KATE SPRECKLEY - "DIA DA TERRA" - 22.04.2019



No século passado, uma velha sábia da nação indígena Cree, chamada "Olhos de Fogo", teve uma visão do futuro. Ela profetizou que um dia, por causa da cobiça do homem branco, chegaria um tempo em que a terra seria devastada e poluída, as florestas seriam destruídas, os pássaros cairiam do ar, as águas ficariam enegrecidas, os peixes seriam  envenenados nos córregos, e as árvores não existiriam mais, e a humanidade, como a conhecemos, deixaria de existir. Chegaria um tempo em que os "guardiões das lendas, histórias, rituais culturais, mitos e todos os antigos Costumes Tribais" seriam necessários para nos restaurar a saúde, tornando a terra verde novamente. Eles seriam a Chave para a humanidade para a sobrevivência, eles eram os "guerreiros do arco-íris". Haveria um dia de despertar em que todos os povos de todas as tribos formariam um Novo Mundo de Justiça, Paz, Liberdade e Reconhecimento do Grande Espírito.

Os "Guerreiros do Arco-Íris" espalhariam essas mensagens e ensinariam a todos os povos da Terra. Eles ensinariam como viver no "Caminho do Grande Espírito". Eles lhes diriam como o mundo hoje se afastou do Grande Espírito e é por isso que nossa Terra está "doente".

Os "Guerreiros do Arco-Íris" mostrariam aos povos que esse "Ser Antigo" (o Grande Espírito) está repleto de amor e compreensão e os ensina como tornar a Terra bela novamente. Esses guerreiros dariam aos povos princípios ou regras a seguir para fazer seu caminho brilhar com o mundo. Esses princípios seriam os das tribos antigas. Os Guerreiros do Arco-Íris ensinariam às pessoas as antigas práticas de Unidade, do Amor e da Compreensão. Eles ensinariam a Harmonia entre as pessoas nos quatro cantos da Terra.

Como as Antigas Tribos, eles ensinariam os povos a orar ao Grande Espírito com amor que flui como o belo riacho da montanha e flui ao longo do caminho para o oceano da vida. Mais uma vez, eles seriam capazes de sentir alegria na solidão e nos conselhos. Estariam livres de ciúmes mesquinhos e amariam toda a humanidade como seus irmãos, independentemente de cor, raça ou religião. Eles sentiriam a felicidade entrar em seus corações e tornar-se Um com toda a raça humana. Seus corações seriam puros e irradiariam afeto, compreensão e respeito por toda a humanidade, pela Natureza e pelo Grande Espírito.

Eles mais uma vez preencheriam suas mentes, corações, almas e ações com o mais puro dos pensamentos. Eles buscariam a beleza do Mestre da Vida - o Grande Espírito! Eles encontrariam força e beleza na oração e na solidão da vida.

Seus filhos mais uma vez seriam capazes de correr livremente e apreciariam os tesouros da Natureza e da Mãe Terra. Livres dos medos de toxinas e destruição, forjadas pelo homem branco e por suas práticas de ganância. Os rios correriam novamente, as florestas seriam abundantes e belas, os animais e pássaros seriam reabastecidos. Os poderes das plantas e dos animais seriam novamente respeitados e a conservação de tudo o que é belo se tornaria um modo de vida.

Os pobres, doentes e necessitados seriam cuidados por seus irmãos e irmãs da Terra. Essas práticas voltariam a fazer parte de suas vidas diárias.

Os líderes do povo seriam escolhidos da maneira antiga - não pelo seu partido político, ou que falassem mais alto, que se vangloriassem mais, ou pelo xingamento, mas por aqueles cujas ações falassem mais alto. Aqueles que demonstrassem seu amor, sabedoria e coragem e aqueles que mostrassem que podiam trabalhar pelo bem de todos, seriam escolhidos como líderes ou chefes. Eles seriam escolhidos por sua "qualidade" e não pela quantidade de dinheiro que haviam obtido. Como os pensadores e dedicados "chefes antigos", eles entenderiam as pessoas com amor e veriam que seus jovens fossem educados com o amor e a sabedoria de seus arredores. Eles lhes mostrariam que milagres podem ser realizados para curar este mundo de seus males e restaurá-lo para a saúde e a beleza.

As tarefas destes "Guerreiros do Arco-Íris" são muitas e grandes. Haverá montanhas terríveis de ignorância para conquistar e eles encontrarão preconceito e ódio. Eles devem ser dedicados, inabaláveis ​​em sua força e fortes de coração. Eles encontrarão corações e mentes dispostos que os seguirão nesta estrada de devolver à "Mãe Terra" a beleza e a abundância - mais uma vez.

O dia virá, não está longe.

O dia em que veremos como devemos nossa própria existência aos povos de todas as tribos que mantiveram sua cultura e herança. Aqueles que mantiveram os rituais, histórias, lendas e mitos vivos. Será com este conhecimento, o conhecimento que eles preservaram, que voltaremos mais uma vez à "harmonia" com a Natureza, com a Mãe Terra e a humanidade. Será com esse conhecimento que encontraremos nossa "Chave para nossa sobrevivência".

Esta é a história dos "Guerreiros do Arco-Íris".

http://www.birdclan.org/

Muito amor,

Kate


Autor: Kate Spreckley
Fonte: http://www.spiritpathways.co.za
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Veja mais Kate Spreckley Aqui