background

domingo, 25 de novembro de 2018

ALINHANDO-SE COM O UNIVERSO: ENTREVISTA COM CHRISTINE DAY



Desde 2010, quando o The Edge foi apresentado à Embaixadora Pleiadiana Christine Day, todo o mundo da forma como o conhecemos virou de cabeça para baixo. A luz revelou segredos escuros e a transparência tornou-se a norma. Tudo isso á parte do que os líderes espirituais e de pensamento têm chamado de “o grande despertar” ou, como os Pleiadianos descreveram, “o novo amanhecer.

Christine Day tem trazido atualizações mensais e oferecido exercícios de suporte para ajudar aqueles no caminho espiritual a se aclimatarem com as energias de 5a e 6a dimensões que têm sido introduzidas ao planeta Terra e todos os seus habitantes. Eu tirei um momento para reler a minha primeira entrevista com ela há 8 anos. Durante aquela entrevista ela explicou que os Pleiadianos querem que saibamos como transformar a nossa reação automática ao medo, como mudar como nos encontramos com o medo, e como utilizá-lo de forma mais positiva.

Ela disse, “Eles querem que o vejamos somente como um sentimento, que não pode nos machucar aprendermos a sentir o medo, mas sim continuarmos a nos mover adiante e trabalhando com o medo de forma diferente. Ele pode nos servir mais do que nos fazer parar e nos segurar de forma contraída. Com o medo, nós contraímos nossos corações, e muito do trabalho que (os Pleiadianos) estão fazendo agora envolve nos pedir para aprender como não contrairmos nossos corações em direção ao medo e aprendermos que ele não pode nos machucar. Eles dizem que vivemos de forma diferente com aquele medo ao trabalharmos com ele e entrarmos em um lugar diferente com o medo. Eu penso que isso é uma parte muito importante da transição que está por vir, e eles estão trazendo uma nova compreensão desta transição.

“Você vê, tem havido muitas mensagens acerca desta mudança que está vindo, e muitas das mensagens são baseadas no medo. Os Pleiadianos estão vendo isso não como algo de que devamos ter medo, mas algo com o que devamos seguir adiante conforme vamos em frente. Eu amo o nível de compreensão que eles estão trazendo sobre esta mudança que está vindo, sobre os tempos de mudança.

É um nascimento e uma transição, mas não tem que ser algo para temermos. Esta compreensão mais profunda que eles estão trazendo ajuda as pessoas a compreender a grande figura da própria transição. As pessoas podem então sentir mais conhecimento de que o medo pode se esvair, que eles podem começar pessoalmente a tomar parte – não controle – dessa transição. A sua transição pessoal pode ser algo com o que você trabalhe em alinhamento com a Terra, não baseado no medo.”

Christine Day, baseada em North Shore perto de Grand Marais, agora compartilha com o mundo ativações e iniciações energéticas canalizadas dos Pleiadianos. Ela retorna às Twin Cities de 30 de novembro a 3 de dezembro para apresentar um evento de “Transimssão de Luz”, seguido do Seminário Pleiadiano anual.

Ela falou com o The Edge sobre as transformações energéticas que vivemos este ano e sobre o seminário.

Pergunta: Obrigada por falar conosco de novo sobre os Pleiadianos e as ferramentas que eles estão nos fornecendo durante este tempo transformativo. Você pode compartilhar sobre as mudanças energéticas que têm acontecido até agora em 2018?



Resposta: Houve uma transformação tremenda como nunca antes este ano no planeta, a maior delas é um Corredor de Luz que foi ativado. Foi ativado em 31 de março e em 31 de julho, e irá para mais um nível de ativação em 31 de dezembro, no momento do Ano Novo.

O que aconteceu nesses momentos foi revolucionário para o nosso plano da Terra, porque o Sol se reposicionou em relação à Terra. Foi somente por alguns minutos, mas nesses poucos minutos uma luz vinda do Sol, contendo uma frequência mais elevada da consciência de Deus, veio ao planeta. Isso criou mudanças enormes no nosso plano da Terra, e uma das maior delas foi que o centro da Terra começou a pulsar em ressonância com o nosso Universo ressonante pela primeira vez.

Nós nos tornamos alinhados com o Universo ressonante em um nível energético pela primeira vez na história do nosso planeta. Dezembro será mais uma mudança que realmente nos abre para este Corredor de Luz que transformará as células do coração em um nível muito diferente.

