O fundo do poço se tornou a base sólida sobre a qual reconstruí minha vida

Compartilhe esse artigo

Não me soa estranho me sentir desesperado e derrotado. Depois de muitos relacionamentos fracassados, abuso físico, sexual e emocional em toda a minha vida, duas falências e a recente perda de meu negócio online (outubro de 2020), você poderia dizer que já passei por coisas o suficiente para duas vidas.

Eu vou admitir, muitas vezes eu queria que tudo acabasse. Houve muitos dias que eu simplesmente não sabia o quanto mais eu poderia agüentar. Minha perda recente me devastou além das palavras. Tudo pelo que trabalhei tanto nos últimos três anos foi completamente destruído. Estou entorpecido e me sinto derrotado quase todos os dias.

Aos 58 anos, começar de novo não me interessa, mas não tenho escolha. Eu sei o que esperar. Eu já estive aqui antes. É feio, confuso, frustrante, estressante e exaustivo. Todos os dias eu acordo e não tenho vontade de usar o computador para trabalhar.

Eu realmente não sinto vontade de fazer nada, para ser honesto, mas deitar na cama e chorar. Eu passo por sérias ondas de ansiedade ao longo do dia. Eles me atingem rápido, forte e sem aviso. Eu quero vomitar. Eu quero me enrolar em uma bola e morrer. Quero que alguém me diga que tudo isso é um pesadelo e amanhã as coisas vão voltar ao normal.

Nada disso acontece. E me forço a trabalhar e começar um novo dia.

Suas lutas e dores são reais

Dor é dor, caos é caos. Não importa o que pareça para você. Nunca deixe ninguém dizer que seus sentimentos são ridículos. Nunca pense que você está exagerando. O que você sente é real, e você precisa respeitar suas emoções, sentir todas as sensações. Apenas não fique aí. Quanto mais tempo você ficar pra baixo, mais difícil será voltar a subir.

Aqui estão dez coisas a fazer quando você está se sentindo derrotado, sem esperança, desamparado e triste – todas as coisas que me ajudaram, e espero que ajudem você também.

1. Chore muito

Muitos de nós seguram nossas lágrimas porque pensamos que é um sinal de fraqueza. Absolutamente não, e é quase obrigatório arrancar essas lágrimas. Volte para a última vez em que você deu uma boa festa do choro e tente se lembrar de como se sentiu depois. Acho que você sentiu como se uma tonelada de tijolos tivesse acabado de ser tirada de seus ombros.

Chorar é muito terapêutico. Faça isso. Sempre que você precisar. Grite e chore em um travesseiro se precisar, mas tire essas lágrimas.

2. Ligue para um amigo

Embora isso pareça muito simples, a maioria nem mesmo pensa em fazer isso porque não quer sobrecarregar seus amigos ou porque estão presos demais em seus problemas para pensar em falar sobre outra coisa.

Escolha uma pessoa com quem você adora conversar e converse com sua carinha fofa. Você pode falar sobre o seu problema se achar que isso vai ajudar ou pode usar isso como uma oportunidade para tirar as coisas da cabeça. Apenas fale!! Sobre qualquer coisa, tudo, coisas bobas e nada.

Lembro-me do dia em que meu negócio quebrou e eu estava com muita raiva e chateado, mas também envergonhado porque não queria que ninguém soubesse o que aconteceu comigo e que meu negócio tinha ido por água abaixo. Depois de uma semana, decidi ligar para um de meus queridos amigos, e ele não só foi ótimo em me confortar, mas também me assegurando de que tudo ficaria bem. Foi um grande alívio receber essa confirmação de um amigo.

Às vezes, precisamos ouvir palavras de conforto!

3. Seja Voluntário

Eu digo isso a todos. Se você está triste, seja voluntário. Como agora mesmo. Você nem pode imaginar o poder por trás de ajudar alguém ou algo em necessidade. Seu coração se enche e depois explode, você chora lágrimas de felicidade, e isso honestamente lhe dá muita alegria.

Encontre uma organização que ressoe com você e ligue para ela. Vá passar uma hora por semana lá. Este logo se tornará o seu lugar feliz e algo que você esperará ansiosamente todas as semanas.

4. Escreva uma carta de amor para si mesmo

Vou ser honesto, não escrevo há algum tempo, mas acho que está na hora.

Uma carta de amor para você mesmo é muito poderosa e terapêutica. Nesta carta, você conta a si mesmo todas as coisas incríveis e impressionantes sobre você. Você lista todos os motivos pelos quais não deve se sentir um perdedor. Você diz a si mesmo para sacudir a poeira e dar a volta por cima.

Você pode continuar falando sobre como você é maravilhosamente incrível. Escreva todas as coisas que você ama em você e todas as suas qualidades radiantes e redentoras.

Agora, antes de você dizer: “Oh, eu não amo nada em mim”, pare aí.

Vá se olhar no espelho agora. Aposto que você tem os olhos mais lindos e o sorriso mais doce de todos. Ou talvez você seja uma pessoa determinada e obstinada. Ou talvez você tenha um coração de ouro! Aposto que há um milhão de coisas incríveis sobre você. Encontre-as e escreva sobre elas.

5. Coloque música alta, cante e dance

Oh sim. Escolha a música mais alta e poderosa que você tem (e adora) e aumente o volume do som. Ou talvez você ame country ou jazz ou qualquer outra coisa! Aumente e se jogue na dança. Dance, cante, pule pela casa como um tolo idiota.

