Gisela Vallin / Osho - "Entenda porque expor um relacionamento pode prejudicá-lo energeticamente" - Sementes das Estrelas

Gisela Vallin / Osho – “Entenda porque expor um relacionamento pode prejudicá-lo energeticamente”

Compartilhe esse artigo




“(…) Assim como as sementes
precisam do escuro e da privacidade, todos os relacionamentos que são profundos
e íntimos permanecem no seu interior. Eles precisam de privacidade, precisam de
um lugar onde apenas dois existam. Então chega um momento em que até mesmo os
dois se dissolvem e apenas um existe.

Dois amantes profundamente afinados um com o outro se dissolvem. Apenas um
existe. Eles respiram juntos, estão juntos, existe um companheirismo. Isso não
seria possível se houvesse a presença de observadores. Eles nunca seriam
capazes de relaxar se outros estivessem observando. Os próprios olhos se
tornariam uma barreira. Assim, tudo o que é belo, tudo o que é profundo,
acontece no escuro.

Nos relacionamentos humanos, a privacidade é necessária. O segredo tem suas
próprias razões para existir. Lembre-se disso, e lembre-se sempre de que você
vai se comportar muito tolamente na vida caso se torne totalmente público.

Seria como se alguém virasse os bolsos do avesso. Essa seria a sua forma, como
bolsos virados do avesso. Não há nada de errado em ser voltado para fora; mas
lembre-se de que isso é apenas parte da vida. Não deve se tornar a totalidade.

Eu não estou querendo dizer para entrar no escuro para sempre. A luz tem sua
própria beleza e o seu próprio sentido. Se a semente permanecer no escuro para
todo o sempre e nunca sair para receber o sol da manhã, ela morrerá.

Ela precisa entrar no escuro para brotar, para reunir forças, para tornar-se
vital, para renascer, e depois tem de sair e encarar o mundo, a luz, a
tempestade e as chuvas. Ela tem de aceitar o desafio do exterior. Mas esse
desafio só pode ser aceito se você estiver profundamente enraizado
interiormente.

Eu não estou dizendo para você se tornar escapista. Não estou dizendo para você
fechar os olhos, se retrair e nunca mais sair. Estou dizendo simplesmente para
você entrar de modo que possa sair com energia, com amor, com compaixão.

Entrar, de modo que, quando sair, você não seja mais mendigo, mas rei. Entrar,
de modo que, quando sair, tenha algo a compartilhar — as flores, as folhas.
Entrar de modo que a sua saída seja mais rica e não empobrecida. E sempre se
lembre de que, toda vez que se sentir exaurido, a fonte de energia está no seu
interior. Feche os olhos e entre.

Tenha relacionamentos externos, tenha relacionamentos internos também. É claro
que é inevitável ter relacionamentos externos — você anda no mundo, os
relacionamentos profissionais estão aí —, mas eles não devem ser tudo. Eles têm
um papel a desempenhar, mas deve haver algo absolutamente secreto e privado,
algo que você possa chamar de seu.

Se todo o seu livro estiver aberto, você será apenas o dia sem noite, apenas o
verão sem inverno. Onde você vai descansar, onde vai se centrar e onde vai
buscar refúgio? Para onde você irá quando estiver cansado deste mundo? Para
onde irá para orar e meditar? Não; meio a meio está perfeito. Deixe metade do
seu livro aberto — aberto a todos, disponível a todos — e deixe que a outra
metade do seu livro seja tão secreta que apenas raros convidados possam ter
acesso a ela.

Apenas raramente alguém recebe a permissão para entrar no seu templo. É assim
que deve ser. Se a multidão entrar e sair, então o templo não será mais um
templo. Poderá ser o salão de espera de um aeroporto, mas não pode ser um templo.

Apenas raramente, muito raramente, você permite que alguém entre no seu eu. É
isso que é o amor.


Osho

Veja mais Osho Aqui

Osho, em “Intimidade: Como Confiar em Si Mesmo e nos Outros”



——————————————————————————-



O slogan do canal é ” de coração para coração ” porque, meu intuito
aqui, não é estimular seu intelecto e sim seu coração.


Se eu conseguir ser um canal para transmitir a você um pouco de amor e alegria,
já sinto que cumpri a missão.

Espero que esse local seja um templo onde você possa sair melhor do que entrou:
com o coração tocado por boas energias.
Somos UM!

Gisela Vallin  



Facebook: Aqui
Canal no Youtube: Aqui
Contato: giselavallin@gmail.com
Veja mais vídeos da Gisela Vallin Aqui
Compartilhe esse artigo

About Author

Neva (Gabriel RL)