BENJAMIN FULFORD - "ATUALIZAÇÃO SEMANAL" - 11.03.2019



PAPA FRANCISCO DESTITUÍDO, ENQUANTO AS 13 LINHAGENS DE SANGUE E ILLUMINATI GNÓSTICOS NEGOCIAM O FIM DA GUERRA CIVIL OCIDENTAL

O Papa Francisco foi destituído do poder como parte de um acordo negociado entre os Illuminati Gnósticos e as 13 linhagens dominantes, segundo duas fontes, uma da Realeza Europeia e outra do Pentágono. Os dois centros de poder Ocidentais, um baseado na meritocracia, o outro no domínio histórico, concordaram em organizar um jubileu e uma campanha massiva para “salvar o planeta”, dizem as fontes.

Os Illuminati Gnósticos, mais fortes no complexo militar-industrial e as linhagens, que controlam as finanças e a mídia, concordaram em fazer concessões porque têm que apresentar uma frente Ocidental unida para fazer um acordo com a Ásia ressurgente, disseram eles.

Francisco, que pode permanecer como um figurante, foi destituído do poder por causa do fiasco do pedófilo condenado, o cardeal Pell, que dirigia o Banco do Vaticano, disseram as fontes. O Vaticano e o Banco do Vaticano, com seus 6.000 relatos de suborno dos chamados “líderes mundiais”, agora são dirigidos por “uma troica de cardeais”, diz a fonte do Pentágono.

Publicamente, esta mudança fundamental pode ser vista no fato de que dez cardeais foram recentemente removidos. O mais recente foi o cardeal francês Philippe Barbarin, condenado na semana passada por encobrir a pedofilia.


Eis o que o representante das 13 linhagens de sangue tem a dizer sobre a situação: “O caso do Cardeal Pell foi uma admissão e aceitação das Práticas Satânicas às nossas ordens”. Ele acrescentou que os outros cardeais foram removidos como parte de um processo de “desmamá-los” das práticas satânicas. O “Papa Francisco foi destituído, porque era muito conhecido no National Cyber Security Center. Sua vida passada na Argentina voltou para assombrá-lo. Ninguém – ninguém no mundo exterior, pode ocupar cargos se não puder e ser controlado por seu compromisso”, disse a fonte.

Além disso, hoje (11 de Março de 2019) é o oitavo aniversário do ataque e assassinato em massa contra Fukushima, Japão e o acordo está sendo alcançado, em parte, porque as linhagens foram ameaçadas de retaliação por esse ataque, a menos que chegassem a um acordo, dizem fontes da Sociedade Secreta Asiática.

Além disso, fontes da Sociedade Secreta Asiática dizem que o Ocidente precisa terminar a limpeza, antes que um acordo final sobre salvar o planeta possa ser alcançado.

Nesta frente, um ataque sustentado contra o Sionismo, a principal fonte do mal Ocidental é um bom sinal. “As palavras verdadeiras do representante Ilhan Omar sobre a influência Sionista sobre o Congresso dos EUA (não baseado em votos – existem apenas nove milhões de eleitores judeus – mas em suborno, chantagem e mentiras) lançaram o Partido Democrata numa crise que pode levar a sua morte. Fontes da CIA e do Pentágono dizem que Jared Kushner e John Bolton serão demitidos da Casa Branca, em breve, e que o presidente Trump divulgará a verdade do 11 de Setembro, de modo a acabar com a influência Sionista sobre a economia, o governo e a sociedade dos EUA”, descreveu a situação o ex-oficial de operações da CIA, Robert David Steele.


Uma fonte do Pentágono concordou, dizendo que “o Sionismo está morto. Seu lobby foi neutralizado quando a Câmara aprovou uma resolução de 407 a 23, pela não repreensão de Ilhan Omar, mas que enfraqueceu o antissemitismo e a Presidente da Câmara, Nancy Pelosi, demitiu seu chefe de gabinete, Judeu Danny Weiss.

Agora, a Síria advertiu formalmente a Israel para se retirar das colinas de Golan ou enfrentar a guerra.


A Síria fez isso porque tem o apoio da Turquia, Rússia e Irã para forçar Israel a respeitar a lei internacional, enquanto os militares dos EUA deixaram claro que não irão lutar por Israel, segundo o Pentágono e outras fontes.

A família real e fontes do Pentágono confirmaram que o arsenal nuclear de Israel – sua “opção de Sansão”– foi neutralizada e é por isso que esse estado desonesto, agora, pode ser forçado a cessar seu comportamento antissocial messiânico. Se acham que Deus queria que eles matassem mais de 100 milhões de pessoas para que pudessem reconstruir um templo antigo, está muito claro que não entendem Deus.

Enquanto isso, nos EUA, assassinatos seletivos de pessoas importantes vêm ocorrendo num ritmo acelerado, a fim de restaurar a democracia e o estado de direito, disseram fontes da CIA. “O martelo está prestes a cair, pois o procurador-geral Bill Barr reconheceu John Huber antes da retirada de sigilo e das prisões em massa da FISA”, observou uma fonte do Pentágono. A fonte estava se referindo ao fato de que Huber está sendo forçado a, finalmente, tomar medidas contra Hillary Clinton, Obama, etc... por causa do Uranium One, etc.


