Mãe Maria – “O que o mundo precisa agora”

Mãe Maria – “O que o mundo precisa agora”

Compartilhe esse artigo

Amados, filhos do Altíssimo, eu sou aquela que vocês chamam de mãe – a mãe de Cristo. E eu sou, e vocês também. É minha grande alegria poder falar com vocês com os tons da voz. Agora, eu tenho falado com você porque você está passando pelo que você reconheceria ser uma fase difícil por alguns anos ou mais, um padrão de crescimento mais acelerado, na verdade, onde você foi desafiado quanto à realidade. O que é realidade? É apenas a minha realidade, ou é uma realidade maior? Onde estou em toda esta aventura?

Permita-se respirar fundo e voltar para Casa em paz, sentir o corpo energizado e o espírito desperto. Saiba que verdadeiramente você é o Filho do Pai, sem separação. Você está despertando para tudo o que você é, despertando para aquele Filho, sim, que herda, mas o Filho que está muito vivo e bem e se expressando. Portanto, permita-se mais uma respiração profunda. Sinta esta indo para cada parte do corpo, até as pontas dos dedos e até os dedos dos pés, acendendo todas as luzes de todas as células do corpo. E sinta que a sua aura, o seu verdadeiro ser, ganhou vida.

Eu sou aquela conhecida como a mãe, a mãe de Yeshua e a mãe de Tudo O Que É, como você. Você é a mãe na extensão de tudo o que você é. Você é a mãe que ama, que reúne em seu coração todos os aparentemente perdidos, e a mãe que é a mãe de todas as suas aventuras, todos os seus seres criativos, tudo o que você pode imaginar e fazer acontecer, expressar, aventurar-se, sonhar e conhecer.

Permita-se respirar fundo e trazer ao conhecimento tudo o que deseja saber, tudo o que sabe e tudo o que saberá. Pois verdadeiramente este é um momento de despertar. Este é um tempo que tentará que as almas de homens e mulheres ganhem vida, para chegar a esse ponto de reivindicar: “Eu Sou Tudo, tudo o que posso imaginar, tudo o que sinto ser realidade. Eu sou tudo isso e muito mais.”

Sinta-se tão amado que você está energizado para ser tudo o que você pode ser. Pois verdadeiramente, não há lugar, nenhuma realidade que o exclua, pois você é a única e verdadeira realidade Crística.

Agora, amados, nesta noite compartilharemos o amor do Pai/Mãe/Deus/Deusa/Tudo O Que É e iremos para aquele espaço de cura. Pois todos vocês sentiram nos últimos dois anos ou mais por um período de tempo uma separação. Houve dias e noites em que você clamou por mim. Você gritou e perguntou: “O que é verdade? Esta pandemia, como é chamada, é verdade? Tem o poder de me afetar?”

Na verdade, ela tem e não tem. Em outras palavras, chegará perto de sua morada, sim, mas você não precisa admiti-la em sua realidade, pois sua realidade é a do Ser divino. Sua realidade é uma escolha. Sua realidade é voltar para Casa mais uma vez, enquanto você se expressa em individualidade. Agora, amado, eu lhe diria: “Parabéns”.

Pois, na verdade, você passou por um momento difícil. Você passou pela possibilidade de que talvez a realidade – “r” minúsculo – fosse difícil. Talvez fosse em um sentimento de separação que você poderia ser atacado, você poderia ser inferior. E você perguntou: “Onde está a minha Realidade – a Realidade com “R” maiúsculo – onde está a paz do Pai/Mãe/Deus/Deusa/Tudo Que É? Onde está a paz que conheci e ainda procuro conhecer?

É, como meu filho lhe disse muitas vezes, acompanhado pela respiração profunda. Quando você respira fundo, você tem a oportunidade de conhecer a paz profunda do Pai/Mãe/Deus/Deusa/Tudo Que É. Eu lhe recebo no Lar mais uma vez.

Você pediu para saber, você quer saber: “Quem sou eu? Onde estou? O que eu estou fazendo? Por que parece tão difícil? Por que sinto que estou fora de algum lugar e que perdi o rumo de onde fica o Lar? E, no entanto, amado, eu o vi respirar fundo e o vi se sentir em paz mais uma vez. Eu o vi reconhecer o ser angelical que você é, o ser angelical que disse que virá aqui mais uma vez para expressar o Pai e o amor do Pai para aqueles que estão buscando, para aqueles que estão sofrendo, para aqueles que estão juntando sua realidade em talvez um emaranhado de crenças, e ainda querendo saber: “Quem e como eu sou?”

