background

terça-feira, 8 de setembro de 2020

Benjamin Fulford - "Implosão controlada"

    


31.08.2020

Implosão controlada dos EUA continua com violência patrocinada pelo governo.

Na semana passada, várias agências de inteligência confirmaram que o governo dos Estados Unidos está no meio de uma implosão controlada que continuará até pelo menos janeiro. Fontes russas de inteligência dizem que Donald Trump será o último presidente dos Estados Unidos em sua forma atual e eles sabem por experiência que as coisas podem mudar rapidamente. 

Se esta previsão se concretizar, a grande questão é: os Estados Unidos serão representados por um governo satânico khazariano (e um abate da população global patrocinado por Gates, induzido por vacina de RNA e com DNA danificado) ou um híbrido de democracia/meritocracia controlada pelas pessoas? A batalha nos próximos meses determinará esse resultado, concordam muitas fontes. 

Talvez a informação mais perturbadora que chegou na semana passada seja que os distúrbios nos Estados Unidos estão sendo financiados pela Fundação Ford, de acordo com fontes do MI6 e da NSA. Não apenas isso, mas que “Joe Biden e Kamala Harris estão no conselho de diretores financiado com o dinheiro do Subsídio Federal dos EUA”, concordam as fontes. Biden mostrou ser um escravo Sionista totalmente corrupto. 

Enquanto isso, a campanha de difamação de notícias falsas contra Donald Trump, também, está aumentando a cada dia. Com uma imprensa em pleno tribunal para roubar a eleição por votação pelo correio e ameaças de violência, a menos que Biden ganhe por uma vitória esmagadora, os americanos podem não ver um presidente confirmado até Janeiro próximo. 

A grande questão é o quão ruim as coisas terão que ficar antes que os militares dos EUA levantem de sua bunda pesada e restaurem um governo genuinamente representativo para o país. É uma boa aposta que eles só agirão se e quando o povo dos EUA exigir que o façam. 

Esse dia pode não estar tão longe. De acordo com várias estimativas, cerca de 50 milhões de americanos enfrentarão uma crise de fome até o final deste ano. Isso não é devido à falta de comida, mas sim às tentativas deliberadas da cabala mafiosa khazariana de reduzir a população. Há de fato, como de costume, uma superabundância de alimentos nos Estados Unidos. 

No entanto, “metade da produção agrícola dos Estados Unidos está sendo enviada para a China”, segundo a NSA. Em outras palavras, a máfia khazariana está disposta a matar os americanos de fome para pagar a dívida com a China (ou deixá-los comer todo o OGM da Monsanto como parte do novo acordo comercial?). Foi o que aconteceu na Índia colonial, quando havia fome em massa porque a comida estava sendo enviada para a bem alimentada Inglaterra. 


A crise não se limita a alimentos, porque os EUA estão a se esgotarem de todos os tipos de itens como madeira, lâmpadas, etc. Isso só vai piorar, na medida em que o material estocado nos meses antes do 16 de Fevereiro, começo Falência dos Estados Unidos ser evidenciada. 

Criminalidade em disparada, governos locais criminosos, restrições draconianas aos negócios privados, etc. também estão causando um êxodo contínuo nas grandes cidades dos EUA. Neste ponto, dois em cada cinco nova-iorquinos querem deixar a cidade. 


A outra coisa que está acontecendo é que a máfia médica genocida nos Estados Unidos está lutando com unhas e dentes para continuar a envenenar e roubar o povo americano. De acordo com a prestigiosa revista médica Lancet, os Estados Unidos, de longe, têm o sistema médico mais caro e pior do mundo desenvolvido. 


E, agora, a situação com a máfia médica é tão bizarra que um novo tipo de palíndromo apareceu onde a pergunta: “Quem (Who) causou a pandemia?” (Em Inglês), é o mesmo que a resposta “QUEM (WHO = OMS) causou a pandemia”. 


Na longa lista de crimes contra a humanidade, o mais recente daquela agência é a prova de que estão disseminando a pólio na África por meio do uso de vacinas. 