Os Pleiadianos comparam isso quase com uma batida de coração de luz que começou a ressoar igual ao Universo, que contém a frequência da consciência de Deus. Isso também começou a ativar um transmissor nas células dos nossos corações de forma que nossos corações foram quase abertos como conchas, como ovos quebrados. Esta nova consciência está dando nascimento a uma abertura no aspecto sagrado do nosso coração multidimensional onde estamos em nossa energia do nosso Eu Superior. Isso começou a expandir realmente em nossos corações e através das células dos nossos corpos, e estamos começando a nos alinhar mais com a parte sagrada do nosso eu de forma bem mais rápida, mais facilmente.

Ao mesmo tempo, os véus no plano de ilusão da Terra se levantaram, especialmente para aqueles no caminho, que estão conscientemente despertos. Estamos muito mais facilmente capazes de no alinharmos com aquela parte sagrada de nós mesmos e capazes de deixar ir muito da velha densidade, dos velhos sistemas de crenças de limitação e falta e luta que nos mantém sentido como se estivéssemos emperrados e não pudéssemos nos mover. Isso está realmente começando a ir embora daqueles que realmente estamos fazendo o nosso trabalho.

Enquanto isso, há uma aceleração do drama no planeta. O maior desafio agora é o de caminharmos em direção à nossa sacralidade em vez de ficarmos presos nessa limitação. A nossa parte humana vê o drama como uma realidade, e precisamos nos libertar da história que a mente do ego sempre tem sobre o que é real e o que não é, e simplesmente nos alinharmos com este novo espaço de sacralidade que está se abrindo através de nós para acessarmos.

O que eu amo sobre o que os Pleiadianos estão fazendo agora, onde quer que eu vá no mundo, é falar para audiências sobre quem nós somos em nossa estrutura natural. Sim, somos humanos, e também somos seres sagrados. Eles estão nos encorajando a começarmos a olhar para nós mesmos a partir de um ponto de vista diferente de compreensão da totalidade de nós mesmos – da humanidade à sacralidade – e como esse elemento sagrado pode dar suporte ao elemento humano. Trata-se de sair da autossabotagem e autocondenação que nos aprisiona na ilusão para o alívio de entrar em uma nova parte da visão de quem você é e permitindo que o componente sagrado comece a fortificar-se e dar suporte a você nutrindo você em um nível energético, e mudando conscientemente a maneira que você se vê no mundo como um todo.

O que estou vendo os Pleiadianos trazerem são ferramentas realmente básicas e simples para você se desconectar desse ponto de vista travado da mente do ego.

Pergunta: Como os Pleiadianos estão respondendo à Terra conforme ela se alinha com o Universo?

Resposta: Eles dizem que estamos, na verdade, à frente do tempo e que estamos indo incrivelmente bem.

Se você olhar para a Terra agora a partir do ponto de vista da mente do ego você vai dizer: “Meu Deus! Como eles podem dizer isso?! Há uma bagunça em toda parte.”. Mas essa bagunça é o produto da luz entrando. Está desenterrando toda a densidade, todas as mentiras, todos os segredos, todas as percepções equivocadas – e eles vêm isso como uma coisa muito boa, que tudo está vindo à tona como um machucado, como uma ferida que estava escondida e agora está sendo revelada como é.

Nós vemos os reflexos aqui em nossa terra em Grand Marais. Palavras não podem expressar adequadamente para vocês o que tem acontecido aqui. Abrimos a nossa terra para o público pela primeira vez neste verão. Tivemos cinco grupos aqui para uma série de cinco finais de semana – 180 pessoas que vieram de todo o mundo e de toda a América. A Estação Receptora Galáctica está totalmente aberta agora, e eu não estava preparada para a vastidão da mudança.

Nós nem reconhecemos a nossa terra conforme ela ancorou o trabalho que foi feito aqui, e a evolução que aconteceu para os indivíduos que vieram foi impressionante. Vimos uma ação tripla das naves galácticas e das naves Pleiadianas vindo e sendo capazes de trabalhar no plano da Terra em um formato muito diferente devido a esta Estação Receptora – e haverá outro nível em 27 de abril do próximo ano. Eu posso ver a transformação. Morar aqui nesta propriedade tem sido realmente profundo.

Pergunta: Antes de falarmos do seminário que está por vir, você mencionou no seminário do ano passado que você começaria a ancorar novos pontos no planeta. Você pode falar um pouco mais sobre o progresso com relação a isso?

Resposta: Sim. Eu sinto que esta é uma das razões pelas quais estou indo à Tailândia. Estou com uma energética muito diferente. Todo o meu sistema se transformou, e tem sido assim deste que a estação receptora ancorou aqui na nossa terra em junho. É como se eu tivesse me revolucionado com relação à luz que estou contendo, uma frequência mais elevada do meu Eu Superior. É como se eu tivesse entrado em uma iluminação muito forte, mais um processo de iluminação.

