background

terça-feira, 21 de agosto de 2018

BENJAMIN FULFORD - "QUESTÕES FERVENTES DURANTE O VERÃO" - 20.08.2018



Neste Outono, várias questões podem desencadear uma breve e aguda guerra interna nos EUA, no Oriente Médio e, possivelmente, até no Japão, concordam várias fontes. A principal questão continua sendo o 11 de Setembro, um evento de assassinato em massa que permanece impune e oficialmente não reconhecido até hoje. O crime de guerra do 11 de Setembro foi usado como desculpa para o assassinato em massa de iraquianos, sírios, afegãos e outros povos. Além disso, quando se aprofunda, esse assunto liga aos assassinatos de Kennedy, nos anos 1960, ao assassinato de Martin Luther King, bem como aos ataques que causaram os tsunamis de 26 de Dezembro de 2004 e 11 de Março de 2011, entre outros ataques em massa induzidos por tsunamis e outros crimes perpetrados contra a humanidade.

A propósito, é interessante notar, que as cerca de 350 publicações corporativas que na semana passada publicaram simultaneamente editoriais pedindo liberdade de imprensa, não ousaram escrever a verdade sobre qualquer um desses crimes contra a humanidade. Isso é porque em sua maioria são propriedade das pessoas que perpetraram esses crimes - a máfia khazariana.

https://www.cnn.com/2018/08/16/politics/newspaper-editorials-trump-list/index.html

Quando é que o The New York Times e o resto da mídia corporativa irão escrever que foram os neoconservadores sionistas que planejaram e executaram os ataques de 11 de Setembro? Quando vão escrever sobre todos os documentos de assassinato de Kennedy, que foram recentemente lançados? Por que não escrevem que foi o Primeiro Ministro israelense David Ben-Gurion, trabalhando sob as ordens de seus senhores khazarianos Rothschild, etc., que ordenaram os assassinatos de Kennedy? Por que não denunciam a verdade como deveriam?

Essa cumplicidade nos crimes contra a humanidade, por parte desses meios de comunicações controlados por seis conglomerados khazarianos, significa que são inimigos do povo e que precisam ser ocupados pela polícia militar e forçados a divulgarem a verdade.

https://www.businessinsider.com/these-6-corporations-control-90-of-the-media-in-america-2012-6

A verdade, como os leitores deste boletim informativo sabem, é que a facção khazariana do establishment Ocidental perpetrou esses e inúmeros outros crimes de guerra para permanecer no controle do sistema financeiro mundial e, assim, do verdadeiro poder mundial. Como um membro da família real britânica certa vez me disse: “Eles não irão sair quietamente durante o meio da noite”. Em outras palavras, será necessária uma guerra total para remover esses criminosos.

Muita gente acha que o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, será o homem que acabará com o regime khazariano e dirá a verdade às pessoas. Bem, até agora, desde que foi eleito, ele não falou nada sobre 11 de Setembro, Fukushima ou outros crimes de guerra. Também, podem confirmar, através, de artigos de código aberto que, como empresário, foi resgatado pelos Rothschilds, toda vez que foi à falência.

Claro que, Trump, nunca teria permissão para concorrer ao cargo de Presidente, se não fosse controlado pela combinação usual de suborno e chantagem. Mesmo assim, Trump foi roteirizado para perder a eleição. Foram os patriotas militares e as agências ABC, que decidiram que ele era o menor de dois males e usaram Forças Especiais para invadir os centros de computação (como o do Aeroporto de Denver) que estavam sendo usados ​​para roubar a eleição em favor de Hillary Clinton (Rockefeller).

Além disso, graças aos apoiadores militares do regime de Trump, autoridades americanas suficientes envolvidas em crimes contra a humanidade foram removidas do poder para que a próxima fase da revolução possa começar, dizem fontes do Pentágono. 

