Quem é Matthew Ward?

Compartilhe esse artigo


SUZANNE WARD canaliza Matthew Ward, seu filho

SUZANNE WARD nasceu em Youngstown (Ohio, EUA) em 1933. Mudou-se para Miami,
onde casou e teve quatro filhos. Viveram no Panamá de 1965 a 1972, onde se
divorciou e mudou com os filhos para Washington, DC. Trabalhou como editora
para vários jornais e como gerente das comunicações para uma empresa
multinacional. Agora Suzy e o marido, Bob, vivem com a sua família de cães
adotados, numa área rural perto de Vancouver, Washington. Os outros três filhos
vivem na América Latina.

Em 1980 o seu filho Matthew (Mateus) morreu num acidente de automóvel. Pouco
depois, foi inspirada a contatar três médiuns diferentes, e todos disseram que
Matthew iria, de novo, contatar com ela. Isso aconteceu em 1994, e foi o
princípio de uma enorme quantidade de informação sobre o Nirvana, civilizações
extraterrestres, almas, 2012, e muitos outros assuntos, não só vindos de
Matthew mas de muitos seres galácticos e mesmo de Deus. Ela compreendeu que a
missão da sua vida era escrever toda essa informação em livros para iluminar o
mundo, e assim fez.

Podeis encontrar a história de Suzy e Matthew Aqui e o
seu site Aqui.
A mensagem de Suzy para os nossos leitores:
“Saudações amorosas de Matthew e minhas! É uma
honra fazer parte deste site maravilhoso com tanta informação iluminadora e
elevada. Com este conhecimento e orientação, podeis viver sem medo, ao saber
que sois participantes importantes a criar o mundo maravilhoso da Idade Dourada
da Terra.”
Como é que o processo da canalização funciona
para ela?
“Quase 14 anos após o acidente fatal de viação
que vitimou Matthew em 1980, alguém sugeriu que eu escrevesse uma pequena carta
para ele, todas as manhãs; finalmente eu ficaria ciente de pensamentos que eu
sabia que não eram meus – que se devia a Matthew comunicar comigo. Na terceira
ou quarta manhã fiquei chocada ao ouvir, “Mãe, sou Matthew. Sim, sou
Matthew. Escreve o que te estou a dizer.” Comecei a tomar anotações
abreviadas, mas devido à minha excitação, eram gatafunhos ilegíveis, por isso,
na manhã seguinte, escrevi “Querido Matthew” no computador. Ele começou a falar
de imediato e eu ouvia-o claramente como se estivesse sentado ao meu lado,
juntos, durante a nossa hora.

A partir de então, todos os dias, eu registrava as suas descrições da vida
ativa e diversificada do Nirvana, o nome próprio do mundo do Espírito a que
chamamos Céu. “Mateus, Fala-me do Céu” é uma coleção das nossas conversas
durante as primeiras semanas depois da nossa comunicação por telepatia se ter
aberto.

Depois Matthew começou a apresentar-me muitas outras almas, algumas no Nirvana
e outras de civilizações espiritual, intelectual e tecnologicamente mais
avançadas. Comecei a registrar as minhas conversas com Deus em 1997 e os
representantes de outras civilizações evoluídas também me deram mensagens para
os livros – a riqueza da informação espantosa que eles transmitiram está nos
volumes 2 a 4 da série dos livros de Matthew.

As “vozes na minha cabeça” tinham estilos de fala e inflexões diferentes, e
falavam num ritmo normal de conversação, tal como nós fazemos. Além disso,
também conheciam os meus pensamentos e muitas vezes responderem antes de eu datilografar
as minhas perguntas ou os meus comentários; mas se eu não pensasse neles, eles
não se intrometiam. É uma lei universal de privacidade, e uma vez que as
comunicações por telepatia estejam abertas, elas permanecem até que o recebedor
escolha terminar essas conversas.

Não preciso de nenhum computador para falar com as minhas fontes – simplesmente
necessito pensar nelas, e ficamos ligados instantaneamente. Durante a revisão
final dos rascunhos dos livros, todos os “mensageiros” apareceram com
brevidade; Mateus, Deus e eu conversamos diariamente, e com menos frequência
tenho conversas com Hatonn, Lazarus, Ashtar e Serapis Bey.”
AMOR e PAZ. 
Suzanne Ward.
—————————————————————————–
Gabriel: Pessoal, em abril de 2014 eu tive a
imensa honra de ser contatado pelo Matthew. Ele veio deixar uma linda mensagem
e eu, claro, fiquei muito emocionado e feliz! Clique Aqui para ver essa mensagem.
A querida Carolina Barisch, integrante da
minha equipe, entrou em contato com a Suzanne para informar. O Matthew
tinha autorizado publicar a mensagem que foi traduzida para o inglês e entregue
para Suzanne. Ela nos respondeu muito feliz e agradecida.
Deixo aqui um dos e-mails gentis de resposta que
ela enviou:
“Carolina, obrigado por traduzir para o
inglês para que eu pudesse ler.

E Gabriel, que alegria é saber que Matthew falou com você sobre “sua
equipe” e a importância da pureza na canalização! É uma grande surpresa
ler sua conversa, mas não é uma surpresa que o amor em você, em sua equipe e o
nosso propósito em comum tenha conectado você e Matthew, o amor é a força mais
poderosa do universo!

Desejo-lhe todo o sucesso em atingir pessoas receptivas com as informações que
você está recebendo telepaticamente. 

Com bênçãos, amor e paz…

Suzy”

Veja as mensagens aqui no Sementes de Matthew Ward Aqui

Compartilhe esse artigo

About Author

Neva (Gabriel RL)