Então, estou carregando uma nova matriz, uma nova frequência, que está mudando vastamente as coisas onde quer que eu vá. Fomos a Paris em junho, criando todo um novo perfil energético no planeta. Fiquei cinco semanas no Brasil, e em cada lugar pra onde fui uma nova matriz energética foi aberta para criar quase que um espaço de iluminação, e as energias interconectaram-se pelo planeta.

Agora estou indo para a Tailândia por duas semanas e sinto que devo fazer esse trabalho lá também. É um trabalho muito importante. Estou operando no mundo de forma muito diferente, contendo essa frequência, mas estou me sentindo tremendamente fortificada. 

Meu trabalho está se expandindo, e o que estou percebendo e vendo muito claramente é que o meu trabalho deve ajudar as pessoas a se reconectarem com suas famílias de origem de fora do planeta e expandir a nossa comunidade e a nossa conexão com o Universo. Quando eu vi isso acontecendo com pessoas que vieram conforme elas se reconectavam e reviviam suas famílias de luz, todo o seu perfil energético mudou, e elas foram instantaneamente capazes de conter um nível mais elevado do seu próprio espaço desperto dentro delas.

É muito claro o trabalho que tenho que fazer aqui. É de outro nível, o que me delicia, na verdade. Estou pronta para dar este próximo passo e para continuar, não em outra forma, mas somente a partir de uma perspectiva diferente, e aí está o ponto: compreender e ter esta clareza.

Questionador: Provavelmente não há palavras que podem descrever a mudança que ocorreu em você e em outros desde que você começou a compartilhar as iniciações Pleiadianas.

Resposta: Não. Eu realmente não posso dizer, exceto que as pessoas têm tido um Despertar rápido. Elas têm recebido suas reconexões. Muitas pessoas estão se comunicando diretamente com os Pleiadianos e com outros grupos galácticos dentro do Universo, com quem eles têm pré-acordos. É mesmo transformador de vidas. Eu posso usar a mim mesma como base, porque eu carrego a plataforma para outros se moverem exatamente para onde estou. Não sou única de forma alguma, talvez alguns passos à frente em alguns aspectos, mas isso não quer dizer nada para mim, de qualquer forma. Eu somente sei o quão profundamente transformador de vidas isso pode ser para o despertar de outros, e é um belo chamado, uma bela missão.

Pergunta: O Seminário Pleiadiano de três dias acontece novamente em 1 de dezembro com uma ênfase em “Você Curando Você”. Você pode nos dizer o que está acontecendo agora no corpo humano conforme as energias da Terra caminham para a consciência única?

Resposta: Sim. Há mudanças enormes no corpo físico e algumas delas estão se apresentando como questões físicas, mas na verdade não são. São somente o corpo mudando. As pessoas pensam que há algo errado com elas, mas na verdade não há. É só uma transmutação do corpo. O corpo está mudando toda a sua programação, e os órgãos tiveram um papel em nos servir de certa maneira, mas agora eles estão nos servindo de uma nova forma. Eles estão tendo um novo papel de mudar e conter a nossa frequência Divina.

É aí que eles se apresentam com questões, mas na verdade não são questões. Eles estão somente mudando com muito da energia elétrica que está entrando no corpo. A estrutura cristalina no corpo está começando agora a ter o seu papel pleno de ativação, e assim há grandes ajustes e então há uma mudança enorme nisso.

Esta é a primeira vez que este Seminário Pleiadiano foi ancorado no planeta. É um processo profundo, transformador de vidas, e eu ainda estou por ver energia como esta. É um processo de mudança empoderador, porque está ativando um processo de autocura dentro do corpo que abre para a autorrealização. Ao você escolher fazer esta ativação, você está escolhendo trabalhar com as células do seu corpo em um nível multidimensional. Estamos nos movendo de volta para a nossa multidimensionalidade, para o seu propósito pleno.

Os Pleiadianos vão nos permitir acessar novamente um projeto de uma camada energética para manter a saúde do corpo físico em seu novo perfil. Na verdade, não é somente para a cura de áreas ou sintomas do corpo físico, mas para manter um novo nível de saúde no corpo físico. Parte disso, os Pleiadianos dizem, é que permitirá que possamos viver muito mais, e entraremos em um processo de rejuvenescimento e regeneração das células do corpo. O que eles estão chamando de um novo processo de cura é um alinhamento com essas camadas e ancorá-las no corpo de forma que nos abrimos para um novo projeto de nós mesmos – e ao dizermos sim a isso e começarmos a nos alinhar com a ativação, nós entramos em um processo de autorrealização de transformação surpreendente.

