background

quinta-feira, 19 de setembro de 2019

JENNIFER HOFFMAN - "JULGAMENTOS, SUPOSIÇÕES E DRENOS DE ENERGIA"




Nossos julgamentos e suposições podem nos levar ao caminho de drenos de energia,  e também ao focarmos a nossa energia nos outros quando realmente precisamos estar mais focados em nós mesmos. Precisamos de todos os nossos recursos energéticos agora, enquanto fazemos nossas próprias transições para novas dimensões e frequências de energia. Mas não podemos nos envolver com o medo de deixar os outros de fora ou para trás -  e, de fato, não podemos fazer isso quando reconhecemos sua soberania energética, que é o portal para seu livre arbítrio.

Quando percebi que o ex-proprietário havia saído de casa, deixando uma torneira quebrada, pude assumir três coisas sobre isso:

Ele sabia que estava quebrada e não teve tempo de trocá-la antes de sair de casa,

Ele não sabia como consertar e não quis contratar um encanador

Ela esteve quebrada por tanto tempo que ele se acostumou e se esqueceu de que não estava funcionando corretamente.

Eu escolhi assumir o número 3, mas o número 2 também é uma possibilidade. Mesmo se o número 1 for verdadeiro, não importa. Aqui está o problema maior - não sei por que ele não a consertou e é um dreno de energia supor qualquer coisa. Em vez disso, fui ao Lowe's, comprei uma nova por cerca de 36 reais e eu mesma a consertei - levou menos de 5 minutos. Agora está consertada e posso lavar o vaso sanitário sem qualquer problema.

Essa é uma situação muito simples. E quando questões de vida mais importantes estão em jogo - como lidamos com nossos julgamentos e suposições quando as ações de alguém nos machucam, perturbam nossas vidas ou nos causam dor?

Quanta energia gastamos antes de decidirmos que existe uma maneira melhor, mais produtiva e mais gratificante de usar nossa energia que nos tira dos ciclos de feedback cármico e dos ciclos de cura e nos leva para frequências de energia mais altas?

Podemos liberar a necessidade de estar certos ou justificados e, em vez disso, optarmos por usar uma situação como fonte de empoderamento, em vez de sermos vitimados por ela?

Embora seja tentador expressar nossa justa indignação pelo comportamento de alguém, o que provavelmente é justificado, é também um dreno de energia que podemos obstruir mantendo-nos fiéis a nós mesmos, a nossa intenção e usando nossa energia de maneiras produtivas que apóiem e aprimorem nosso próprio caminho.

Para citar um ditado popular: "Ficar irritado com alguém é como beber veneno e esperar que outra pessoa morra".

Estamos sendo desafiados a examinar como usamos nossa energia e todos os nossos recursos energéticos agora.

Atendemos nossa necessidade emocional de responder com raiva e vingar nossa honra ou cumprimos nossas prioridades energéticas de congruência e harmonia em nossas vidas? É uma escolha difícil, porque nossas emoções querem ser justificadas enquanto nossa energia quer se expandir para um caminho mais gratificante.

Esta é a nossa batalha interna entre o caos e a harmonia, o nosso ponto de escolha durante nossa jornada pessoal de desintegração na 3D e o caos para ultrapassar o passado ou retornar a ele. É uma escolha que todos devem fazer agora e, se você não puder escolher o caminho de ascensão do alinhamento, integração e domínio 3D / 5D, tudo bem, você terá outra chance de tentar novamente.

Brilhe, estamos no modo de ação agora.


Autor: Jennifer Hoffman 
Facebook: Jennifer Hoffman
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Veja mais Jennifer Hoffman Aqui