Brenda Hoffman - "Desperte e aceite o seu poder" - Sementes das Estrelas

Brenda Hoffman – “Desperte e aceite o seu poder”

Compartilhe esse artigo

Meus queridos,

Você provavelmente tem dificuldades em se declarar livre de medos lógicos que você experimentou na 3D, mas ilógico agora.

Uma vez que você pode criar o que precisa quando você precisa, não há medo que você não possa superar. Você é o seu poder. Ninguém pode tirar esse poder ou a sua independência.

Muitos de vocês acreditam que o seu governo está obrigando você a fazer algo. Ou o seu chefe ou companheiro está forçando você a ser alguém. NÃO! Não há outra resposta que nós, dos Universos, podemos dar a você além de “NÃO!” Você é livre.

Se você sente que não pode ser você mesmo na companhia de alguém, é hora de se perguntar o que você vai fazer a respeito? Você não é um ser humano 3D acovardado. Você é um ser livre em um mundo recém-libertado.

Alguns de vocês afirmam que devem fazer o que é necessário para manter o seu emprego ou que não podem deixar seu cônjuge por causa dos filhos, dinheiro, amigos ou qualquer outra coisa. Todos problemas reais. Mas então, por que você está com tanta dor?

Você não vê como está dando o seu poder a todos, menos a você mesmo? Isso não quer dizer que você deva destruir a outra pessoa. Mas, em vez disso, para você ficar ereto e orgulhoso – ser você. Você está cheio de poder interior – o poder de declarar que o seu desconforto é causado por você ou que precisa estar nesse relacionamento.

Muitos de vocês acreditam que não criou essa bagunça, que alguém fez isso com você. É claro, eles fizeram – a seu convite. O que você está escondendo de si mesmo? O que é esse desconforto que o incentiva a explorar? Qualquer coisa desagradável que você sinta agora é de sua responsabilidade.

O desagrado é causado por você por um motivo. Conforme você avança para a 5D e além, você pode descobrir peças que temia abordar na 3D. Essas peças agora estão vindo para frente porque você é forte o suficiente para explorá-las.

Esta mensagem não é para todos. É para aqueles que continuam a se colocar em situações desconfortáveis, apesar de seu novo poder interior.

Portanto, pergunte-se em qualquer situação desagradável: “Por que criei esta situação?”. Não se trata de seu governo, seus parceiros ou seu ambiente de trabalho. É você.

Um conceito difícil de aceitar para muitos, apesar da alegria de ir além dos deveres 3D. Você acredita que é livre – mas uma liberdade que não se estende ao seu trabalho ou vida pessoal. Que apesar de todos os seus turnos, você deve cuidar de seus filhos além do que é confortável, que você deve lutar em mini guerras ao longo do dia, na esperança de que essas guerras se dissipem com o tempo.

Você é perfeitamente capaz de levar alguns deveres para o seu novo mundo. Não porque você precisa, mas porque você estava ou tem medo de abordá-los. E se você disser ao seu empregador como se sente e for demitido? E se você se recusar a seguir as ordens de seu cônjuge e ele for embora? E se, e se.

Portanto, muitos de vocês mudaram de seus deveres ou medos imediatos para partes maiores, como o governo. Mesmo sabendo que essa transição é um trabalho de dentro para fora, você continua a travar batalhas de fora para dentro. Você é um participante de seu país, estado, comunidade, etc., mas você é o seu criador.

Lutar contra o governo ou qualquer coisa fora de você o proíbe de olhar para dentro.

Você pode responder que lutar contra algo fora de você é proclamar a sua liberdade de ser. Isso era na 3D, mas não é mais. Você não pode mudar o seu governo ou as ações de ninguém de fora para dentro. Muitos de vocês prolongam a agonia 3D sob a ideia equivocada de que irão se dirigir a vocês depois de cuidar de problemas externos.

Esses seres ou lugares que tanto incomodam são professores, não inimigos. Algo dentro de você é a dificuldade, o medo que você não abordou. Esta é uma transição de dentro para fora.

Era lógico mudar de ambiente quando você estava na 3D, esperando que a peça do medo desaparecesse. Você não está mais em um ambiente desconfortável, a menos que você queira.

Talvez essa última afirmação soe como um julgamento severo. Não é. É apenas um lembrete de quão poderoso você é – e que você não está mais vivendo uma vida 3D.

A maioria de vocês que está lendo esta informação treinou por eras para olhar para fora de si mesmo, para culpar esta pessoa ou aquela época pelo seu desconforto. Aceitar que esta é uma época diferente, com preocupação diferentes, é algo que a maioria de vocês está continuamente aprendendo.

Nós, dos Universos, poderíamos nos dirigir a vocês em um nível da primeira série da 5D se quiséssemos abraçá-los ou cuidar de vocês. Esse tempo acabou. É hora de ser direto. Então nós estamos sendo. As informações que transmitimos hoje não são novas para vocês; é apenas uma chamada de atenção mais direta do que vocês estão acostumados.

Desperte e aceite o seu poder. Então, finalmente, aceite que essa transição mudou as suas diretrizes de fora para dentro e de dentro para fora. Não há necessidade de clamar aos Universos para ajudá-lo a superar essa dor ou essa direção, pois você é tão poderoso quanto qualquer ser universal. É hora de criar, em vez de gritar por ajuda com a dor dirigida para o exterior.

Muitos de vocês estão chocados com as nossas palavras, pois certamente podem pedir a nossa ajuda com as dificuldades de seu novo ser. Não é isso que estamos tratando com esta mensagem. Nós, dos Universos, estamos atendendo à sua necessidade contínua de nossa ajuda com a dor dirigida para o exterior. Você é poderoso o suficiente para contornar essa dor. Como você vai fazer isso? Pois não é mais uma prioridade atender às necessidades ou desejos dos outros.

“Quem é Você?” Essa é a única pergunta que você precisa fazer a si mesmo. Não, “Quem é essa pessoa que está me causando dor?” Mas, em vez disso, “Por que eu preciso que essa pessoa coloque em mim a dor?”.

Você está em um novo mundo com novas questões e habilidades poderosas para resolvê-las. Que assim seja. Amém.

Autor: Brenda Hoffman
Fonte: https://www.lifetapestrycreations.com/
Tradução: Sementes Das Estrelas / Cristiana D’eleuterio
Veja mais Brenda Hoffman Aqui

Compartilhe esse artigo

About Author

Neva (Gabriel RL)