alta Espiritualidade nos convocou e então viemos. Controlar uma Frota tão vasta e diversa é muito incomum em uma missão de Primeiro Contato. Normalmente uma única frota de E & C é capaz de cumprir a missão e em curto prazo. Esta missão, no entanto é única e de significado vital. Atrai enorme atenção e tem uma duração maior. Abrimos a oportunidade de participação para uma grande diversidade de naves e ainda nos mantivemos capazes de realizar a nossa missão.



Canal: Sheldan Nidle
Fonte: http://www.paoweb.com/
Tradução: Contato Estelar