background

sexta-feira, 17 de julho de 2020

Owen K. Waters - "Velocidade do pensamento: a velocidade do pensamento no espaço livre"




Ideias antigas dão lugar a novas. Velhas barreiras, mais cedo ou mais tarde, desmoronam e desaparecem.

Uma idéia que está desmoronando hoje é a de que nada no universo pode ir mais rápido do que a velocidade da luz. Isso será substituído por um reconhecimento de que o pensamento viaja milhares de vezes mais rápido do que a velocidade da luz - à velocidade do pensamento no espaço livre ou à velocidade do pensamento.

Nas primeiras séries de Jornada nas Estrelas (Star Trek) na televisão, a missão da Nave Espacial Enterprise era explorar o universo e seguir com ousadia para onde ninguém havia ido antes. A Entreprise conseguiu exceder a velocidade da luz; bem consideravelmente, ao que parece, pois deveria ter viajado para a Via Láctea em apenas algumas horas. A velocidade  realmente necessária para esse feito é de milhões de vezes a velocidade da luz.

A ficção científica é frequentemente um meio de pensar sobre as possibilidades. A possibilidade de humanos percorrerem a galáxia e além parece eminentemente razoável. Afinal, o potencial humano é, por projeto, ilimitado. Na criação, o universo não pode ser apenas um conjunto de luzes bonitas que nunca conseguimos explorar!

Hoje, a mudança no sentido de reconhecer a velocidade do pensamento está apenas começando. Fenômenos mais rápidos do que a luz estão sendo observados pelos físicos de hoje quando vêem os efeitos das partículas subatômicas se comunicando. Quando uma partícula subatômica esbarra em outra, elas se tornam 'amigas' e continuam se comunicando uma com a outra. O fato delas estarem separadas por milhões de quilômetros não reduz a sua vontade de se comunicar. Quando algo acontece com uma partícula, ela informa a outra e, em pura empatia, ela reage da mesma maneira.

Sabemos pelo trabalho de pioneiros perspicazes como o biólogo Rupert Sheldrake que a telepatia funciona, mas com que rapidez funciona? Como os pensamentos não são físicos, eles certamente não são limitados pela velocidade da luz. A questão é: quanto mais rápido do que a luz é a velocidade do pensamento no espaço livre? É provavelmente de milhares de vezes, e possivelmente milhões de vezes, mais rápido.

Em 2013, cientistas na China usaram o que há de mais recente em dispositivos de medição de alta velocidade para ter uma idéia de quão rapidamente as partículas de energia se comunicam a uma distância de 15 km (9 milhas). O equipamento ainda não é sofisticado o suficiente para produzir um número definido, mas eles determinaram que a velocidade da comunicação de partículas é de pelo menos 10.000 vezes mais rápida do que a velocidade da luz.

O que vem a seguir? Enviar partículas por longas distâncias ... como à Lua? Então, quando uma partícula ligada à Terra reage na velocidade dos pensamentos à mudança de estado de sua amiga quando atinge a Lua, você tem uma idéia muito melhor da verdadeira velocidade do pensamento no espaço livre.

Na década de 40, as aeronaves estavam limitadas à velocidade do som até encontrarem uma maneira de atravessar a barreira do som e, em seguida, poderem viajar em velocidades supersônicas. Um dia, quando os propulsores  das nossas naves espaciais forem capazes de acelerar naves à velocidade da luz, encontraremos uma maneira delas romperem a barreira da luz.

Então, não iremos mais olhar para o céu noturno. Nós estaremos voando por ele, indo para onde ninguém foi antes.


Autor: Owen K. Waters 
Fonte: http://www.spiritualdynamics.net /
http://www.infinitebeing.com/   
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Veja mais Owen K. Waters Aqui