Vilma Capuano - "Perguntas que abrem portas" - Sementes das Estrelas

Vilma Capuano – “Perguntas que abrem portas”

Compartilhe esse artigo

O seu caminho de vida tem uma transcendência sobre a consciência coletiva do planeta. A qualquer momento a sua intenção abrirá possibilidades de encontrar as portas do Bem Maior que você anseia tanto.

O que você pode fazer com facilidade, alegria e entusiasmo será a chave.

Há uma série de perguntas que você pode fazer para sua melhor direção :: não há respostas certas ou erradas, às vezes uma pergunta feita corretamente já é a resposta.

Quantos anos você daria a si mesmo sem importar-se com a idade biológica?

Você está fazendo o que acredita ou tentando acreditar no que está fazendo?

O que você realmente queria fazer, mas nunca fez? O que está paralisando você?

Você está se agarrando a algo que precisa abandonar?

Se lhe fosse oferecido para se mudar permanentemente para outro país, para onde seria e por quê?

Você pressiona o botão de chamada do elevador mais de uma vez? Você acha que isso vai acelerar o elevador?

Se você pudesse se tornar seu próprio amigo, gostaria dele?

Se começam a criticar seu amigo íntimo, sem saber que você é amigo dele, o que você faz?

O que você faz de diferente na vida das outras pessoas?

Seu maior medo se tornou real?

Você se lembra de como você ficou terrivelmente chateado há 5 anos atrás? Isso importa agora?

Que eventos do seu passado o fizeram sentir-se realmente feliz?

Quando foi a última vez que você começou a agir tendo apenas a nuance de uma ideia, mas acreditando fortemente nela?

O que considera pior: falhar ou nunca tentar?

Por que tem medo de cometer erros?

Por que faz tantas coisas que não gosta e tão poucas que ama?

Se você ganhasse um milhão de dólares agora, você pediria demissão do trabalho?

O que você poderia fazer de diferente sem ligar para julgamentos?

Se todos que você conhece poderiam morrer amanhã, quem você visitaria hoje?

As decisões você mesmo toma ou outra pessoa toma por você?

 Pelo que você é mais grato nesta vida?

Seja o espelho que conduz as pessoas de volta à si mesmas.

Solte o controle.

Permita que haja pessoas que se irritem, que estejam insatisfeitas.

Se olham para você com a expectativa da “solução”, faça com que se responsabilizem por essas expectativas, e pela própria insatisfação.

Permaneça no seu centro. Não reaja.

Deixe-as observarem seu silencio.

Haverá ocasiões em que você não poderá estar “presente” porque você tem que estar somente para si mesmo.

Que não haja prisioneiros nem carcereiros…. liberte-se e liberte-os.

E quem não compreender, que tenha a liberdade de continuar entre as grades.

E quando o encarcerado gritar, fique em silêncio.

Sua Paz Interior será a melhor contribuição.

Autor: Vilma Capuano
Fonte: https://www.facebook.com/vilma.capuano
Para mais mensagens como essa, clique aqui

Compartilhe esse artigo

About Author

Neva (Gabriel RL)