Os governos africanos acordaram para o fato de que a OMS é uma organização criminosa e estão expulsando-a do continente. Isso provavelmente explica esta manchete que soa perplexa no New York Post: 

“Os cientistas não conseguem explicar a intrigante ausência de surtos de coronavírus na África”. 


A mídia de propaganda corporativa está obviamente em conluio com a máfia médica. (Uma facção especifica). Isso é visto em seu apoio aos prefeitos adoradores de Satanás que estão forçando as pessoas a usarem máscaras e ficarem apavoradas com uma pandemia comprovadamente inexistente. 

Nos Estados Unidos, área continental, o CDC teve sua administração substituída pelos militares e pela agência White Hats (Chapéus Brancos) e declarou a pandemia encerrada, mas você não ouvirá falar disso na CNN ou lerá sobre isso no New York Times. A fraude também está diminuindo em lugares como China, Itália e Japão e logo será encerrada em todos os lugares, prometem fontes do Pentágono. 

Isso é parte de uma grande contraofensiva dos Chapéus Brancos que está sendo vista de várias maneiras. Fontes do Pentágono dizem que a “pandemia COVID-19” foi usada como cobertura na Itália para trancafiar toda a população enquanto “toneladas de ouro, documentos e outros objetos de valor eram transportados para fora do Vaticano”. Agora, dizem as fontes, o Papa Francisco foi libertado da detenção e, finalmente, autorizado a deixar Roma. 

As fontes continuam a dizer que: “O ouro armazenado no Vaticano, Vietnã e em outras partes da Ásia está sendo usado para apoiar moedas em todo o mundo, junto com recursos naturais, outros ativos e capital humano.” 

O Brasil mostrou o que é possível se os governos tirarem o controle do dinheiro dos banqueiros khazarianos. Eles reduziram radicalmente a pobreza em apenas um ano, simplesmente garantindo que os mais pobres tenham dinheiro suficiente para atender às suas necessidades básicas (isso não significa que eu apoie a destruição acelerada da Amazônia pelos regimes atuais).


Também, tem havido um item de boas notícias amplamente subnotificado vindo do Reino Unido. Mark Sedwill foi formalmente substituído como chefe do serviço público de lá. Sedwill foi durante anos o governante de fato do Reino Unido, enquanto os primeiros-ministros eram apenas atores palhaços.

Eis o que uma fonte sênior do MI6 tinha a dizer sobre a situação: 

Expulsamos o chefe da função pública, Sir M.S., como um agente duplo Dachau...Todos os secretários de gabinete desde que comecei a investigar o que se passava com o Governo de Sua Majestade para ser DVD, Dachau Agentes Duplos Alemães… Que apodreceu”. Para que as pessoas, é a história do Brexit, ou seja, a libertação britânica do domínio nazista.

O seu substituto, ‘Simon Case era um servo do Duque de Cambridge, filho de Diana, William ou Príncipe William’, diz a fonte. No entanto, Case terá apenas metade do poder de Sedwill. Isto porque o conselheiro chefe de Boris Johnson, David Frost, assumirá o cargo de Sedwill como Conselheiro de Segurança Nacional. 

A França é a próxima na fila para a mudança de regime de fato, tanto o MI6 como fontes do Pentágono concordam. Eis o que fontes do Pentágono têm a dizer sobre a situação: 

Os militares e os serviços secretos franceses, tal como os seus homólogos americanos, italianos, alemães, britânicos e turcos, conhecem os israelenses que bombardearam Beirute e podem forçar o fantoche sionista Macron a descer e podem mesmo forçá-lo a sair por servir uma potência estrangeira. 


Fontes do MI6 dizem que a situação chegou ao ponto em que: 

O ramo francês da Dinastia Rothschild e a Máfia Khazariana querem se estabelecer. Se for este o caso, então estamos muito mais longe do que possa ser compreendido. As campanhas lideradas pela inteligência tendem a funcionar dessa forma.

