background

terça-feira, 18 de agosto de 2020

Benjamin Fulford - "A campanha Covid-19"

 


17.08.2020

A campanha Covid-19 é um sinal de rebelião satânica total contra o criador

A campanha em andamento da “pandemia Covid-19” é uma rebelião satânica em grande escala contra o Criador. Isso porque, quando um governo está lutando ativamente para suprimir a verdade, ela está trabalhando contra o Criador da verdade, ou seja, o Criador do Universo. Agora mesmo, a mídia corporativa controlada por Satanás e seus governos escravos estão mentindo sobre a pandemia e assassinando ativamente aqueles que tentam expô-la. A história mostra que quando os governos temem a verdade e aumentam a repressão, seus dias são limitados. Estas são as conclusões alcançadas, após uma visita realmente reveladora a familiares e amigos no Canadá. Essas pessoas ainda vivem dentro da falsa bolha de notícias corporativas e realmente acreditam que a Covid-19 é um perigo real, apesar de todas as evidências em contrário.

Minha irmã, que é especialista em epidemias e diretora de medicina de um importante hospital universitário do Canadá, está na linha de frente dessa chamada epidemia, desde o início. Sua conclusão é que tem havido uma vasta reação exagerada a algo que não se enquadra na definição de uma pandemia real. Segundo ela, a taxa geral de mortalidade por doenças respiratórias (pneumonia, tuberculose, gripe, “Covid-19” etc.) é menor do que a média de anos. No entanto, a suspensão de coisas como exames de câncer e tratamento de outras doenças significa que é "muito cedo para dizer se a taxa geral de mortalidade está caindo". De qualquer forma, está claro que não estamos lidando com uma questão médica, mas política.

O que é interessante é que até eu, realmente, ir para o Canadá e falar com ela, todos os meus e-mails perguntando sobre isso no passado foram bloqueados por terceiros. Em outras palavras, as agências governamentais estão censurando e-mails privados para suprimir a verdade médica.

A outra observação é: Como foi fácil transformar uma democracia estável como a do Canadá num estado fascista ou comunista de informantes. Por exemplo, me lembro de como, durante a guerra fria, a propaganda Ocidental dizia que o fato dos russos terem de mostrar identidade para viagens domésticas era um sinal de repressão comunista. Adivinhe. Agora é preciso de uma identidade com foto para viajar dentro do Canadá. Além disso, quando cheguei, a polícia da fronteira me informou que eu precisava ficar em quarentena por duas semanas ou enfrentaria acusações criminais. Isso não foi problema, já que eu estava hospedado em minha cabana, na beira de um lago. O interessante é que pessoas como minha cunhada e a dona da loja local estavam prontas para me denunciar se me vissem em público. Eles se tornaram informantes porque acreditavam sinceramente que estavam salvando vidas em meio a uma “pandemia”.

Além disso, a mentalidade das pessoas que fazem parte da religião Covid-19 da nova era, mostra como a maioria das pessoas perdeu a capacidade de pensar de forma racional ou independente. Mesmo se dermos um grande salto de fé e acreditarmos que esse vírus ameno, semelhante ao resfriado, é mortal. Não há razão médica para usar uma máscara ao correr, andar de bicicleta ou dirigir sozinho. No entanto, as pessoas estão passando por uma forma de automutilação para fazer exatamente isso.

Claro, meus amigos que bebem refrigerantes, apesar da evidência ante seus próprios olhos, acreditavam na narrativa oficial e disseram: “Não existe hipótese de como haver uma conspiração tão vasta”.

Então, vejamos quem no mundo real tem o poder de realizar tal campanha. O rastro de evidências forenses leva aos maçons P3 e ao Império Romano, ainda existente.

A campanha totalitária Covid-19 que agora estamos testemunhando pode ser rastreada até organizações hierárquicas de tipo militar, controladas pelos romanos. As mais importantes são as associações médicas. A medicina Ocidental evoluiu da medicina militar. É por isso que existe um cirurgião “general”. No topo desta pirâmide estão a OMS e a ONU com seu “Secretário-Geral” não eleito. Se os médicos se recusarem a cumprir as ordens, eles perdem suas licenças médicas e, portanto, suas capacidades de ganharem a vida. Portanto, a maioria dos médicos concorda com a situação imposta.

Outra coisa que eles controlam são entidades internacionais de infraestrutura, como aeroportos e portos. Dê uma olhada nesta foto do aeroporto de Narita (um dos mais movimentados do mundo) que tirei no auge da temporada de viagens de verão. Estava quase deserto. Esta é a verdadeira sabotagem econômica no trabalho, baseada em mentiras.


Aqui está uma outra foto do centro de testes, quase deserto, em Narita.


O voo de volta ao Japão foi num jato jumbo com apenas 28 passageiros, dos quais apenas três moravam no Japão. Se isso continuar, é apenas uma questão de tempo antes que a maioria das companhias aéreas do mundo vá à falência.

Quando cheguei no Japão, me disseram que só poderia ficar no país se fizesse o “teste Covid-19”. Uma vez que envolvia apenas cuspir num recipiente (eu teria resistido a qualquer tipo de teste intrusivo), concordei e saí três horas depois com um resultado negativo. O que foi interessante sobre toda a experiência é que estava claro que as autoridades japonesas (ou seja, as pessoas que fazem os testes no aeroporto) estavam claramente, apenas, fazendo um movimento para apaziguar os senhores feudais estrangeiros.

Em todo caso, toda a campanha pandêmica é, apesar de sua intensidade, um sinal de desespero e derrota por parte dos controladores. Aqui está o que eles estão tentando esconder: O colapso econômico e a revolução. 