Vocês, amados, cada um de vocês ouvindo minha voz neste momento, cada um de vocês esteve comigo e viveu comigo, mesmo na fisicalidade da aventura. É por isso que você sentiu o chamado para subir mais alto, para sair do trivial, das possibilidades mundanas que você poderia sofrer, e conhecer aquele lugar de paz, aquele lugar que diz: “Mesmo que eu não tenha todas as respostas no reino humano, Eu Sou; ponto final, ponto. E se Eu Sou – e Eu Sou – portanto, Eu Sou Tudo”, e você é.

Isso é o que significa ser o Cristo e trazer isso à expressão.

Por muitas vidas você buscou o Cristo, pensando que fosse uma pessoa, um indivíduo, talvez um pouco exaltado acima de você, sabendo mais, sendo mais. Mas, na verdade, olhe para seus pés. Esses são os pés do Cristo, e mais belos são quando você os adorna, sim, os pés que percorrem o caminho da humanidade. São os pés que dizem: “Voltarei para casa, não importa o quanto seja longa a jornada”, e, na verdade, não é uma distância, nem mesmo de tempo. “Eu voltarei para Casa em pleno esplendor.”

Se – e você pode – você pudesse se ver do jeito que eu o vejo, ver a Luz que você é… da próxima vez fique diante do seu espelho, imagine, em primeiro lugar, imagine como seria refletido para você a Luz radiante. Imagine, e um milagre acontecerá.

Por meio segundo pelo menos, talvez mais, você verá sua Luz e então dirá: “Mas sou realmente eu? Eu poderia realmente ser tão brilhante?”

Sim, você é a Luz de mais de dez mil velas, dez mil estrelas, e você sabe disso ao se aproximar das estrelas. À medida que você as vê em seu céu e as traz para si mesmo, a luz aumenta, é radiante e cresce até o ponto em que a fisicalidade não pode absorver todo o brilho que você é. Isso é o que é conhecido como o seu Cristo Pessoal, e neste reconhecimento, mesmo que você não o veja na primeira tentativa, você é o esplendor do Cristo.

Agora, nesta noite eu gostaria de lhe falar o que você pediu para saber. “Quanto tempo? Por quanto tempo vou me sentir afastado, distante?” Por quanto tempo, oh, ser  angelical, você irá se separar? Na verdade, neste instante, agora mesmo, você é tudo o que sempre foi e tudo o que sempre será. Você concordou que por um tempo muito curto você diminuiria um pouco a luz de sua própria vela para poder contemplar o brilho dos outros, quer eles o vejam ou não. Você contemplaria um que encontrasse, e o sorriso no rosto, no seu rosto e na recepção do outro rosto está a luz de dez bilhões de velas. Isso é o quanto você é brilhante.

Você é a essência da Luz no que você chama de reino espiritual, e você é até mesmo a luz no plano humano, e cada um é atraído por você. Eles sentem que você sabe de alguma coisa. “Ela parece saber de alguma coisa. Estarei com ela e verei o que ela diz, e ficarei entusiasmado com algo que ela diga, porque sinto” – e isso é verdade para seus colegas de trabalho, seus amigos, aqueles com quem você viaja; eles sentem algo mais com você e dizem: “Uau, ela está em contato com os anjos; portanto, ela sabe, ela sente, ela está em contato com algo além, e ela está sinalizando com aquele seu sorriso que, sim, há uma maneira de subir em esplendor e voltar para Casa. E cara, estou realmente querendo voltar para Casa, porque esse lugar, essa realidade não parece o Lar.”

Porque não é. É uma pista, e irei lhe sugerir que você pode ser, e você é, mais, humano, e há momentos em suas meditações, seus momentos em que você está fazendo outra coisa e, de repente, “ Ah, era isso que eu estava pensando. Isso é o que eu estava sentindo. Esta é a resposta.”

