Vilma Capuano – “A Sombra”

Compartilhe esse artigo

Na Psicologia clássica, a Sombra é um conjunto de qualidades negativas que uma pessoa possui, mas não reconhece como suas. Essas são as características do caráter que uma pessoa não aceita em outros, sem perceber que ela mesma possui em igual grau (o mecanismo de projeção), e que formam o “lado negro” de sua personalidade.

Começamos a criar a Sombra na infância, quando os pais dizem o que é bom e o que é ruim, o que é possível fazer e o que não é.

A Sombra é composta em grande parte por desejos reprimidos, fantasias e indignações infantis – tudo aquilo que não deve se orgulhar.

O não reconhecimento constante de si mesmo, a supressão e repressão dessas características requer muita força, tornando a pessoa inadequada e ineficaz, acumulando-se no inconsciente e saindo em forma de doenças, colapsos, ou paralisia por sentimentos de vergonha e culpa.

A consciência na elaboração e aceitação dessas características reprimidas leva a uma enorme liberação de energia que antes era gasta em constante autocontrole.

A força física e mental aumenta. Agora não há necessidade de esconder ou controlar nada em você mesmo e nos outros.

O resultado é a autoaceitação, vivendo conscientemente sem distorção, com autoconfiança, e fundamentando a capacidade de ser Honesto e Íntegro consigo mesmo.

A vida sendo experimentada cada vez com mais Facilidade.

“Eu os convido a se encontrarem, vocês sabem que não há nenhum esforço a ser feito a não ser olhar dentro de si mesmos” … (Ma Ananda Moyi – fev 2020)

Autor: Vilma Capuano
Fonte: https://www.facebook.com/vilma.capuano
Para mais mensagens como essa, clique aqui

 

Compartilhe esse artigo

About Author

Neva (Gabriel RL)