Por exemplo, dê uma olhada neste vídeo de dois minutos que mostra como a Quinta Avenida em Nova Iorque foi completamente fechada e Nova Iorque se tornou uma cidade fantasma virtual no rescaldo de uma batalha de guerra civil não declarada ali. Nova Iorque foi palco de detenções em massa de controladores mafiosos khazarianos e a cena da rua deserta foi o rescaldo desta batalha.



A outra coisa, evidentemente, é o colapso contínuo do atual paradigma econômico Ocidental. Por exemplo, os EUA são supostamente a superpotência mundial e um dos países mais ricos da Terra que enfrenta uma crise de fome pior do que quase qualquer país do terceiro mundo. No final de Julho, 12,1% dos adultos viviam em lares que não tinham comida suficiente em algum momento da última semana, enquanto quase 20% dos americanos com crianças em casa não tinham dinheiro para dar aos seus filhos comida suficiente.


Outro indício foi que em Agosto, 32% dos americanos não estavam pagando aluguel pelo quarto mês consecutivo. Como já escrevemos anteriormente, isto faz com que seja matematicamente certo que todo o seu setor bancário, de fato, se encontre insolvente.

Esta crise não se limita aos EUA, ela afeta todos os países do G7 controlados  pela máfia khazariana. Por exemplo, a economia do Japão diminuiu 7,8% no período Abril-Junho em relação ao trimestre anterior, ou a um ritmo anualizado de 27,8%, conforme anunciado pelo Gabinete do Governo na segunda-feira. Poderia se  dizer o mesmo ou pior sobre o Reino Unido, Alemanha, Itália, França, etc. É claro que os inspetores do G7 querem evitar colocar a culpa em 40 anos de déficits comerciais e fiscais, atribuindo a um vírus, em vez de uma má gestão econômica.

Aqui está um exemplo flagrante, onde estão usando a falsa pandemia, culpando-a pela escassez de madeira na América do Norte, um dos maiores produtores mundiais de madeira. “Tivemos de pagar três vezes o preço [pela madeira serrada]… A explicação que nos deram foi que a COVID-19 fechou as fábricas que tratam a madeira e que, finalmente, nos alcançou”, disse Jey Wilson, a proprietário da Wilson Construction, em Galveston. 


A verdadeira razão, dizem os empreiteiros que explicaram porque não podia comprar madeira no Canadá, um dos principais produtores mundiais de madeira, é que os produtos químicos chineses utilizados para tratar a madeira não estavam disponíveis.

Os esforços para lidar com a situação por parte do Congresso são, definitivamente, algo fraco e demasiado tardio. Por exemplo, o congressista Warren Davidson (R-OH), chefe de uma nova comissão monetária sólida no Congresso, disse na semana passada que espera “apressar soluções políticas para enfrentar as distorções econômicas da inflação monetária, para que a política monetária e fiscal possa ajudar a reconstruir a classe média, reiniciar a economia americana e nos colocar no caminho do crescimento sustentável”.

Neste ponto, a única resposta parece ser uma revolução seguida de um jubileu, algo que ninguém no atual regime ousa dizer por medo de morrer. Por exemplo, o irmão do Presidente Donald Trump, Robert, foi o ultimo a ser assassinado, uma semana depois de uma tempestade de tweets da verdade que foi rapidamente apagada, de acordo com fontes da NSA. 

O assistente deste escritor no Japão, também, recebeu ameaças de morte na semana passada, numa tentativa de me pressionar a acabar com os relatos da verdade sobre o regime escravagista no Japão. É claro que tencionamos caçar e prender ou matar de forma pró-ativa as pessoas que fazem estas ameaças. Sabemos quem eles são e onde estão.

Nesse ínterim, como de costume, os problemas no G7 estão desviando a atenção das pessoas de grandes eventos em outros locais. Talvez, o maior seja a possibilidade crescente de uma revolução na Rússia. Por exemplo, agora, enormes manifestações estão ocorrendo para derrubar o regime de fantoches russo, na Bielorrússia.


As notícias da mídia corporativa dizem que o Presidente russo Vladimir Putin ofereceu ajuda militar ao Presidente da Bielorrússia,  Alexander Lukashenko, se necessário, todavia, não houve uma presença policial visível no protesto, que atraiu cerca de 200.000 pessoas, estimou um repórter da Reuters.


O que eles não relatam são as manifestações em massa contra Putin na própria Rússia. Aqui está um exemplo, de uma dessas manifestações na Rússia (basta assistir ao primeiro minuto para ter a ideia).


Fontes do FSB na Rússia dizem que o atual “falso Chabad Putin”, não duraria muito tempo. 

Também, enviaram as seguintes fotografias da candidata presidencial russa Ksenya Sobchak para mostrar quão decadente era o atual regime. 


Descreveram Sobchak como uma: protegida israelense, prostituta e provocadora profissional judia, associada à seita judaica da morte, Chabad, juntamente com o rabino-chefe Chabad na Rússia, Berl Lazar. O rabino Chabad, Berl Lazar, fugiu dos EUA, quando o FBI investigou o seu caso e estava pronto a acusar e prendê-lo por pedofilia e fraude financeira. 

Em qualquer caso, fontes maçônicas da Loja P3 e da Família Dragão, dizem que toda a estrutura política decadente no G7 estava a caminho de uma mudança fundamental neste Outono. Segundo eles, um reinício do sistema financeiro já estava em movimento e que muito disto seria visível para todos neste Outono.

O representante do Dragão Dourado que foi preso na Sérvia em Julho, agora, está de volta à Indonésia, dizem fontes da P3 e da Família Dragão. Os fundos para revitalizar a economia global serão liberados neste Outono, dizem eles. 

Acreditem nisso somente quando forem vistos.

Fim.


Autor: Benjamin Fulford 
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge
Veja mais artigos do Benjamim Fulford Aqui