As fontes informam que, a partir deste Outono, finalmente, as próximas 50.000 acusações seladas nos EUA, serão postas em prática e, “entre os primeiros a serem revelados pode estar [o ex-diretor da CIA] John Brennan”, dizem fontes do Pentágono. De fato, as fontes dizem: “Elas estarão sendo fechadas, após as primárias de 07 de Agosto e, Hillary Clinton e John Podesta podem ter sido Gitmoados”. Em outras palavras, já podem ter sido transferidos para a prisão militar dos EUA, em Guantánamo, Cuba.

O fato de 60 ex-funcionários de inteligência terem protestado contra a retirada da credencial de segurança de Brennan, é um bom sinal de que eles sabem que vão se juntar a seus antigos senhores na prisão, se as coisas continuarem como estão. "Trump revogou o certificado de segurança de Brennan e pode fazer o mesmo com seus defensores do estado profundo", dizem fontes do Pentágono. A retirada da credencial de segurança é uma preliminar para prisões, acrescentam outras fontes.

http://thehill.com/homenews/administration/402427-60-cia-officers-have-signed-statement-criticizing-trump-on-security

Além disso, "numa ameaça contundente para vasculhar a cabala, Trump aumentou o orçamento para a parada militar [planejada] de US $ 12 milhões para US $ 92 milhões ou 666% e, cancelando-a, pode usar este orçamento nos tribunais militares", disseram fontes do Pentágono.

As fontes também dizem que: "A cabala derrotada pode ter pressionado o Papa a se opor à pena de morte de seus membros como uma Ave Maria, embora, isso não irá salvá-los da forca, suicídios ou de ações extrajudiciais".

Além disso, as fontes dizem: "Os canhões de Agosto foram disparados, quando uma base subaquática da cabala, na Indonésia, foi bombardeada, causando um terremoto de 7,0 graus ao Norte de Lombok". Os sismogramas do terremoto de 09 de Agosto, juntamente com os de 16 de Agosto, no Alasca e próximo de Tóquio, registraram sinais de marca registrada de terremotos artificiais, ou seja: De uma explosão repentina e sem acúmulo gradual de registros.

https://txesp.wordpress.com/

De fato, fontes do Pentágono confirmam que “uma base subterrânea da cabala, localizada no Norte do Alasca, foi destruída em 12 de Agosto, resultando num terremoto de magnitude 6,4”.

Além disso, fontes afirmam que: “O submarino que tentou abater o jato Air Force One, de Trump, enquanto voava para Cingapura, em Junho e sua base, na Ilha Ketron e um avião 'roubado' do aeroporto de Seattle”, em 10 de Agosto, foram destruídos por Jatos F15. 

Esses movimentos das forças armadas dos EUA, certamente, acionarão contra-ataques da cabala. Nesse contexto, é interessante notar que a chanceler alemã Angela Merkel, o escravo presidente Frances, Emmanuel Macron e o Primeiro Ministro canadense Justin Trudeau, podem ter tido uma reunião secreta no início de Agosto. Merkel e Macron não compareceram às aparições esperadas na ocasião e Trudeau foi detido pelos militares americanos "por conspirar para derrubar Trump em Ohio", afirmam fontes do Pentágono.

https://www.newsweek.com/macron-faces-backlash-after-ditching-wwi-commemoration-ceremony-vacation-1066868

https://www.reuters.com/article/us-germany-politics-merkel/where-is-merkel-germany-hunts-chancellor-after-holiday-no-show-idUSKBN1KN1O2

Outras fontes de inteligência dos EUA, também, dizem que o avião de Trudeau foi interceptado por combatentes dos EUA e forçado a pousar. No entanto, a assessoria de imprensa de Trudeau recusou-se a confirmar ou negar isso e, depois, Trudeau apareceu em público. Ele pode ter sido detido e depois libertado como parte da luta pelo poder em andamento, no topo do establishment Ocidental.

Fontes de alto escalão do Serviço Secreto Canadense admitem que tiveram suas comunicações com seus colegas nos EUA cortadas e que a governança dos “EUA governo parece ser disfuncional”. No entanto, informam que as comunicações com o sistema de coleta de informações anglo-saxão, “Cinco Olhos” continuam a funcionar bem. Também, confirmam que acontece uma guerra civil não declarada no establishment Ocidental.