Às vezes, quando estou me sentindo pra baixo, coloco a música mais triste com as letras mais difíceis, canto alto, choro muito, e depois disso me sinto um milhão de vezes melhor !!

Solte e perca todas as suas preocupações e angústias em sua música favorita. Você vai se sentir incrível, vai até fazer um pouco de treino e sua adrenalina vai aumentar um pouco, então você pode até se sentir invencível! Você pode!

6. Dê um passeio

Outra coisa simples de fazer que frequentemente esquecemos. Para muitos de nós, quando estamos nos sentindo realmente tristes, não queremos nos vestir e sair. Queremos ficar dentro de casa, chorar e comer junk food (mais sobre isso mais tarde), mas você não pode ficar aí para sempre.

Você tem que sair do seu lugar escuro. Você tem que tomar passos de ação (com o perdão do trocadilho) para seguir em frente e ser feliz novamente.

Calce os sapatos e saia. Você nunca sabe com quem vai encontrar ou que tipo de coisas super legais podem acontecer com você. Esteja aberto a surpresas e encontros casuais. Ou talvez você apenas encontre e veja pequenas coisas que trazem um sorriso ao seu rosto.

7. Assistir a filmes engraçados e comer junk food

Sim, eu disse isso. Comer junk food, também conhecido como comida de conforto. Eles chamam isso de comida reconfortante por uma razão. Porque é exatamente isso que ele faz. E sim, eu entendo que podemos ter uma pequena dor de barriga pela manhã, tudo dependendo da quantidade de comida reconfortante que você consumiu na noite anterior, mas realmente, chocolate e batatas fritas e donuts e bolo realmente fazem bem à alma.

No entanto, uma pequena palavra de advertência: só faça isso se você puder desfrutar de comer e não estiver se esforçando para entorpecer seus sentimentos, e por favor, não faça disso um hábito diário. Todos nós sabemos que comer junk food é ruim para nós. É uma boa solução rápida em um dia muito triste, mas não é algo que você deve fazer o tempo todo. Lembre-se de que a vida também tem tudo a ver com equilíbrio. Isso inclui seus hábitos alimentares.

Portanto, encontre seus filmes favoritos – eu geralmente opto por filmes engraçados ou thrillers de super ação – e se perca neles. Esqueça suas preocupações e aflições, mesmo que apenas por duas horas ou mais, e deixe-se levar um pouco.

8. Escreva uma carta da verdade

Sim, adoro escrever cartas. É a melhor terapia que existe, eu juro! Assim como uma carta de amor para você mesmo, uma carta da verdade é uma carta que você escreverá para alguém ou algo que está causando elancolia e tristeza.

É aqui que você escreve toda a sua raiva, toda a sua mágoa; cada maldita emoção que você sente sobre essa pessoa / coisa, tire tudo para fora! Conheço algumas pessoas que escreveram cartas verdadeiras com trinta páginas. Você escreve até não poder mais escrever!

Isso é algo que você pode fazer sempre que tiver pensamentos de ódio ou raiva sobre essa pessoa ou coisa. Eventualmente, os pensamentos não aparecerão com tanta frequência.

9. Defina um cronômetro

Já sabemos que não podemos ficar neste lugar escuro e triste por muito tempo, ou ele vai nos consumir. Depois de algumas semanas sentindo-se assim, ajuste o cronômetro para quinze minutos, duas vezes por dia. Neste intervalo de tempo, sinta-se zangado, triste, chore, grite ou faça qualquer outra coisa que você tenha que fazer, mas quando o tempo acabar, tente se recompor e desvie sua atenção para outro lugar – no seu trabalho, um hobby, ajudar um amigo, qualquer coisa além de seus próprios problemas.

Pensamentos negativos surgirão fora do seu intervalo de tempo. Mas lembre-se de que você pode escolher se deseja ou não interagir com eles. Você sempre tem a opção de deixar seus pensamentos passarem sem se envolver em suas histórias mentais. Isso cabe a você fazer.

Sim, isso é difícil de fazer, mas o benefício é que você está se permitindo um tempo para o luto, sem permitir que o luto o consuma totalmente e domine seus dias.

10. Tenha um “meu dia”.

Mesmo se você não puder levar o dia todo, tente reservar pelo menos algumas horas para se mimar. Vá a uma manicure ou pedicure ou chame uma para você em casa. Arrume seu cabelo, saia para um encontro. Faça algo de que goste, algo que o coloque em um estado de fluxo.

O que quer que você faça, faça-o em homenagem a si mesmo e ao quão incrível você é. Aproveite este tempo para amar a si mesmo, por mais difícil que seja, e apenas esteja presente com você e somente você.

———

À medida que passo pelo meu tempo difícil, continuo dizendo a mim mesma que isso é temporário, vou ficar bem e manter a fé. Acredito que tudo sempre dá certo no final, exatamente da maneira que deveria, quer entendamos ou não, e isso me traz conforto. Mas não negue suas emoções. Acho que a coisa mais importante a lembrar é que você deve honrar e sentir seus sentimentos, mas você não pode ficar aí. É importante tomar medidas para voltar ao seu ‘normal’, seja o que for que pareça para você, ou aceitar que é hora de criar um novo normal. Passos de bebê são melhores do que nenhum passo. Faça uma ou duas pequenas coisas todos os dias e, antes que perceba, você estará sorrindo e se sentindo melhor consigo mesmo e com a vida novamente. Você consegue, baby!

Fonte: Era of Light
Tradução: Odivia Barros – odiviabarros@gmail.com

Compartilhe esse artigo

About Author

Neva (Gabriel RL)