Então, nesse momento, você se sente elevado em esplendor e, no momento seguinte, diz: “Ok, agora, para onde foi isso?” Mas está ao seu redor a cada momento para ser reivindicado, conhecido, amado enquanto você se senta em seu espaço tranquilo e convida a Totalidade de você a ser conscientemente conhecida. Você aprendeu que se você sentir isto, significará que você estará fora do corpo, indo para algum lugar, o corpo não será mais seu, então cuidado, porque sim, você quer  conhecer Deus Pai, Deusa Mãe, você quer saber tudo o que você é, mas tome cuidado, porque se você fizer isso você será elevado e estará perdido.

Jamais você estará perdido. Elevado, sim, a um lugar de paz, um lugar que diz: “Eu Sou, e é tudo o que tenho a dizer, tudo o que tenho que saber, que Eu Sou, agora, tudo; a paz que ultrapassa o entendimento humano”. Você sentiu isso. esteve lá, e então, no momento seguinte, houve a sugestão de que, “Talvez eu queira me apegar a esse pequeno pedaço de realidade, e se eu fizer aquele outro, bem, sinto que perdi alguma coisa”.

Nunca você pode perder Quem você é e O que você é; Nunca.

Como vocês estão no processo de voltar para Casa, vocês não podem se perder. Você pode estar clamando por uns, sim, mas você não estará perdido e eles não estarão perdidos. Na verdade, nada pode ser perdido. Você pode querer respirar profundamente e tomar para si mesmo o reconhecimento de que: “Sou em cada momento tudo o que já fui. Eu Sou a extensão do verdadeiro Espírito/Pai/Mãe/Deus/Deusa/Tudo Que É, tendo uma experiência humana.

Você desejará retornar a esse sentimento com frequência, porque, na verdade, seu mundo está passando por grandes mudanças, grandes reviravoltas. Recentemente, quando você viu a agitação em um país aparentemente distante daqui, você se perguntou: “Como pode ser isso? Achei que tivéssemos saído daquele espaço. Eu pensei que estávamos vivendo pelo menos no limite de conhecer nossa Totalidade. E agora olhe para isto. Alguns estão vivendo em separação dizendo que podem ser feridos, que podem ter tudo pelo que trabalharam tão arduamente tirado deles, destruído. Como pode ser isso”, você disse, quando viu a ação dos irmãos/irmãs.

E é, como alguns lhe disseram, o fim de uma era antiga, os últimos espasmos da degradação humana. Agora, a humanidade, porque é a extensão do eu espiritual, é boa, e você sentiu isso. Você acreditou no melhor dos irmãos e irmãs. Você acreditou no melhor de si mesmo. Você atraiu para si os escritos, os tons de voz que lhe disseram: “Você alcançou, você conheceu o Lar”, talvez por um curto período de tempo, talvez por um tempo mais longo, mas você sentiu isso mesmo enquanto ativava o corpo. Em outras palavras, você não precisava desistir do corpo e deixá-lo ser esquecido. Mas você pode voltar para Casa enquanto ainda ativa o corpo.

E então, como uma última pergunta, houve essa reviravolta e lhe perguntaram: “Onde você mora? O que é verdade para você em sua realidade?” E você diz: “Bem, eu pensei que estávamos além de tudo isso. Eu pensei que poderíamos amar cada corpo aparentemente e voltar para Casa nesse amor”, e isso ainda é verdade.

O que você está vendo são os últimos espasmos da aparente separação do Cristo de seu Ser. Você provou, você sentiu o Cristo de seu Ser. Mantenha-se nisso. Saiba que isso é verdade. É Real – “R” maiúsculo. No momento de sua paz, seu sentimento exaltado de ser levado acima de todo o caos – e você sentiu isso de tempos em tempos – esse é o seu verdadeiro Ser, e você o conhecerá e o verá refletido de volta para você.

O que você está experimentando agora é a morte, a agonia do velho modo de pensar, do velho modo de dizer que o poder governa, a separação rege, mas isso não acontece. É no que você vê como a agonia da morte, dizendo: “Vou segurar isso mais um momento, mais uma vez. Eu sei que se eu tivesse poder mundano suficiente eu poderia mudar tudo.”

Você tem um indivíduo aparente que está testando isso bem diante de seus olhos. E, no entanto, ao mesmo tempo, no mesmo momento da aparente realidade, você está vendo que não importa o que ele faça, usando o poder da mera humanidade, não é duradouro. Ele pode jogá-lo fora como uma sugestão, mas não é a verdade do seu ser. Ele pode jogá-lo fora como uma sugestão e alguns dirão como sofrem por causa dele, e ainda assim eles perceberão – para tornar real em seu conhecimento – Eu estou acima de tudo isso.

