Saul - "São, sempre foram e sempre serão, UM com Deus!" - 29.05.2015



O tempo está se esgotando! O tempo é ilusão,  sonho ou pesadelo e, sonhos duram apenas um momento.

Sim, frequentemente parecem durar longos períodos de tempo, na medida em que suas expectativas, ansiedades, medos e esperanças preenchem suas mentes com “dúvidas”, a distraí-los de viverem o momento do Agora, o único ‘tempo' que verdadeiramente existe.

O momento do Agora é eterno, o momento em que foram criados e que nunca termina. Na verdade, só existe o Agora. Qualquer outro momento, embora aparentemente seja muito real, é irreal. Isso é muito difícil de entender, enquanto lutam com a imensa variedade de temas e situações que o estado de sonho constantemente conduz suas atenções, que foi o propósito de sua construção.

Para vocês, realmente, fica confuso, por causa dos limites extremos e desordenados que colocaram nos veículos humanos que construíram para si mesmos, de modo que pudessem experimentar de forma tão convincente quanto possível, o estado de separação de Deus, nossa divina Fonte, ou mesmo o aparente e completo abandono desse campo de energia amorosa em que toda a Criação tem  sua existência eterna.

São, sempre foram e sempre serão Um com Deus! Não existe mais nada, não existe outro lugar, só existe Deus. E Deus e Vocês são vastos.

Limitados como atualmente estão pela natureza, confinados em seus corpos humanos é absolutamente impossível terem a menor compreensão do que isso significa, parecendo que o Universo em que o planeta Terra está situado ser inimaginável, com os planetas, sistemas solares, galáxias e até mesmo outros universos separados por quantidades inimagináveis de espaço vazio. É incompreensível e, mesmo assim isso não é nada!

Como já tantas vezes foi dito, quando Deus os criou, Ele deu tudo o que tinha: Todo o poder, todas as ideias criativas, toda a energia e todo Amor! Todos, como Ele, são Amor. Podem fazer qualquer coisa que Ele faz.

Num momento de irreflexão – Embora não exista tal estado, seja a única maneira que possa dar alguma ideia do que aconteceu através de palavras - optaram por separar-se para "provarem" a si mesmos que não tinham necessidade d’Ele.

Mas o que são, não pode ser separado em partes, em multidões, deixados sozinhos ou desacompanhados. Se a separação da Fonte fosse possível – e, certamente não é - o ato de separação os aniquilaria. Suas existências cessariam instantaneamente, como se nunca tivessem existido.

Deus sempre cria no Amor, que é eterno. O que Ele cria, nunca termina e vive para sempre na alegria eterna. E quando optarem por criar, criam o que existe com essas mesmas propriedades divinas, num estado de alegria eterna.

Quando visitam seus santuários interiores, o lugar onde a chama do Amor divino - a força da vida - queima de forma contínua e, se optarem por ver através do véu que colocaram lá para escondê-lo, terão uma experiência absolutamente alucinante para nunca ser esquecida e, então, irão entender o significado de ser Um com Deus.

Todos na Terra, neste momento, escolheram estar aqui para ajudar no processo do Despertar. Entendam que, sendo Um com Deus, tinham a capacidade infinita de construir a ilusão que, aparentemente, contem todos dentro dela e da qual estão fisicamente conscientes.

Deram a cada aspecto de si mesmo e a – bilhões e bilhões de vocês - o livre-arbítrio que Deus tinha lhes concedido. Para  que o Despertar pudesse acontecer, todos esses bilhões de indivíduos deveriam concordar livremente com ele.

Coletivamente, optaram por despertar, com suas tarefas na Terra ser, constantemente, compartilhar e ampliar o campo do Amor, demonstrando o Amor em ação. Quando completarem esta tarefa, ninguém mais será capaz de evitar, ver e experimentar o Amor por aquilo que ele realmente e eternamente é e, então, todos irão despertar.

Despertar do sonho, dissolver e dispersar a ilusão são propósitos da humanidade. Entrar na ilusão e experimentar a vida sem Deus não passava de uma ideia momentânea, que desabou assim que aconteceu. No entanto, optaram por se agarrarem a ela para um passeio selvagem, que parecia fornecer e que continua a prover muitos de vocês hoje.

Porque a construíram com suas mentes brilhantes para ser totalmente crível, convencendo-se que era real e que as inúmeras formas de como se apresentava, era uma arena incrível em que existiriam separados de Deus, do Céu.  Uma arena a partir da qual, se vivessem de acordo com as regras - e são tantas regras! – Faria, um dia, voltarem à presença de Deus.

E é claro que a vontade de Deus é que voltem, que despertem, porque  Sua vontade eterna é a alegria infinita e ininterrupta de vocês. Momentaneamente, definiram suas vontades em desacordo com a vontade divina. Todavia, agora, escolheram se realinhar com Ele e despertar para a Sua presença Amorosa, isto é, tornarem-se uma vez mais conscientes de sua unidade inseparável com Ele.

A alegria do Despertar é indescritível. Palavras são poucas, limitando um meio usado para tentar descrever as maravilhas que os esperam no seu despertar inevitável e incontornável. Poetas, artistas e músicos com suas habilidades criativas tentaram, todavia, nenhum deles chegou perto de sucesso, embora muitas de suas tentativas tenham sido inspiradoras e motivadoras.

Diariamente, ao visitarem seus santuários interiores e sagrados, refaçam a intenção da humanidade despertar do sonho para a Luz brilhante da Presença de Deus. Esta é a tarefa divina que voluntariamente escolheram empreender, quando tomaram a decisão amorosa de encarnarem na Terra, neste momento.

Têm o apoio infinito de todo nos reinos espirituais, a todo o momento. Por isso, quando tiverem dúvidas, medo ou ansiedade, chamem-nos que responderemos. Sentirão nossa presença amorosa ao deixarem ir essas dúvidas, medos e ansiedades, mesmo por um momento quando, tranquilizados pela experiência, encontrarão a força e a determinação para conduzir todos para casa, para a presença de Deus.

Com muito amor, Saul.


Canal: John Smallman 
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge
Veja mais mensagens do Saul Aqui