Isso mudará a relação que você tem com o seu corpo físico em um nível multidimensional e você começará a alinhar-se com isso – e isso significa que você se alinha com outro nível do seu Eu Superior. Eu nunca vi nada como isso, Tim. É realmente impressionante. Os Pleiadianos dizem, “Você é aquele por quem você tem esperado.” E este processo dá a você acesso ao seu poder de “você curar você”.

É parte do que Mãe Maria disse há alguns meses, que esta é a hora para recebermos uma série de bênçãos que são nossas. Os Pleiadianos dizem que este processo de autorrealização e autoempoderamento – ao recebermos esta energia de autocura – irá nos levar a um outro nível de reDespertar natural de nós mesmos.

Eu tenho olhado para este Corredor de Luz que veio ao planeta em 31 de julho, e a energia de 31 de dezembro estará presente no seminário. Esse Corredor de Luz será ancorado no espaço do seminário para permitir que isso aconteça para aqueles que vierem. A energia que vejo em torno disso é incomparável a tudo o que eu já vi antes e estou muito animada de ser parte disso, fazendo o meu papel, e sustentando essa plataforma para todos. Minneapolis irá ancorar isso pela primeira vez no planeta, e claro, será levado para outros lugares no mundo.

Questionador: É impressionante como todo ano há um novo passo adiante e que este processo nunca termina, pois a evolução não para.

Resposta: A evolução não para, e nós estamos evoluindo para aquela parte sagrada de nós mesmos, e nunca termina. Somos ilimitados em nosso potencial, e eu simplesmente amo o desenrolar disso e ser parte desse desenrolar. É muito impressionante.

Pergunta: Para aqueles que não estão no caminho espiritual, como as mudanças de energia estão afetando os seus corpos durante o tempo de transição pelo qual estamos passando na Terra?

Resposta: Aqueles que estão Despertos e conscientemente engajados neste processo estão passando por uma aceleração rápida adiante, mas todo ser humano estando nesse plano da terra em 11/11/11 recebeu uma estrutura cristalina em seu corpo – e todas as crianças estão nascendo com essa estrutura cristalina em suas células.

Em 12/12/12, naqueles de nós que estão Despertos, que estão trabalhando conscientemente, a estrutura cristalina foi ativada em nossos corpos. Através dessa estrutura cristalina podemos incorporar a totalidade da luz do nosso Eu Superior. Nós, na verdade, temos a capacidade de receber nesta forma física toda essa luz de alto nível que nós somos em nossa vastidão. Isso é muito importante no plano completo que virá daqui em diante no planeta. Aqueles de nós que estão conscientemente Despertos passarão por rápida transformação e autorrealização. Muitos de nós conterão essa luz plena do nosso Eu Superior e estarão conscientemente alinhados com o sagrado que somos, vivendo isso muito antes do resto do planeta.

Aqueles que simplesmente carregam a estrutura cristalina que está somente parada lá agora, dormente, não estão conscientes dela, mas ela está lá. Aqueles de nós que somos Mostradores do Caminho vamos ser aclimatizados com essa nova energética conforme evoluímos. Nós iremos conter e sustentar uma frequência diferente no planeta conforme a Terra se expande.

Então, a certo momento, os véus vão, na verdade, simplesmente se levantar. Os Pleiadianos me dizem: “Você sabe, é como o despertar de um sonho.”. De um sonho você acorda e diz, “Ah, eu estava só sonhando!”. Bem, essas pessoas que não estão conscientes agora irão simplesmente acordar e se lembrar de quem são, porque estão totalmente intactas além do véu também. Elas simplesmente não estão conscientes de nada disso. Elas irão acordar do sonho – o sonho será a vida delas que viveram neste plano da Terra até aquele momento – e de repente elas irão simplesmente relembrar quem são e se engajarão totalmente à nova consciência.

É assim que os Pleiadianos veem o desenrolar disso tudo aqui no planeta. Naquele certo momento, aqueles que já têm estado Despertos irão sustentar essa energética para dar suporte ao resto das pessoas somente nessa expressão delas mesmas neste corpo físico com o Despertar delas.

O que os Pleiadianos estão me mostrando é que o drama que está acontecendo por todo o plano da Terra – temos todos os dramas, e a violência – é somente todos fazendo o papel das últimas peças da sua evolução para si mesmos; alguns estão fazendo papel de vítima, outros de perseguidores – e tudo isso é insignificante. É somente uma expressão dos seus últimos pré-acordos que devem acontecer até que de repente este momento mudará e então uma enorme mudança energética irá estabilizar-se no planeta quando esse Despertar acontecer.

