Vital Frosi – “Hora de assumir o teu poder”

Compartilhe esse artigo

Amados!

Como é triste ver que a maior parte da humanidade ainda não sabe o poder que tem! Como é doloroso saber que essas pessoas não vivem a sua própria vida, pois se sujeitam a viver a vida dos outros! Mesmo nos tempos atuais, oportunidade em que as consciências têm todas as possibilidades de expandir-se, ainda assim vemos que muitos não vivem a vida, apenas se arrastam vagarosamente pela monotonia dos seus dias.

As crenças limitantes foram impostas ao longo dos milênios, justamente para submeter a humanidade ao controle da minoria dominante. Já escrevi aqui outras vezes que a Terra foi capturada pelos invasores oriundos do Quadrante de Órion, principalmente pelas raças frias Arcontes, Drakonianas e Reptilianas.

Tantos milênios se passaram e ainda vemos a consciência coletiva num estado profundo de dormência. Limitar essa consciência foi a maneira mais prática que os escuros encontraram para submeter aos seus caprichos, a humanidade do Planeta Terra. Também facilitada pela pouca incidência de Luz, esta humanidade prolongou o seu sono e acreditou que esse era o seu normal.

Quem dorme não age! Quem dorme não reage! Quem se submete, aceita e obedece. Quem entrega o seu poder aos outros, não é mais dono de sua consciência. E, ao longo dos tempos, esta foi a única verdade em que todos acreditaram.

O ser humano encarnado, passou a viver uma fase obscura da sua alma. Acreditou que precisava ser guiado nos seus passos. Acreditou que era dependente, pois todas as suas ações, sempre estavam na dependência de alguma coisa. Depende do seu chefe para agir; depende do governo para se proteger; depende dos outros para vender, comprar, trocar; depende dos outros para se curar; depende dos outros para decidir qualquer coisa que só diz respeito à ele; e o pior de tudo, até a sua forma de pensar não é mais dele, pois pensa, age e reage de acordo com certas convenções impostas pelo que denominaram “politicamente correto”.

Então o homem não vive mais a sua vida. Passou a viver a vida que os outros determinam. Deram à isso o nome de inclusão. Incluir todos num mesmo saco. Obedecer as mesmas regras, os mesmos conselhos, falar os mesmos chavões, comer da mesma maneira, frequentar as mesmas festas, ouvir as mesmas músicas, vestir a mesma moda, seguir sempre aquilo que lhe é sugestionado, enfim, estar na completa dependência de um sistema imposto, dominador, castrador e completamente alienador.

Usando do princípio de que o ser humano é aquilo que acredita, os impostores não tiveram dificuldade em criar uma humanidade totalmente alienada, obediente e refém de suas crenças limitantes. Com o poder sempre em suas mãos, os dominadores do mundo usaram de uma estratégia bem popular: aguçar a ambição em cada ser humano.

Fazendo com que ele acreditasse sempre que um dia poderia estar também no comando, promoveram o revezamento de cargos e funções nas hierarquias superiores dentro dos vários poderes, mas nunca disseram que esse revezamento era feito somente entre os componentes do mesmo grupo, ou seja, daquele punhado de “famílias Arcontes”.

Entregando o seu poder aos outros, o homem passou a viver uma vida de completa ilusão. Todas as suas realidades jamais passaram de uma vã esperança. Esperar que o milagre aconteça um dia. Enquanto isso, cada dia a sua vida foi ficando mais dura e penosa. A cada dia o trabalho foi ficando mais árduo, e por fim, a luta já é pela simples sobrevivência. E a esperança que era a única energia que ainda o mantinha em pé, se transformou em desesperança.

Mas como sempre, o amparo nunca falta! Mesmo que a intenção dos escuros foi escravizar a raça humana, o Criador é que decide e dá a última ordem. E ele disse BASTA! Acabou a experiência sob os véus que encobriram as consciências dos Espíritos encarnados! Acabou o reinado dos Escuros neste Planeta maravilhoso! É hora da libertação da humanidade terrana. É hora do erguimento dos véus! É hora da retomada do poder que cada um tem, mesmo que nunca tenha nem mesmo imaginado o quanto.

Você passou pela noite escura da alma, pois ali estavam todas as lições as quais vieste aqui aprender. Era precisa esquecer quem você é de verdade. A tua consciência nunca soube o ser poderoso que você sempre foi e continuará sendo por todos os tempos. Submeter-se ao comando dos Escuros, foi simplesmente para experienciar a dualidade. E a Terra foi uma escola exemplar neste ensinamento.

Mas como estamos dizendo, o tempo findou. O BASTA já foi dado. Agora é hora da volta para casa. Hora de retomar os teus poderes. Os poderes inatos que nunca estiveram fora de ti. Ninguém, jamais teve mais poder sobre você do que você mesmo! Hora de abrir os olhos para ver e, de erguer os ouvidos para ouvir. Mas não mais aquilo que está fora; aquilo que está dentro!

Agora a tua alma quer falar! Ela deseja se expressar e te dizer tudo aquilo que foi impedida por tantos milênios. Mas ela quer antes, te mostrar o quanto tu és poderoso! E você vai se orgulhar ao saber disso e vai entender a grandeza do aprendizado conquistado.

VOCÊ SERÁ HONRADO PELO ESFORÇO E CONFIANÇA NO PLANO DO CRIADOR SUPREMO! Agora começa a comemoração pela grande vitória pessoal de cada um. Primeiro, tu poderás reconhecer que o medo não tem nenhuma razão de estar ainda presente na tua vida. Segundo, entenderás que ninguém tem mais poder que você mesmo, pois ele é individual, inato e que é um recurso recebido ainda no momento da criação do Espírito. Saberás que a mentira foi a armadilha para enganar aqueles que dormem, mas que nada pode contra os despertos.

Quanto mais desperta, a humanidade vai reconhecendo os seus verdadeiros algozes durante o sono vivido. Saberá quem esteve o tempo todo ao teu lado dizendo te proteger, mas que nada fazia além de te consumir até as últimas gotas de energia. Você agora pode subir a montanha e ver o horizonte. O panorama que se estende na planície é infinito, como infinitas são as possibilidades agora. Podes inclusive ver a debandada desesperada dos antigos dominadores. Tentam fugir, mas fugir para onde? Todos os Portais foram fechados e não resta outra alternativa que render-se. E nesta hora, você vai sentir compaixão pelos teus algozes de ontem, pois mesmo rudes, foram os teus professores. Eles te oportunizaram as experiências e as lições da vida. Exatamente aquelas que vieste aqui experienciar.

Eu sou Vital Frosi e minha missão é o esclarecimento!

Namastê!

Autor: Vital Frosi
Fonte: Vital Frosi
Para mais artigos como esse, Clique Aqui

Compartilhe esse artigo

About Author

Neva (Gabriel RL)