Mãe Maria – “Ciclos” – 24.06.2014

Compartilhe esse artigo

Amados
Filhos,

Que
as bênçãos do amor tragam paz aos vossos corpos, mentes e corações.

Ciclos;
vivenciais vosso aprendizado em ciclos bem amados! 
Tudo
que tem vida se manifesta em ciclos em vosso planeta. 
Os
ciclos representam o vai e vem natural da luz que buscais resgatar em vossas
vidas, e é preciso que eles sejam reconhecidos, observados e respeitados por
todos vós, para que o aprendizado se concretize e com ele as diferentes formas
de expressão de vida voltem a se harmonizar para que a unidade se revele em
vosso planeta.

Urge,
pois que possais observar com muita atenção os ciclos que se revelam na
natureza – e cuja expressão é facilmente reconhecível por todos vós – para que
possais, com naturalidade, reconhecer e vivenciar os ciclos que se sucedem em
vossas vidas. 
Observai
as estações do ano, que se expressam em um ritmo perfeito, com a certeza de que
elas se refletem em vós e não podem ser ignoradas.

Olhai
para a beleza que traz a claridade do dia, e que só emerge após a longa noite
de vigília, com a convicção de que ela se expressa também em vós. 
Acompanhai
o crescimento das plantas desde a fecundação da tenra semente, para vê-las
crescerem inicialmente frágeis, com a confiança que sobreviverão fortes desde
que cuidadas e alimentadas com carinho, lembrando que assim também ocorre com
todos vós.

Olhai
para vossos animais, que após o nascimento aprendem com presteza que não
poderão depender sempre de seus pais, e buscam conquistar sua independência
para enfrentar o duro aprendizado de sobreviver, sem vos esquecer de que assim
também se dá com todos vós.

Deixai
também que o encantamento gerado pelo nascer de vossas crianças vos revele a
necessidade da presença constante do amor, lembrando-vos sempre das palavras de
carinho, de incentivo, de alegria, de confiança que compartilhais com vossos
bebês, e que serão indispensáveis em todos os momentos de vossas vidas para
nutrir vossa jornada.

Percebei
finalmente, amados, que tudo em vossa dimensão carece da presença do tempo para
se concretizar. 
Não
há vida sem que se plante a semente e se aguarde o tempo de fazê-la germinar;
não há dia sem a presença da noite; não há calor sem que o frio se despeça para
deixar florescer os milhares de espécies de flores que todos os anos inundam
vosso planeta.

Ciclos,
amados, ciclos que se repetem para trazer a todos vós novas oportunidades de
reconhecer e consertar vossos erros e sedimentar vossos acertos para que
possais verdadeiramente ser feliz. 
Reconhecei,
pois os ciclos que se renovam em vossas vidas, para não mais permitir a
repetição de acontecimentos indesejáveis em vossa jornada com a clareza de que
vós, e só vós, podereis decidir o que entra ou não em vossas vidas.

Fechai
a porta para o velho processo opressivo que tem imperado em vosso mundo, onde
muitos são levados a aceitar a escolha de poucos sem enxergar a possibilidade
de dizer “não”. 
É
tempo de aprender o verdadeiro significado da palavra “não”, o “não”
responsável que se manifesta como resultado de uma nova consciência que emerge
em vosso planeta trazendo com ela a sabedoria que faz cada um compreender a
responsabilidade contida em cada decisão tomada, em cada pensamento alimentado,
em cada atitude manifestada.

O
“não” que vos permite reconhecer com clareza que nada ocorre sem o vosso
consentimento e sem o vosso trabalho – não importa o que os outros possam dizer
– que só se viabiliza se cada passo for dado com consciência, e que só acontece
no tempo certo e no lugar certo; o “não” que decorre da sabedoria que a ilusão
só gera dores, tristezas, inveja, decepções e que ela é o resultado da falsa
crença da possibilidade de se “colher” sem se “plantar”.

É
preciso perceber, amados, que a vida farta e plena é construída de “sim” e
”não”, e que a escolha de cada uma destas duas hipóteses é necessária e precisa
ser exercitada com consciência, para que o equilíbrio possa se instalar e se
sedimentar em vossas vidas.

Que
a clareza que invade vossas mentes e corações neste novo ciclo de vossas
jornadas – e que os conduz para a tão almejada plenitude – possa ser
reconhecida rapidamente, para que cada um de vós escolha o que verdadeiramente
precisa ser vivenciado em cada instante sagrado de vossas vidas.

E
lembrai-vos sempre amados que em todos os momentos – de cada ciclo com que vos
deparais – é fundamental a presença do amor incondicional. 
O
amor incondicional, e só ele, pode vos preencher com a certeza; certeza do
momento de escolher algo; certeza do momento de dizer “sim” ou “não”. 
Não
temais, pois expressar um “não” se ele for o resultado da certeza do vosso
coração, lembrando sempre que onde existe amor inexiste confronto, inexiste
egoísmo, inexiste incompreensão ou dor.

Que
vossas orações alimentem vossa fé e determinação, ajudando-vos a enxergar este
novo momentum onde não cabe mais a falsidade, a conveniência e a dissimulação,
onde a presença da verdade é absolutamente necessária e onde as lições que a
vida vos oferecem são únicas e precisam ser vivenciadas por cada um, para que a
estrada da vida seja finalmente destituída de pedras e o horizonte seja
plenamente reconhecido por todos vós.

Bem
amados, Eu vos deixo agora derramando sobre todos vós as minhas bênçãos e
envolvendo a todos no meu manto de proteção porque Eu Sou Maria, Vossa Mãe.


Canal: Jane Ribeiro

Compartilhe esse artigo

About Author

Neva (Gabriel RL)