Os Anjos – “Transformando os desafios em oportunidades”

Compartilhe esse artigo

Se você já leu o meu livro, “O amor é o Rio: Aprendendo a viver no fluxo da graça divina”, você já ouviu uma das minhas histórias favoritas sobre a vida tentando chamar minha atenção. (A propósito, é um bom livro! Ainda o reli para me lembrar de praticar o que prego.) De volta à história, eu estava exausta. Amigos começaram a me dizer para descansar. Os anjos me disseram para descansar. Eu sabia que precisava de mais descanso … e crash, boom, bang, tive um acidente que me deixou de castigo por cinco meses! Eu até tive uma escolha até o último minuto para evitá-lo, mas a minha natureza de, “eu posso fazer tudo” na época, me guiou direto para o recolhimento. Embora não haja nada de errado em acreditar em nossas próprias habilidades, eu estava me pressionando sem piedade.

Enquanto estava recolhida, ouvi os anjos. Fiquei em silêncio na maior parte do tempo. Embora eu tivesse um pé quebrado e um tendão rompido, tomei poucos medicamentos para a dor e, em vez disso, aceitei a dor. Eu mergulhei nisso. Eu descobri o que ela estava me dizendo. Cancelei a minha vida social e, pela primeira vez como adulta, coloquei minhas próprias necessidades em primeiro lugar. Estava na hora. Minha alma vinha chorando por isto há anos.

Houve outros momentos em que surgiram desafios depois de eu ter recebido um aviso prévio muito mais sutil. Passei boa parte dos meus trinta anos em relacionamentos aos quais não pertencia, simplesmente porque precisava de amor e estava disposta a me relacionar com pessoas que tinham potencial – mesmo que não o estivessem vivendo. Nem preciso dizer que aprendi da maneira mais difícil. Meu coração me dizia para parar com isso. Minha mente me convenceu a tentar ainda mais. Não é de admirar que fui decepcionada repetidamente!

Depois de lamentar meu coração “vitimizado”, percebi que continuei entrando em relacionamentos que realmente não ressoavam comigo ou com o que eu queria, e a parte engraçada é que eu sabia disso todas as vezes e fiz assim mesmo. Desnecessário dizer que esses desafios se tornaram grandes oportunidades para aprender a amar o verdadeiro Eu interior e ter compaixão pelos outros que simplesmente estavam fazendo o melhor que podiam. Eu poderia ter enfrentado muito menos “desafios” se tivesse ouvido meu coração ao longo do caminho, mas os “desafios” se tornaram minha “oportunidade” de aprender esta lição.

Quanto mais você compreende este conceito, mais os desafios – grandes e pequenos – ficam mais fáceis de lidar. Há algumas semanas, eu sempre acordava com poças de água em minha cozinha. Eu não tinha ideia de onde elas vinham, então me concentrei em como seria ter clareza e de repente percebi que o filtro do cartucho na torneira precisava ser substituído. Fui para baixo da pia para desligar a água, mas como as alças estavam muito presas, tive a sensação muito forte de não forçá-las. Eu escutei e chamei um encanador.

Eu pretendia um encanador perfeitamente saudável, feliz e competente que pudesse consertá-la em uma visita. Quando a empresa que sempre uso não conseguiu me convencer rapidamente, eu soube que o universo estava trabalhando em meu nome. Com certeza, um encanador muito feliz e saudável chegou e, embora ele me dissesse que ele teria que voltar porque não tinha a peça em estoque, eu, então,fiz o pedido online, perguntei ao encanador se não haveria problema se eu fosse à loja e a pegasse, enquanto ele consertava as travas sob a pia. Ele se sentia confiante e eu estava com uma vibração alta o suficiente para confiar em mim! Na loja, o maravilhoso homem do atendimento ao cliente com quem conversei se certificou de que eu não tivesse que esperar as duas horas habituais para a retirada. Em vez disso, esperei dois minutos. O conserto foi feito em uma visita. Sem alças quebradas. Sem alagamento. Um encanador feliz e saudável, e eu feliz .

Sei que este é um exemplo simples e absolutamente nada como o desafio de perder um emprego, um relacionamento ou uma vida. No entanto, os mesmos princípios e conceitos se aplicam. Eles têm funcionado na minha vida de forma consistente e funcionarão na sua também.

Aqui estão algumas dicas para ajudá-lo a aceitar o desafio como oportunidade

1- EVITE O JOGO DA CULPA E SE CONCENTRE NO FUTURO

É muito humano se culpar ou os outros quando surge um desafio e ainda assim é totalmente desempoderador. Você está aqui e agora. O que você quer a seguir?