Isso ficou visível, na recente discussão entre o Canadá e a Arábia Saudita. Essa briga, supostamente, foi causada pela reação saudita a um tweet da embaixada canadense, condenando a prisão de ativistas sauditas.

No entanto, o fato de os EUA terem se recusado a aceitar o lado do Canadá, nessa disputa, mostra que essa luta é realmente sobre petróleo e não sobre direitos humanos. Os canadenses têm promovido suas exportações de petróleo e outras energias para os EUA e a Ásia, como uma alternativa amigável e confiável à fundamentalista e radical Arábia Saudita. Como os oligarcas do petróleo dos EUA gastam muito dinheiro bombeando petróleo na Arábia Saudita e outros países do Golfo por cerca de US $ 1 por barril e vendendo-o por mais de US $ 50 o barril, a última coisa que querem é que sua licença para imprimir dinheiro seja transferida para empresas de petróleo canadenses que não são controladas por eles.

Por exemplo, o Rockefeller Brothers Fund está financiando manifestantes contra a construção de oleodutos canadenses, destinados à exportação de petróleo dos EUA e da Ásia, segundo autoridades do governo canadense.

Desse modo, uma verdadeira luta entre os canadenses e oligarcas dos EUA na frente do petróleo se desenrola. Pode ser por isso que estão sendo envidados esforços para implicar Trudeau nas prisões em curso e na exposição de pedófilos. Nesse contexto, é interessante notar que um amigo de infância, próximo de Trudeau, recentemente, foi preso por acusações de pedofilia.

http://humansarefree.com/2018/08/justin-trudeaus-friend-jailed-for-child.html

Além disso, Trudeau não ajudou seu caso, participando de manifestações públicas em apoio à sodomia. Como seu pai disse: "Governança não tem lugar nos quartos da nação". A sodomia é algo que deve ser decidido nos quartos e em particular (ou em pornografia), mas certamente não é algo que um Primeiro Ministro em seu cargo deva estar ativamente promovendo.

https://www.huffingtonpost.ca/2018/08/19/montreal-pride-parade-2018_a_23505109/

https://www.ctvnews.ca/canada/trudeau-becomes-first-sitting-prime-minister-to-march-in-vancouver-pride-parade-1.3009546

Na medida em que as contínuas prisões e exposições de pedófilos de alto nível continuam, em breve, descobriremos se Trudeau está entre os muitos líderes Ocidentais comprometidos e chantageados por crimes sexuais.

Nesta frente, a campanha para acabar com a exploração sexual de crianças, rapidamente, está se desdobrando. O Departamento de Justiça dos EUA anunciou a prisão de milhares de pedófilos.

https://www.justice.gov/opa/pr/office-juvenile-justice-and-delinquency-prevention-s-internet-crimes-against-children-task

Além disso, a Igreja Católica removeu milhares de padres pedófilos em todo o mundo, mais recentemente na Pensilvânia e no Chile.

https://news.cgtn.com/news/3d3d414e7a41544e79457a6333566d54/share_p.html

https://www.yahoo.com/news/chile-investigating-158-catholic-church-over-sex-abuse-223412796.html

Do mesmo modo, a prisão de milhares de pedófilos de nível inferior nos EUA, agora, começou a capturar grandes nomes, especialmente em Hollywood. Aqui está a mais recente das fontes do Pentágono sobre este assunto: 

“Hollywood foi abalada em seu núcleo, quando o titã da CBS, Les Moonves, em breve, pode ser demitido por ser um predador sexual.” Além disso, “mais revelações podem derrubar figurões de Hollywood como Steven Spielberg, David Geffen, Oprah Winfrey e Tom Hanks”, dizem essas fontes.

A remoção de criminosos do establishment Ocidental, é parte da batalha por um novo sistema financeiro que vai esquentar este Outono.


Auxilie curtindo e compartilhando essa publicação no rodapé da postagem, para que ela possa alcançar cada vez mais Sementes! Gratidão! ❤

Autor: Benjamin Fulford 
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge
Veja mais artigos do Benjamim Fulford Aqui

Poderá também gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...