No entanto, as fontes dizem que é demasiado cedo para ser um aviso complacente: 

Estamos lidando essencialmente com o fanatismo religioso e isso é perigoso. Penso que eles querem sangue verdadeiro. O culto da morte é precisamente isso, o sacrifício de sangue humano. Talvez toda a guerra seja apenas sacrifício de sangue. 

Num sinal de quanto teimosos e fanáticos são estas pessoas, na semana passada vimos mais uma manchete que dizia: “O Irã está a 3 meses de uma arma nuclear”.


Dizem isto literalmente há mais de 30 anos. Não se pode inventar essas coisas. 

Agora que a sua pandemia está efervescente, também puseram sinais de que estão planejando um ataque PEM como a sua próxima ofensiva contra a humanidade. O Departamento Satânico da Insegurança Interna sinalizou isto. 


Pode ser um bom momento para se certificar de se saber como encontrar os seus entes queridos e outras pessoas importantes sem ter de usar algum dispositivo móvel. É também um bom momento para se certificar de que existe algo mais do que dinheiro eletrônico (que inclui cartões de crédito) disponível para utilização em caso de emergência. 

Em qualquer caso, nos Estados Unidos, está bastante claro que a máfia Khazariana já decidiu se alinhar com Trump, enquanto faz de Biden um demente designado perdedor. Eis o que o MI6 diz ser o cenário planejado: 

Trump ficará no cargo… Se não for bombardeado ou alvejado, etc. Todos os seus males serão varridos para debaixo de um tapete e os MI6 farão dele um super-herói. 

De acordo com fontes do MI6, há muitos anos, a esposa de um embaixador russo disse: 

Vocês, americanos estúpidos, não sabem nada. Terão 8 anos de um presidente negro, 8 anos de um presidente cristão branco, depois o vosso próximo presidente destruirá a América. 

As coisas podem estar se desenrolando mais rapidamente do que os russos previram, uma vez que, segundo a NSA, o PIB dos EUA caiu agora para 8 trilhões de dólares, ou menos de um terço do da China (em termos reais). Existem agora 80 milhões de americanos desempregados, o que torna a situação muito pior do que durante a grande depressão da década de 1930. 

Um artigo no Atlantic (desmentido por Trump e meia dúzia de relatos das suas testemunhas oculares, incluindo Bolton) arma que os militares norte-americanos estão completamente fartos de Trump e estão preparando o caminho para um governo militar provisório pós-Trump para restaurar a sanidade nos EUA. 
Aqui estão alguns excertos: 

Trump disse: “Porque deveria àquele cemitério? Está cheio de perdedores”. Numa conversa separada na mesma viagem, Trump se referiu aos mais de 1.800 fuzileiros que perderam as suas vidas em Belleau Wood como “otários” por terem sido mortos. “Ele não consegue compreender a ideia de fazer algo por alguém que não ele próprio”, disse um dos amigos [do General John] Kelly, um general reformado de quatro estrelas.

“Quando entrei para o Exército, há cerca de 50 anos, fiz um juramento de apoiar e defender a Constituição”, escreveu Mattis [General James]. “Nunca sonhei que as tropas que fizessem esse mesmo juramento fossem ordenadas, sob qualquer circunstância, a violar os direitos constitucionais dos seus concidadãos – muito menos a fornecer uma bizarra fotografia para o comandante-chefe eleito, com a liderança militar a seu lado”.


Em todo o caso, está claro pelos comentários e previsões contraditórias de várias fontes, é que está em curso uma luta pelo poder com resultado indeterminado. Contudo, fora dos EUA, o consenso é que todo o falso reality show Democrata versus Republicano é o que precisa de finalizado.

O serviço de propaganda corporativa da AP tem mostrado uma crescente dissonância cognitiva entre as restantes ovelhas de mentes lavadas, ao descrever “versões de duelo de realidade em guerra”. 


O que estes bebedores de refrigerantes não se apercebem é que a psique global da máfia Khazariana está empenhada em demonizar a realidade. Quando este espetáculo de merda finalmente acabar e o mundo poder embarcar num caminho mais construtivo para a humanidade. 
Fim.


Autor: Benjamin Fulford 
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge
Veja mais artigos do Benjamim Fulford Aqui