Na maioria dos desafios, nós e outros cooperamos totalmente para chegar a este ponto. Sim, cooperamos. Eu realmente tive um ataque quando os anjos apontaram isso pela primeira vez há anos! “Eu? Cooperei com a criação disso? ” “Sim”, eles responderam, “exatamente!”

Com o tempo, entendi. Quando outros me agrediram no passado, eu cooperei involuntariamente ao ter uma energia que o permitia. Eu os temia ou me preocupava com o que pensavam de mim. Humano? Sim. Uma oportunidade de crescer? Sim, definitivamente. As opiniões dos que me odiavam não me incomodam mais. Eles têm o direito de pensar como o fazem. Estou contente em saber que sou íntegra comigo mesma e com Deus.

Da mesma forma, quando os desafios financeiros surgiram no passado, olhei para trás e percebi que estava sentindo um pouco de falta ou não aceitando a energia da abundância com força suficiente para criar o que queria. Quando as pessoas em minha vida me deixaram, percebi que não estávamos ressoando de alguma maneira e que era hora de nos separar.

É fortalecedor e esclarecedor parar o jogo da culpa, assumir a responsabilidade por nossa cooperação nos desafios e nos capacitarmos para criar melhor.

2- NÃO FIQUE PRESO NA ENERGIA DO DESAFIO

Existe outra tendência humana de se envolver mental e emocionalmente em um desafio até que seja resolvido, enquanto se ignora tudo de bom em todas as outras áreas de nossas vidas. Quando você pensa sobre isso, isso não faz sentido. Quando tiver um desafio, faça o que sabe fazer, concentre-se em como seria a sensação de ter o problema resolvido e, em seguida, desfrute da sua vida até obter inspiração para agir.

Por exemplo, li recentemente alguns comentários em meu site que diziam que tenho uma taxa de rejeição de 60%. Isso significa que 60% das pessoas que vêm ao site saem porque ele carrega muito lentamente em seus dispositivos. No começo foi difícil de ouvir, já que trabalhei muito nisso. A realidade é que preciso mudar isso. Eu não sabia imediatamente como. Em menos de um dia, várias soluções me foram apresentadas e estou animada com a reconstrução de todo o site para torná-lo muito mais amigável. Desafio – oportunidade – solução. Isso pode acontecer rapidamente. Pode levar meses para realmente implementar a solução em 3D, mas isso não me incomoda. A energia mudou rapidamente. Agora estou super empolgada para ser criativa novamente e aprender algo novo.

3- CONSIDERE A VIDA COMO UM JOGO QUE VOCÊ ESTÁ TENTANDO DOMINAR

Às vezes, os desafios parecem uma afronta pessoal! Às vezes você se sente como, “O que …?” “De onde veio isto?” “Por que eu?” etc …

No entanto, se chegássemos a um desafio como jogávamos um videogame, nunca teríamos estes pensamentos! Nós ficaríamos animados e trabalharíamos para dominá-lo.

Certa vez, tive um amigo que queria criar um videogame. Consultamos um psicólogo de videogame. Essa é uma profissão real. Ele nos disse que, para que um videogame tenha sucesso, os usuários precisam ficar entusiasmados com os desafios e se sentirem bem, quer os dominem ou não, mesmo que simplesmente tentem. Você tinha que “glorificar as tentativas” não apenas “as vitórias”. Seriamente! Podemos aplicar isso à vida. Parabenize-se por enfrentar os desafios da vida e por ficar animada com o resultado. Parabenize-se pelas tentativas de convertê-los em oportunidades. Tente, tente novamente até dominar sua mente e ter sucesso.

Como todos nós, meu ego humano prefere ter uma vida sem desafios! No entanto, eu me rendi ao fato de que a alma está aqui para acolher as oportunidades de se expandir e crescer. Posso aceitá-los de boa vontade – fazendo as coisas que quero fazer quando quero, acreditando nos meus sonhos e vivendo da maneira mais amorosa e centrada no coração que puder – ou posso ignorar que o meu coração e minha vida irão me dar desafios que me motivem!

Então, quando você puder, ouça o seu coração e aja quando for inspirado a fazê-lo. Quando os desafios vierem, perceba que eles são uma forma autocriada que trazemos, com a necessidade de crescer e expandir..

As rochas ao longo das paredes do cânion guiam a água no caminho de menor resistência. Os desafios em nossa vida nos guiam de volta ao caminho de menor resistência para o fluxo eterno do amor.

Canal: Ann Albers
Fonte: www.visionsofheaven.com
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Veja mais mensagens dos Anjos Aqui

Compartilhe esse artigo

About Author

Neva (Gabriel RL)