background

terça-feira, 7 de janeiro de 2020

AARAYA, O MENSAGEIRO SIRIANO - "CAFÉ COM OS MENTORES - XI"


Amadas Almas, Saudações!

Tomamos o dia de hoje para trazer até vocês alguns apontamentos sobre mais um desses desafios que vez por outra cruzam seus caminhos. Estamos falando do APEGO. Então reunimos algumas dúvidas (cinco) apresentadas através de vocês em nosso espaço oficial, e vamos administrá-las de acordo. [sorriso]

Lembrando que não realizamos consultas, pois a demanda de nossas atividades é extensa e isso comprometeria o fluxo do trabalha realizado para tantos outros. Então, vamos conversar:

❝POR QUE É TÃO DIFÍCIL APLICAR O DESAPEGO?❞

— Desapegar significa deixar ir, libertar-se, e muitos Buscadores sofrem com a ideia de "ficar sem" algo que lhes fez bem de algum modo, um dia. A dependência velada se estabelece entre os apegados que, por sua vez tratam o assunto como um elemento de menor importância em seus processos evolutivos.

Se soubessem o quanto ganham em fluidez no ato do soltar, certamente o praticariam constantemente. Mas as demandas não cessam apenas por força da vontade de sua Família Cósmica e afins; é o engajamento do Homem o fator determinante em todo esse processo.

❝SOFRO POR SER APEGADA E NÃO CONSEGUIR ME LIBERTAR DISSO. O QUE FAZER?❞

— Antes de mais nada, rompa com essa baixa escala vibracional do sofrimento. Não será através dela que contornará obrigatoriamente essa demanda.

O passo seguinte é buscar identificar de onde vem essa necessidade de acumular coisas que não usa mais. O Autoconhecimento contribui muito nesse processo, e talvez ajuda profissional possa lhes dar uma luz sobre questões dessa ordem.

Temos a plena consciência de que é infrutífero pedir para que alguém extremamente apegado às suas coisas se desfaça delas, ainda que gradualmente, e mesmo com o auxílio empático de parentes e amigos. Todavia, enquanto o ser não for tocado pelo entendimento superior de que precisa atravessar essa experiência, pouco pode ser feito. Deve partir do terrano, que aciona sua força interior para que seus anjos possam contribuir mais e melhor, o desejo consciente de deixar tudo isso para trás e virar a página dessa história. [sorriso]

❝APEGO PODE SER DECORRÊNCIA DE OBSESSÃO ESPIRITUAL?❞

— Mais do que podem supôr. Todavia, é relevante que se diga que isso não se aplica à absolutamente todos os casos. Mas, de fato, existem associações entre energias mais densas e seus apegos; algumas com parte de consciências igualmente ligadas à energia estagnada do que se acumula.

O ideal seria mesmo que o desapego pudesse se dar sem contar com isso, com esse medo. Até porque os sentimentos são fonte de alimentação de seres extra-dimensionais específicos, que obviamente resistirão de toda forma que sua fonte seque*. O desinteresse no ato de trabalhar o desapego é apenas uma dessas possibilidades negativas.

❝NÃO VEJO SENTIDO NO DESAPEGO. QUAL O PROBLEMA AFINAL EM SENTIR-SE ESPECIALMENTE LIGADO À ALGUMAS COISAS QUE NOS FAZEM BEM?❞

— Para àqueles que não "veem sentido" em trabalhar o desapego ou qualquer outro fator de sua existência, boa sorte! Nada temos mesmo à acrescentar para quem sente-se feliz como está, mas nosso compromisso ainda é com àqueles que desejam outras experiências e, para estes, falamos abertamente as coisas como podem ser ditas. [sorriso]

Quando o ser compreende que o dito "bem-estar" proveniente de objetos aglutinados é ilusório, então torna-se especialmente mais simples a aplicação efetiva do desapego. Porque o que ele junta invariavelmente termina ocupando espaços de outros elementos que ele deveria receber do Universo, mas que simplesmente não lhes chega, porque o fluxo foi comprometido.

O que deve fazer bem ao terrano jamais deveria partir de algo material - ainda mais em acúmulo. Mas o assunto é tratado como um capricho secundário, incapaz de criar grandes problemas à médio/longo prazo, então as ilusões sobre as ilusões da própria existência sobre Gaia se perpetuam porque o livre-arbítrio lhes confere esse direito de escolha postural.

❝COMO TRABALHAR APEGOS SENTIMENTAIS?❞

— Dependência não é elemento de escala vibracional superior. Pelo contrário, a densidade serve-se, e muito, dela. Logo, se existe alguém que lhes desestabilize ao ponto de sentirem-se mais apegados do que o devido, trabalhem isso enquanto é cedo.

Sabemos da existência de vários relacionamentos criados nessa base, e isso é bastante complicado. Para que outras decorrências invoquem sentimentos igualmente sombrios, nada custa. E tudo tão gradativamente que quando o ser percebe, já está envolto no magnetismo negativo de terceiros.

Muitos casos onde companheiros chegam às vias de fato, por exemplo, são acometidos por patologias provenientes de quadros aparentemente inocentes como ciúme. Um entende que depende da exclusividade total do outro e, quando percebe-se que não a terá, dá vasão à instintos trevosos, que culminam onde todos já conhecemos.

Quando o Buscador identifica que está precisando se libertar de uma dependência sentimental, e não o consegue sozinho, deve procurar por auxílio. O Homem é extremamente resistente à isso, e em alguns casos ainda pode ser custoso financeiramente a ajuda profissional, todavia, só de reconhecer sua dependência, seu super-apego, um grande e importante passo foi dado. Muitos Buscadores se perdem por não conseguir sequer isso.

Apenas persistam nessa meta, encontrem outros valores em si mesmos/as, deem vasão à outras experiências onde o foco seja justamente o desapego, peçam ajuda à seus mentores e libertem-se desse encantamento inadequado. Tudo haverá de se resolver da melhor forma. [sorriso]


◤◢◣◥◤◢◣◥◤◢◣◥◤◢◣◥◤◢◣◥

Queridos, muito existe ainda por ser dito sobre o tema de hoje, e o administraremos mais adequadamente em outras oportunidades, seja em artigos completos, seja de modo fracionado nos insights diários. Seja como for, a informação sempre chega aonde é necessária, sobretudo com o auxílio singular dos servidores da Luz que nos impulsionam as palavras com seus compartilhamentos abnegados.

Por tudo isso e pela mais recente oportunidade de tentar ser-lhes úteis, a FRATERNIDADE SÍRIUS e seus especialistas conscienciais agradecem à Jata (A Fonte Criadora) e se despedem nesse Agora. [sorriso]

Selamat Matah! (A Paz esteja convosco!)

Amorosamente,

•AarayA de Sírius


Canal: Dinnho Beduzupo

Fonte: https://www.facebook.com/AarayaDeSirius
Veja mais mensagens como esta clicando aqui