A indústria farmacêutica, também, está “sob ataque, uma vez que  a Eli Lilly foi forçada a introduzir insulina genérica pela metade do preço, enquanto o diretor da FDA e especialista em Big Farma, Scott Gottlieb foi demitido por pressionar os estados a cancelarem as isenções sobre vacinas”, observam as fontes do Pentágono. Essa medida para tornar as vacinas obrigatórias foi uma desesperada tentativa da máfia khazariana de usar vacinas tóxicas para assassinar uma grande porcentagem da população, numa tentativa de se safar da justiça, observam fontes da CIA.

Uma enorme guerra secreta também está sendo travada pela máfia khazariana para tomar o controle dos recursos da África, numa tentativa desesperada de evitar a falência da United States Corporation, sediada em Washington, DC, dizem fontes do Mossad e da CIA. A África, é quase duas vezes maior do que a Rússia e maior que o Canadá e maior que a China mais os EUA combinados. A última coisa que a máfia khazariana quer é que os africanos recuperem o controle de seus próprios recursos.

O movimento recente mais visível nesta guerra secreta, foi a queda, no domingo, de um Boeing 737 da Etiópia. Fontes do Mossad disseram que a aeronave foi sequestrada remotamente e que seus passageiros, incluindo 19 funcionários da ONU, foram mortos como parte de uma tentativa de interromper uma conferência da ONU que visa acabar com a pobreza e a destruição ambiental na África.



No entanto, o sequestro remoto desta aeronave parece ter sido uma ação realmente estúpida dos khazarianos e que, provavelmente, levará à falência da Boeing Corporation. Isso porque é a segunda vez em quatro meses que uma aeronave Boeing é assumida por controle remoto pela máfia khazariana. A China, a Ethiopian Air (a maior companhia aérea da África) e as Ilhas Cayman estão mantendo no solo todos os Boeing 737, procedimento que outras companhias aéreas e países certamente seguirão, até que os sequestradores de controle remoto sejam retirados do controle da Boeing.


Certamente, não é coincidência que depois que todos os oficiais militares deixaram o regime de Trump, um executivo da Boeing, Patrick Shanahan, fosse nomeado Secretário de Defesa dos EUA. Shanahan não tem poder real sobre os militares norte-americanos, porque eles não mais obedecem ao falido governo corporativo, baseado em Washington, D.C., dizem fontes do Pentágono. Aqui está o que uma fonte de arquivos X tinha a dizer sobre a situação: “Muitas das famílias de lagartos têm ações na Boeing e a Boeing também está ligada à Lockheed Marciana (Martian) [sic]”.

De qualquer forma, a batalha secreta pela África continua em outras frentes, especialmente no controle dos recursos minerais. Sugestões desta guerra podem ser vistas em várias manchetes recentes. O mais bizarro foi a história sobre o bilionário de diamantes, Ehud Lanaido ter morrido “durante uma cirurgia de aumento de pênis”.


De fato, “ele foi levado a uma clínica particular na Avenue des Champs-Elysées, em Paris, tarde da noite, muito depois da clínica estar fechada”, disse uma fonte do Mossad. “Ele era um concorrente direto de Benny Steinmetz que, até poucos meses atrás estava fugindo de vários governos, incluindo Bélgica e África, por bilhões de dólares supostamente devidos em impostos atrasados em compras ilegais e vendas de diamantes brutos e polidos contrabandeados de Angola e Serra Leoa há muitos anos”, continuou a fonte.

“Esses dois negociantes de diamantes, foram os que atingiram o topo entre os maiores do mundo no comércio de diamantes. Um foi removido e um foi colocado de volta em seu pedestal como rei dos negócios. Observe quão perto está a hora da ascensão e queda dos dois titãs”, observou a fonte.

Aqui está a segunda manchete, a qual ele estava se referindo: “Bilionário da mineração acaba com a disputa da Guiné Bitter, depois de meses de negociações secretas”.


Lendo o artigo, pode-se ver que Steinmetz foi ajudado por alguem da máfia sionista khazariana, incluindo George Soros (ou assemelhado), Tony Blair e Nicholas Sarkozy.


Também relacionado a isso foi a notícia de que o magnata indiano de diamantes Nirov Modi será extraditado. Modi supostamente fugiu com mais de 2 bilhões de dólares de bancos indianos. “Disseram que será pego e se tornará o ‘garoto-propaganda’ do sistema legal, para mostrar ao mundo que ninguém pode escapar do longo braço da justiça”, disse a fonte do Mossad. “Não se esqueçam, ele não é um dos garotos de dentro  – linhagem errada e, portanto, descartável neste Game of Thrones com os sionistas khazarianos”, acrescentou.


Outros desenvolvimentos relacionados com a atual tomada de recursos africanos são vistos numa carta ao editor, enviada pelos povos Khoi-San, que advertiram sobre o um falso rei, numa tentativa de roubar suas terras e recursos.

A máfia khazariana também está tentando agarrar recursos similares na América do Sul. Lá, o último movimento foi o uso de armas cibernéticas e energéticas para sabotar a rede de energia da Venezuela.

O resto do mundo concordou em continuar a financiar os militares dos EUA e transformá-los numa força de proteção planetária benevolente. Eles podem começar a ganhar dinheiro juntando todos esses criminosos,  colocando-os na cadeia ou matando-os.


Autor: Benjamin Fulford 
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge
Veja mais artigos do Benjamim Fulford Aqui