background

quinta-feira, 25 de outubro de 2018

SAUL - "VERDADEIRAMENTE, ESTE É UM MOMENTO LOUCO E FANTÁSTICO PARA ENCARNAR" - 24.10.2018



Na medida em que a grande mídia continua a se concentrar em conflitos, desentendimentos e calamidades gerais, definam suas intenções de se concentrarem no Amor. O Amor é o poder de Deus estendido e compartilhado com toda a Criação. Absolutamente, existe há nada que se aproxime de seu poder, força, inteligência e sabedoria, ou de sua completa e absoluta aceitação incondicional de toda a vida senciente.

O Amor é o campo infinito no qual toda a Criação se expande para, continuamente, adicionar alegria a tudo o que ela contém. O Amor sempre age com alegria e sabedoria infinita. É a Verdade que é a Realidade. Não existe mais nada.

Por eras, as pessoas procuraram o Amor fora, em outro ou em Deus; mas Deus, que é Amor, está dentro de todos vocês e não será encontrado em nenhum outro lugar. Sim, podem até encontrar outra pessoa para amá-la, todavia, isso sempre será amor condicional, condicional às suas vivências, de suas ideias de como o amor deveria ser. Sim, mesmo que o amor de uma mãe por seus filhos seja muito forte, mesmo assim, se a criança não estiver apaixonada por si mesma, permanecerá insatisfeita e a buscá-lo.

O amor-próprio dissolve a indignidade, culpa, inadequação e a vergonha. Não existe ninguém em forma humana que não tenha experimentado esses sentimentos, na verdade, essas crenças sobre si. Cada um de vocês é o que é, assim, como Deus criou a todos vocês e, isso, nunca vai mudar. Então, tentar se modelar em outras pessoas, não importa quão maravilhosas, honestas ou perfeitas elas pareçam ser, isso nunca lhes trará paz, contentamento ou satisfação.

Isso só pode ser encontrado através da autoaceitação – Amor-próprio – que é a aceitação de si mesmos, exatamente, como são, um divino e perfeito filho de Deus, que escolheu passar pela experiência humana de falta e limitação. Uma vez que percebam e aceitem isto, então e, somente então, encontrarão a paz.

A verdadeira paz interior, não uma cessação temporária do conflito com os outros ou com a própria vida, só é encontrada na autoaceitação e, a consequente revelação, dentro de si mesmos, do Amor que sempre lá residiu. Medo, amargura, raiva e ressentimento, de qualquer forma, preenchem efetivamente suas mentes com distrações da Realidade, do Amor, bloqueando suas consciências daquilo que sempre repousa dentro cada um de vocês. Para essa consciência, o primeiro passo é através do perdão, do perdão a si e aos outros.

Perdoar não é optar por ignorar as falhas em si mesmo ou nos outros, é escolher ver que elas são irreais. As falhas são erros ou enganos que aconteceram em suas vidas humanas pregressas, antes deste momento do AGORA, no qual escolhem focar suas atenções, agora mesmo, quando não estão mais ocorrendo.

Sim, podem acontecer novamente e, se assim for, lidarem com elas, todavia, sem se preocuparem com elas. Quando vocês se concentram nelas e as revivem, não tem como estar em paz uma vez que elas provocam emoções negativas no presente momento sobre algo que já acabou.

Emoções são úteis, elas mostram como vocês se sentem em determinadas situações, permitindo que  decidam como responder. No entanto, muitas vezes, as pessoas se permitem – na maioria das vezes inconscientemente – serem impelidas e dirigidas por suas emoções e isso, frequentemente, leva ao conflito, nunca leva à paz, a paz interior, que é a única paz verdadeira.

Não reagir com raiva é bom, mas não é suficiente, porque essa raiva tem que ser sentida e liberada. Se não for liberada, ela se inflama e exige suas atenções. Quando se está em paz, nada exige sua atenção; em vez disso, escolhe em cada momento onde focalizá-la. E, quando escolhe onde focalizar sua atenção, em vez de permitir que seu humor ou emoções o direcione, será capaz de lidar com tudo o que surge, pacificamente, mesmo em situações que surjam como conflitos.

Neste momento, todos vocês estão encarnados na Terra, porque escolheram estar aqui, neste agora, na contínua evolução espiritual da humanidade. Verdadeiramente este é um momento louco e fantástico para encarnar! Sabiam que seria o caso, antes, de fazerem essa escolha. Suas presenças, a presença de cada um de vocês, é uma parte absolutamente essencial do processo de despertar da humanidade, processo de despertar de todos vocês!

E por isso, aqui nos reinos espirituais são altamente honrados, por suas inspiradas e corajosas decisões individuais de encarnar para, mais positivamente auxiliarem no processo de despertar. Todos vocês sabiam que seria uma experiência muito exigente, mas, também, sabiam que teriam uma assistência massiva daqueles que estão nos reinos espirituais durante aquilo que, às vezes, seria uma jornada tempestuosa, um passeio selvagem.

No entanto, também, sabiam que seria emocionante edificante e maravilhosamente gratificante, porque é claro que sabiam que não poderiam deixar de completá-la em sua plenitude.

Então, sempre que puderem, diariamente, vão aos seus sagrados santuários interiores, peçam ajuda e orientação e abram seus corações – libertos de qualquer raiva, amargura ou ressentimento a que possam ter se apegado – e, aceitem e desfrutem abraço amoroso que espera por vocês a todo o momento, fortalecendo e fortificando-os, para que possam lidar de forma pacífica e amorosa com o que quer que possa surgir. E conseguirão!

O fracasso não é uma opção e é completamente impossível. Estão voltando para casa.

Com muito Amor, Saul.


Auxilie curtindo e compartilhando essa publicação no rodapé da postagem, para que ela possa alcançar cada vez mais Sementes! Gratidão! ❤

Canal: John Smallman 
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge
Veja mais mensagens do Saul Aqui

Poderá também gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...