Mãe Terra – “Saia da sua cabeça”

Mãe Terra – “Saia da sua cabeça”

Compartilhe esse artigo

Caros amigos,

Eu sou a Terra. Sinta minha energia e minha força. Faça a conexão comigo através do seu corpo, que é a ponte entre nós. Deixe-me entrar em sua vida, para que eu possa dar o que você precisa, o que só é possível quando você se permite receber. Você se tornou humano aqui na Terra por seu corpo receber os elementos da Terra, e somente através de uma conexão profundamente sentida comigo você pode manifestar em carne e osso quem você é realmente: um ser mais profundo e completo.

Quero receber sua alma, seu calor e luz interiores e, em troca, dar a você tudo que você precisa como ser humano para florescer e brilhar, para manifestar e irradiar o que você é. No entanto, quando se trata de receber, há uma barreira nos humanos que me impede de dar a você tudo o que você precisa. Há uma incapacidade das pessoas de se conectar com a Terra e receber minha energia, não apenas no nível individual, mas também no nível coletivo. Esta é a razão pela qual a humanidade como um todo está tão perdida em sua mente e, portanto, permanece em terreno instável e incerto.

Muitas pessoas se desconectam do agora perdendo-se em pensamentos contínuos e agitados, por serem enredadas no passado ou guiadas pelo futuro e por serem apanhadas pelo estresse e pela pressão do mundo exterior. Não posso alcançá-lo quando você está preso em sua cabeça, então peço que experimente esse espaço entre nós por um momento. Veja uma pessoa diante de você que está completamente em sua cabeça e totalmente tomada pelos pensamentos que giram e se agitam ali; elas se tornaram prisioneiras de sua própria mente. Enquanto isso, seu corpo fica mais sem vida, menos vital e poderoso. Recebe muito pouco alimento de sua própria consciência e, dessa forma, não pode ser inspirada pelos poderes da Terra e da natureza. Essa pessoa perde a conexão com seus sentimentos e com o fluxo de energia dentro de seu corpo e, até certo ponto, cada um de vocês é um ser humano. No entanto, não pode ser diferente disso, porque durante séculos você foi enormemente influenciado pela maneira como os seres humanos foram criados.

Por que toda essa energia ficou concentrada na cabeça? Orientar-se principalmente a partir da mente só acontece quando já existe uma espécie de ruptura entre você e a Terra. Um animal está naturalmente conectado com seu ambiente e forma um todo orgânico, primeiro com sua própria espécie e, em seguida, com seu ambiente estendido. Ele se sente parte indissociável do todo e se imerge nesse todo. Sente que pertence e não pensa em como é estar separado do todo.

A experiência natural de estar conectado está ausente na maioria das pessoas. Se você está preso em sua cabeça, há uma sensação de estar perdido: uma solidão, uma sensação de estar separado e uma falta de significado e de capacidade de dar sentido à sua vida. Não é estranho, então, que as pessoas comecem a se comportar de uma forma que as separa e as afasta ainda mais de si mesmas, dos outros e de mim, a Terra.

Há medo nas pessoas que vivem na cabeça, e o resultado é que surge nelas a necessidade de controlar e eliminar esse medo, ou pelo menos ocultá-lo. Infelizmente, seu medo nunca é realmente aliviado, se esse alívio vier apenas por meio da cabeça, por meio da atividade mental. Na verdade, você cria então apenas mais barreiras contra a vida, porque muitos julgamentos sobre o que deve, pode ou pode ser estão localizados na cabeça.

Agora, por um momento, imagine alguém cuja energia não esteja tão concentrada em torno de sua cabeça. Veja aquela pessoa em pé na Terra. Você pode ver um ser humano que tem um tipo diferente de presença e cujo ser habita seu corpo de uma forma única e individual. Talvez o que surja na sua imaginação seja a visão de uma pessoa que está descalça e com roupas leves, uma pessoa mais natural. Olhe para o coração e a essência dessa pessoa. Esse ser humano faz parte do todo ouvindo o que a natureza tem a lhe dizer e estando ciente do fluxo da vida em seu corpo. Essa pessoa sente do abdômen o que precisa fisicamente: comida, roupa, abrigo, e sente do coração o que precisa emocionalmente: conexão com outros seres, paixão, inspiração, criatividade. Este é o novo humano, porque é ele quem quer nascer através de você e fazer uma conexão com você na nova Terra.

Você, que está aqui neste ambiente maravilhoso e benéfico (sul da França, onde ocorreu a canalização), pode imaginar este novo humano, porque é mais fácil para você se conectar com a natureza estando aqui. Chame essa figura em sua imaginação, ela já está dentro de você, é a sua visão de seu eu futuro. A atividade em sua cabeça ficou parada e silenciosa; você desceu mais profundamente em seu coração e abdômen. Você não precisa mais tentar regular e trazer ordem por meio de sua mente pensante; você facilmente permite que as coisas sejam como são naturalmente. E é a partir dessa atitude mais passiva – aparentemente passiva porque na verdade você está aberto e receptivo, sem querer agarrar e controlar – que você pode realmente receber sua alma na Terra.

