background

quinta-feira, 4 de outubro de 2018

CRISTINA CAIRO / LINGUAGEM DO CORPO: ESTRABISMO




O estrabismo é um desequilíbrio nos músculos oculares. Cada olho possui seis músculos. Quando estes músculos não trabalham juntos, os olhos não ficam paralelos, ocasionando assim o problema de estrabismo ou vesgueira, como também é chamado. Para focalizarmos ambos os olhos em um objeto, todos os músculos precisam trabalhar em sincronia. Esses músculos são controlados por meio de impulsos nervosos enviados pelo cérebro. Logo, doenças que afetam o sistema nervoso central como Síndrome de Down, paralisia cerebral e prematuridade, podem contribuir para o aparecimento do estrabismo.

O estrabismo pode aparecer em diversos tipos: estrabismo convergente, onde o olho afetado é direcionado para o nariz; estrabismo divergente, onde o olho afetado é direcionado para os lados e o vertical, onde o olho é direcionado para cima ou para baixo.

Em seu livro, Cristina Cairo afirma que uma criança que sofre de estrabismo, provavelmente presencia desavenças e desarmonias entre seus pais e explica como lidar com essa situação.

Estrabismo segundo Cristina Cairo:

Muitas crianças nascem estrábicas e seus pais, obviamente, se preocupam em levá-las ao oculista para resolver o problema através de cirurgia ou de correção com lentes próprias. Mas o fator principal que acarretou esse defeito nos nervos oculares da criança é a desarmonia entre seus pais. Quando o casal diverge, rigidamente, de opinião, não admite erros do parceiro e vive uma vida de emoções extremas, causa um reflexo psicológico no subconsciente do filho que está para nascer. Pensamentos cruzados dos pais provocam verdadeira declaração de guerra e isso acaba projetando o estrabismo na criança, como símbolo dos propósitos divergentes dos pais.

A própria criança traz consigo determinadas indecisões que a atormentam. Normalmente, crianças estrábicas, são seres muito sensíveis espiritualmente e tanto podem tornar-se pessoas com inteligência acima do padrão normal ou pessoas revoltadas e propensas a serem revolucionárias.

Muitas dessas crianças nascem canhotas e percebem a vida de forma diferente das outras. Por isso os pais devem harmonizar-se para que a criança possa canalizar todo o seu potencial para um caminho saudável. Toda dificuldade nos faz crescer e descobrir capacidades que possuímos e não percebemos. Até encontrarmos a porta certa que nos trará a paz, divergimos de nossas próprias emoções. O que quero dizer é que a criança no ventre da mãe percebe, inconscientemente, os problemas que estão do lado de fora de seu mundo; sente uma certa impotência e revolta, que fazem com que ela “não queira ver” o que está acontecendo.

O estrabismo tem sua explicação cientifica ou física, mas a raiz desse problema se forma antes do nascimento como psicossomatização de conflitos de seus pais. Você que é estrábico, aprenda a ser um mediador dos fatos. Use a sua mente analítica para compreender as opiniões dos outros e procure sensibilizar-se com os defeitos alheios, perdoando-os. Volte-se para o mundo de seus pensamentos e observe, com calma, tudo o que o aflige. Tenha calma para resolver questões, não se impressione com pessoas aparentemente dominantes. Ninguém poderá nos prejudicar sem a nossa permissão. Seja calmo e tranquilo para solucionar as situações da sua vida. Somente assim você conseguirá fazer com que seus olhos centralizem-se, pois seu problema é apenas o reflexo dos seus pensamentos contraditórios e atitudes perante a vida.

Os pais atraem o tipo de filho que mais combina com o ambiente em que vivem. Espiritualmente as pessoas também sofrem o efeito da Lei Universal: “Os semelhantes se atraem”, portanto, praticamente escolhemos nossos pais e nossos filhos. Isso o ajudará a compreender que você também trouxe a esse mundo um comportamento extremista que combina com o de seus pais e, consequentemente, vocês entram em estado de guerra, com facilidade.

Tenha suas próprias opiniões, mas com calma e determinação. Quanto mais você se aceitar e dirigir sua vida, sem se deixar ferir com as opiniões dos outros, colocando atenção em um objetivo “seu”, mais rápido seus olhos voltarão ao normal. Acredite!


Auxilie curtindo e compartilhando essa publicação no rodapé da postagem, para que ela possa alcançar cada vez mais Sementes! Gratidão! ❤

Veja mais Cristina Cairo / Linguagem do Corpo Aqui

Poderá também gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...