background

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

BENJAMIN FULFORD - "DEPOIS DE 250 ANOS, ACABA O DOMÍNIO ROTHSCHILD E UMA NOVA ERA COMEÇA" - 26.11.2018



Em 24 de Outubro de 2018, o anuncio dado pela Rothschild & Co de que estaria saindo do negócio fiduciário (ou seja, gerenciamento do dinheiro de outras pessoas) foi um grande e histórico ponto de virada que quase passou despercebido.

https://www.rothschildandco.com/en/newsroom/press-releases/2018/10/24/rothschild-and-co-signs-agreement-sale-of-trust-business/

Foi em 1769 que Mayer Rothschild, o fundador da dinastia, começou a administrar dinheiro para a realeza. Agora, sete gerações depois, seu descendente Alexandre de Rothschild, foi forçado a sair do negócio por múltiplas investigações criminais internacionais que estão incidindo sobre esta família criminosa, dizem fontes do Pentágono. Isso significa que, pela primeira vez em 249 anos, o sistema financeiro Ocidental está se libertando do controle financeiro dos Rothschilds.

Em particular, a prisão dos banqueiros do Goldman Sachs envolvidos no escândalo do 1Malaysian Development Berhad, significa que o envolvimento dos Rothschilds está prestes a ser revelado, dizem investigadores franceses e outras fontes.

https://en.wikipedia.org/wiki/1Malaysia_Development_Berhad_scandal

Esse complicado escândalo envolve Hillary Clinton, Barack Obama, a Família Real Saudita e muitos outros, todavia, a trilha leva aos Rothschilds, dizem os pesquisadores. Isso, também, inevitavelmente levará ao assassinato em massa dos voos 370/17, da Malaysian e ao incidente de chantagem nuclear do G20, disseram fontes da CIA. É por isso que os Rothschilds estão sendo forçados a sair do negócio fiduciário, de acordo com os investigadores.

No entanto, uma fonte da CIA com conexões Rothschild minimiza esse desenvolvimento, dizendo que: “A mão esquerda está vendendo para a mão direita”, apontando para esta parte do comunicado de imprensa:

“Esta aquisição está sendo liderada por Richard Martin, executivo sênior da Rothschild & Co, com apoio financeiro de um experiente investidor.”

Em outras palavras, o ramo francês da família, sob severo ataque, passou o negócio para o ramo suíço ou britânico da família, diz ele.

No entanto, o ex-diretor de operações da CIA, Robert David Steele, diz que os Rothschilds foram forçados a sairem do negócio de bancos centrais, apesar de terem solicitado a manutenção de um token de 5%.

https://beforeitsnews.com/v3/prophecy/2018/2501233.html

Na verdade, um sinal muito claro da queda dos  Rothschilds franceses veio, na semana passada, com a prisão do presidente da Nissan, Carlos Ghosn. Oficialmente, Ghosn, foi preso por razões fiscais, embora, a verdadeira razão para sua prisão tenha sido de carater militar, segundo fontes do Pentágono e da sociedade secreta asiática. Fontes do Pentágono dizem que a prisão de Ghosn é “uma medida para impedir a fusão da Renault com a Nissan, (enfraquecendo o Presidente francês Emmanuel)  Macron e de reduzir a influência dos Rothschilds no Japão”.

Por sua vez, Fontes da sociedade secreta asiática, mais especificamente, dizem que os franceses estavam tentando assumir o controle total da Aliança Renault/Nissan/Mitsubishi, a fim de roubar segredos militares japoneses e norte-americanos. A Mitsubishi Motors, parte da aliança automotiva Nissan/Renault, fazia parte da Mitsubishi Heavy Industries.

https://www.mhi.com/products/defense/

A MHI é a principal fabricante militar do Japão e os comandantes da Sétima Frota dos EUA organizaram a prisão de Ghosn e sua subsequente queda, para evitar que os franceses acessassem sua tecnologia, via Mitsubishi Motors, disseram as fontes asiáticas.

É bom lembrar que o ex-banqueiro Rothschild, o Presidente escravo francês, Emmanuel Macron, recentemente convocou a organização de um exército europeu para defender a Europa da “Rússia, Estados Unidos e China". Lembrem, também, de que no início deste ano o presidente dos EUA, Donald Trump, classificou a UE como o principal “inimigo” dos EUA.

https://www.cbsnews.com/news/donald-trump-interview-cbs-news-european-union-is-a-foe-ahead-of-putin-meeting-in-helsinki-jeff-glor/

Esta luta pública entre a UE e o governo dos EUA é um visível sinal da batalha em curso pelo controle mundial, colocando as 13 linhagens reais e seu estado totalitário da UE contra os Illuminati gnósticos que agora controlam o complexo militar-industrial dos EUA e contrários a essas linhagens, dizem fontes Illuminati.


Outro claro sinal desse conflito, é a enorme e violenta manifestação contra Macron, na França. Como três quartos da população francesa apoiando as atividades anti-Macron, tenham certeza de que a pressão contra esse presidente, fraudulentamente eleito só aumentará, especialmente, agora, que seus chefes  Rothschilds estão perdendo poder.

De qualquer forma, a tentativa dos franceses de roubarem segredos militares japoneses, também, colocou o Mitsubishi Group, principal patrocinador do Primeiro-Ministro japonês Shinzo Abe, contra o Ministro das Finanças Taro Aso, segundo membros do clã Iwasaki, da Mitsubishi.

A filha de Aso é casada com Alexandre de Rothschild e Aso vende direitos japoneses de água para a Veolia, uma empresa ligada ao seu genro Rothschild, dizem os direitistas japoneses. Agora, com a Mitsubishi e os nacionalistas contra, Aso é um homem condenado, dizem as fontes.