Sua alma é como a luz das estrelas, da qual um raio se estende até a Terra, um raio que só pode penetrar e brilhar por meio da receptividade de um ser humano. Imagine por um momento que dentro de sua alma há uma estrela de luz. Invoque essa estrela, o que deve ser muito fácil para você, porque você é essa estrela. Imagine que a luz desta estrela incide sobre você, e olhe onde em seu corpo essa luz é mais facilmente recebida – e não é em sua cabeça.

Permita que a luz da estrela eterna que você é flua em seu corpo, através de seu coração para seu abdômen, cóccix, pernas e pés. Como ser humano, você é um canal para a luz da sua alma. É por isso que é tão essencial valorizar sua própria humanidade e compreendê-la e amá-la. Sua humanidade não é um obstáculo para sua alma, mas um parceiro. Sua humanidade, com todas as suas emoções, pensamentos e corpo, faz parte da sua vida aqui. É o canal pelo qual sua alma deseja fluir. Abrace sua dignidade como ser humano.

É o resultado de viver da sua cabeça que faz com que você sempre se esforce muito para provar que é alguém que merece ser amado. Você ignora quem você realmente é, porque sempre há algo fora de você que você deseja e busca, mas, ao fazer isso, você não pode ser o canal de recepção da energia da sua própria alma. Só quando você realmente está consigo mesmo e é quem você é como ser humano, com todas as inseguranças e incertezas que fazem parte do ser humano, que você pode realmente estar em Casa e ser um com sua alma. Você, então, não precisa provar a si mesmo; você sabe que é bom como você é.

Tudo o que você é – todas as facetas do ser humano – faz parte desta vida na Terra e nada precisa ser removido. Quando você diz “sim” à sua humanidade, você se liberta. Você não luta mais consigo mesmo e se torna parte do todo. Cada ser humano é único e segue seu próprio caminho. É exatamente por isso que vocês têm tanto a dar uns aos outros, porque cada um de vocês tem uma perspectiva única e é insubstituível no todo.

Por fim, gostaria de lhe pedir que imagine que está na nova Terra, um lugar onde as pessoas vivem muito menos da cabeça e mais em harmonia consigo mesmas, com a natureza e também com as outras pessoas. Veja-se lá e deixe sua imaginação vagar livremente. Veja, por um momento, como você viveria lá. Existe um ambiente em algum lugar na natureza, por exemplo, onde você pode ser você mesmo, onde se sente em paz e relaxado? Você sente uma conexão com todo esse ambiente e se senta lá com muita calma e tranquilidade. Talvez você tenha sua própria casa de campo lá, que reflita completamente quem você é. Você se sente seguro e protegido naquela casa. Permita que o ambiente o influencie; é importante que você sinta isso.

Em seguida, olhe ao seu redor para ver se há outras pessoas nas redondezas. Veja se você sente uma conexão com essas pessoas e se esta é uma comunidade de pessoas com as quais você pertence nessa nova Terra. E dê um passo adiante; imagine que você se reúna com essas pessoas em um centro ou uma praça onde você se reúne em um círculo. Como é natural para você estar com essas pessoas, porque você não tem nada a provar a elas, você pode simplesmente ser você mesmo.

Esse é o seu papel nesta comunidade; ser você mesmo e irradiar sua energia única a partir daí. Sinta por um momento como as pessoas são gratas por você fazer parte desta comunidade, como elas apreciam você por quem você é, como elas são inspiradas por sua presença e contribuição. Sinta essas pessoas e você formando um círculo, todos de mãos dadas. Juntos, vocês geram algo lindo para a Terra e para a humanidade.

Desta forma, o fluxo de dar e receber se une sem esforço. Você sabe quem é e recebe naturalmente o que precisa para viver bem e em harmonia. Agradeça a si mesmo por seu valor como ser humano. Meu desejo para você é que se leve muito a sério e não se denigra como costuma fazer. Você é o canal para a nova Terra que deseja surgir de dentro da velha, que estava cheia de medo e julgamento. A nova Terra quer se manifestar, então leve-se a sério como um precursor deste novo tempo. Abrace totalmente a sua humanidade, pois esse é o canal para que a manifestação ocorra. Sua humanidade individual o torna parte do todo; indispensável e único. Este é o meu apelo para você: acredite em você mesmo, aprecie-se e levante-se e ouse brilhar. Ouse dar e receber!

Canal: Pamela Kribbe
Tradução: Flávia Grimaldi / Sementes Das Estrelas

Compartilhe esse artigo

About Author