Dalai Lama – “Os dez ladrões da sua energia”

Compartilhe esse artigo


1. Afaste-se daquelas pessoas que só chegam para
compartilhar queixas, problemas, histórias desastrosas, medo e julgamento dos
outros. Se alguém procura uma lata para jogar o lixo que tem dentro, que não
seja na sua mente.

2. Pague as suas contas a tempo. Ao mesmo tempo,
cobre aqueles que te devem
ou escolha deixar para lá, se você já percebeu
que é impossível receber.

3. Cumpra as suas promessas. Se você não cumpriu
alguma, pergunte-se o porquê desta resistência. Sempre você tem o direito de
mudar de opinião, de se desculpar, de compensar, de renegociar e de oferecer
outra alternativa diante de uma promessa não cumprida, mesmo que já um costume.
A forma mais fácil de evitar o não cumprimento de algo que você não quer fazer é
dizer “NÃO” desde o começo.

4. Elimine, dentro do possível, e delegue
aquelas tarefas que você prefere não fazer, dedicando o seu tempo àquilo que,
sim, você desfruta fazer.

5. Dê permissão a você mesmo para um descanso,
quando você estiver em um momento que o necessite e dê permissão a você mesmo
para agir quando estiver em um momento de oportunidade.

6. Jogue fora, recolha e organize… nada te tira
mais energia que um espaço desordenado e cheio de coisas do passado que você já
não necessita.

7. Dê prioridade à sua saúde, sem a máquina do
corpo trabalhando ao máximo, você não pode fazer muito. Tome tempo para
perceber o que seu corpo está te dizendo.

8. Enfrente as situações tóxicas que você está
tolerando, desde resgatar um amigo ou um familiar, até tolerar ações negativas
de um companheiro ou um grupo. Tome a ação necessária.

9. Aceite. Não é resignação, mas nada te faz
perder mais energia que o resistir e brigar contra uma situação que você não
pode mudar.

10.
Perdoe… deixe ir uma situação que está te causando dor… você sempre pode
escolher deixar ir a dor da recordação.
Dalai
Lama.



Compartilhe esse artigo

About Author

Neva (Gabriel RL)