Os Rothschilds franceses, também, estavam intimamente envolvidos com o incidente do assassinato nuclear em massa e tsunami de 11 de Março de 2011 em Fukushima, de acordo com fontes da família Rothschild britânica e  da direita japonesa.

Segundo fontes da sociedade secreta asiática, outro homem condenado é o CEO da Softbank, Masayoshi Son. Exatamente qual desculpa que será usada para derrubá-lo, ainda, não está claro, no entanto, seu envolvimento com o roubo de eleições no Japão e o assassino do príncipe herdeiro da Coroa (ou, mais precisamente, seus mestres de marionetes) significa que ele está se esgotando.

Do mesmo modo, fontes da sociedade secreta asiática estão dizendo que as grandes mudanças no Japão acontecerão depois de Maio do ano que vem, quando o novo Imperador assumir formalmente o trono. As fontes explicam que o selo ou chancela especial que o Imperador possui é necessário para formalmente colocar essas mudanças em andamento. Embora as fontes fossem vagas sobre exatamente o que aconteceria, deixaram claro que a Ásia não mais se deixará dividir artificialmente pelas intrigas do Ocidente. Assim, é bom supor que, após a unificação coreana, o retorno pacífico e amigável de Taiwan à China, também, seja uma realidade. A amizade entre japoneses e chineses, também, certamente florescerá, dizem as fontes.

Do mesmo modo, fontes da sociedade secreta asiática endossaram totalmente a visão de que a civilização Ocidental é como uma bela mulher infectada com sífilis. A sífilis, claro, se refere à máfia khazariana. É por isso que ela apoia a campanha em andamento, para remover essa infecção do corpo político Ocidental.

O relatório de 28 páginas, no link abaixo, expondo o Conselheiro Especial, Robert Mueller e outros, é um exemplo detalhado dos crimes horríveis que a máfia khazariana tem escapado.

https://www.docdroid.net/eVAAjIq/doj-ig-memo-mueller-bribery-extortion.pdf

Esta última exposição, é apenas uma pequena parte da batalha que ainda está ocorrendo nos EUA e em todo o mundo Ocidental. A batalha continua mais feroz nos EUA com o contínuo expurgo no FBI, Departamento de Justiça,  CIA,  complexo militar-industrial, sistema político, etc.

Nessa frente, “o 'afago' ao ex-chefe da CIA e da NSA, General Mike Hayden, pode servir para silenciar os anti-Trumpers da comunidade de inteligência militar e induzir outros a renunciar ou mudarem de lado”, dizem fontes do Pentágono. Hayden foi um dos agentes por trás do assassinato em massa de Fukushima, disseram fontes da inteligência militar japonesa.

A remoção de satanistas como Hayden facilitará a limpeza do sistema judiciário dos Estados Unidos na medida em que este se prepara para lidar com as prisões em massa, disseram fontes da CIA. Aquele que não acredita que as prisões começaram, ainda, é porque não está ligando os pontos. Por exemplo, dê uma olhada neste link para ver como o estado da criminosa família  Clinton, o Arkansas, está sendo limpo.

https://www.coreysdigs.com/clinton-foundation/arkansas-swamp-bleeds-as-clintons-circle-the-drain/

Enquanto o sistema político e judiciário é limpo, os bons estão se preparando para uma guerra maciça contra a indústria “farmacêutica”, dizem fontes do Pentágono. Nesta frente, “a Big Pharma foi a primeira a receber o golpe fatal do Consultor de Precificação de Medicamentos do Departamento de Saúde e Serviços Humanos, Daniel Best, seguido pela Pfizer, que anunciou um aumento de preços para Janeiro de 2019”, disseram as fontes. “Então”, eles que continuem, “esperem que Trump e o Congresso iniciem uma abordagem de todo o governo, para esmagar o cartel de drogas”, Recomendamos que  comecem com ataques à Associação Médica Americana, antes que destruam mais evidências do que já têm.

Além disso, fora dos EUA, a Interpol ainda será usada para caçar os khazarianos em todo o mundo, apesar do fato de que o russo, General Alexander Prokopchuk não ter sido, como erroneamente relatado na semana passada, eleito seu novo chefe, dizem as fontes do Pentágono. “A eleição da Interpol pode ter sido manipulada para favorecer um coreano a reduzir o perfil da Rússia e manter a cabala afastada”, explicam. Todavia, acrescentam: “O recém-eleito chefe Kim Jong-yang receberá ordens da inteligência dos EUA e trabalhará com o Vice-Presidente, Prokopchuk”.

Os russos, finalmente, também estão realizando ações há muito adiadas contra o falecido estado nazista na Ucrânia, ao confiscar três navios de guerra ucranianos no fim de semana. Isso levou o presidente ucraniano, Petro "Porky" Poroshenko, a declarar a lei marcial. Isto é o que uma fonte da CIA tinha a dizer sobre Porky: “Seu tempo acabou, assim como o tempo de Bibi [o Primeiro-Ministro, Benjamin] Netanyahu, de Israel. Ambos são criminosos de guerra que serão levados à justiça, de um jeito ou de outro”.

Na medida em que continua a remoção da máfia khazariana do poder mundial, podemos esperar que dominós como Netanyahu, Macron, Porky e Aso sejam derrubados e, finalmente, levar seus mestres de marionetes, Rothschild, à justiça. Vender seus negócios de confiança é muito pouco e muito tarde para essa família criminosa. 

E, no final do dia, o mundo saberá de seu íntimo envolvimento com a Segunda Guerra Mundial, o Holocausto e muitos outros crimes horrendos perpetrados contra a humanidade.


Autor: Benjamin Fulford 
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge
Veja mais artigos do Benjamim Fulford Aqui

Poderá também gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...