Eles também dizem que a Terra está refletindo o drama e a ilusão. Uma vez que este drama tenha ido embora e nós tenhamos nos movido e estabilizado em uma consciência diferente, o ambiente retornará à sua condição original, porque isso é parte da ilusão também. Do lado de fora dessa ilusão, tudo é realmente claro e ainda muito puro. Os Pleiadianos têm me mostrado que os lugares sagrados por todo o planeta – Stonehenge, as Pirâmides, os Portais Estelares – têm sido movidos energeticamente de volta para as suas energias originais com as quais eles vieram. Eles todos estão sendo mudados agora de volta a um alinhamento diferente de suas energias originais em preparação para 31 de dezembro quando o Sol irá reposicionar-se mais uma vez e aquele Corredor abrirá totalmente.

Então, teremos uma viagem maravilhosa! Eu sei que tem sido um ano árduo para muitas pessoas devido à densidade que está no corpo. Agora ela está sendo retirada. Qualquer coisa que você não tenha resolvido dentro de si está sendo aumentada para que você lide com isso. A mente dirá “Ai meu Deus, isso é terrível!”. Mas, na verdade, não é. O que quer que esteja à sua frente, o que quer que você tenha criado para trazer à tona aquele medo ou luta, está aí para que você possa lidar com isso e sentir a profundidade do seu medo, a profundidade da tristeza ou da dor ou da luta, e simplesmente resolver isso para si.

Questionador: Já não se trata de ignorar as coisas. Trata-se de nos movermos através delas.

Resposta: É exatamente isso. Ao você sentir, se você usar aquela respiração consciente (inspirando e expirando pela boca), então isso na verdade deixa o corpo. Temos que fazer isso. Temos que respirar. Temos que abraçar o que estiver à nossa frente e tomar a responsabilidade pela nossa criação e não ter medo de fazer isso. Não somos vítimas. Enquanto estivermos em modo vítima, nós não podemos liberar ou curar isso – porque esta é a ilusão, que somos a vítima. Mas nós nunca fomos a vítima, nunca.

É um tempo importante e esta é a mensagem que está sendo enviada. Eu estive em grandes palcos por todo o Brasil, em noites com 600 a 700 pessoas cada vez, somente compartilhando informação, trazendo nova compreensão às pessoas, um novo ponto de vista delas mesmas, de forma que elas não estejam olhando diretamente para frente, elas estão somente se virando e olhando para as coisas a partir de uma perspectiva diferente sobre si mesmas naquele espaço, sabe? É um tempo bonito, mas as pessoas estão com medo. Elas entram nesse medo. A mente do ego ama congelar as pessoas nesse medo.

Mas o medo não é nada. Não é nada tangível. Se você somente respirar para dentro dele e soltar para dentro do medo, então o medo simplesmente se dissolve. Ele simplesmente não tem capacidade para manter-se. É só um sentimento que vem da percepção equivocada da mente do ego e da percepção equivocada do ego. Ele carrega toda aquela limitação e os velhos sistemas de crenças.

Então, este é o processo. É onde estamos, e é na verdade muito maravilhoso.

Questionador: Nós devíamos provavelmente mencionar os programas de rádio antes de terminarmos para aqueles que não sabem sobre ele. Estão no Blog Talk Radio.

blogtalkradio.com/ChristineDayOnline. Como essa experiência tem sido e que tipo de retorno você está tendo?

Resposta: Enorme retorno. Temos uma audiência enorme. Eu faço dois programas por mês onde eu realmente trabalho diretamente com as pessoas. Eu me sintonizo com o que está acontecendo energeticamente no momento. Os Pleiadianos me dão uma transmissão que eu faço no programa e falo sobre todas essas coisas, então ajuda as pessoas em suas vidas diárias.

As Transmissões são realmente pura e a energia vem através de mim e é transmitida belamente através do áudio, e as pessoas têm sido profundamente tocadas e realmente, realmente recebido suporte nisso, e é disso que se trata. É o meu compromisso. Fazer esse programa de radio me dá muito suporte também, porque me ajuda a aprender. Eu não faço isso por ninguém além de mim mesma, para ser honesta, e acontece de dar suporte a muitas pessoas ao mesmo tempo, como deve ser. Estou ensinando porque preciso aprender. Sabe? Estou aqui trazendo a vastidão da energia e ela me preenche, então, sim, sou grata.


Canal / Autor: Christine Day
Tradução: Letícia Scarpa - leticia@leticiascarpa.com.br
Revisão: Vilma Capuano - vilmacapuano@yahoo.com.br
Veja mais Christine Day / Os Plaiadianos Aqui e Aqui

Poderá também gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...