E houve aqueles sentimentos que alguns tiveram que disseram: “Minha realidade não é a realidade do mundo que vem e vai. Eu estou além, acima e através de Tudo, a Totalidade do Ser Crístico. Isso está sendo trazido bem na frente de seus olhos para ver. Pois alguns estão aparentemente sofrendo, mas como o Ser Crístico deles, estão vivendo esse Ser Crístico. Eles estão voltando para Casa momento a momento, pois há o reconhecimento de que, sim, o corpo humano pode ser tirado, mas a vida é sempre contínua. Isso foi uma surpresa para alguns, pois sentiram que estavam recebendo a oportunidade de deitar o corpo e talvez tenham dito sim. Então eles descobriram: “Ainda estou vivo; avante, avante, sempre voltando para Casa.”

Porque você concordou que viria neste momento, você está vendo um grande milagre. Vocês estão vendo os despertos. Você está vendo em grande escala muito do que foi predito e agora está aparecendo bem diante de você, porque este que pensa que tem tanto poder, ele está descobrindo, oh, existem algumas rachaduras no que ele pensava ser seu poder, o poder humano. E alguns estão dizendo: “Eu Sou o que Eu Sou, e desta vez não vou ser derrubado. Eu irei me levantar”, e é isso que eles estão fazendo, seja com o corpo ou não.

Há muito da energia Crística que foi chamada para uma certa área geográfica na qual aqueles estão se ligando. Mesmo quando usam a realidade da humanidade, há aqueles que sentiram: “Estou além do que senti que pensava que estaria”. E você sabe, eles encontraram a paz com o outro. Eles encontraram a semelhança do Cristo que anda e fala, experiencia e diz: “Isso também passará”.

Já aqueles que aparentemente tiveram que depor o corpo – eles foram convidados e o fizeram – já estão planejando a nova vida e se reunindo aos outros que estão sendo elevados. Aqueles que disseram que sim, que eles demonstrariam deitar o corpo, descobriram: “Ei, eu ainda estou vivo e meus amigos ainda estão vivos e eles ainda estão aqui, e estamos triunfantes, porque aquele que pensou, por causa da faca no corpo, que iria acabar comigo, mas aqui estou eu.

E sabe de uma coisa? Eu, do meu Cristo Pessoal, me levanto do tumulto e das cinzas e estou fazendo meus planos para voltar.”

Houve um grande despertar no que vocês chamariam de outro lado. Agora, na verdade, não há outros lados, porque é tudo Um, mas como eles tiveram o foco no corpo, eles tiveram que fazer um pouco de realinhamento para dizer: “Mas Eu Sou. Hum. Eu vejo corpos, mas eles estão apenas vazios.”. O ser angelical é para sempre, e o ser angelical habita, dirige, usa o corpo por um tempo, e quando parece que você fez sua parte, você esteve no palco, você fez sua parte e… “Mas ainda sou quem sempre fui, a energia de Cristo.”

Então, ei, este é um momento pelo qual você orou. Este é um momento em que você pode ver em sua caixa quadrada aqueles que estão despertando para o Ser eterno, até mesmo para o lugar onde o Cristo surge. Você recentemente teve uma celebração em um tempo, como você mede o tempo, de reviver novamente, conhecido como Ressurreição. E você está sentindo: “Bem, talvez outros, talvez eles possam fazer isso, mas eu não sei, por mim mesmo”.

Sugiro-lhe que o reivindique. Reivindique-o agora mesmo, pois você caminhará com o corpo. Saiba que você é meu filho. Você é o Cristo nascido de novo mais uma vez. “Eu Sou” – você diz isso – “Eu Sou Aquilo Que Eu Sou, para sempre além da compreensão do tempo”. Uau, sinta o poder nisso. Eu sei. Houve um tempo em que tive que reconhecer que isto é Quem e O que Eu Sou, com grande alegria, porque você não é o corpo.

“Uau, eu pensei que tinha que ter um corpo.” Tenho novidades para você. Não, você está sempre vivo. É por isso que Yeshua veio para lhe dar a mensagem de que ele caminha com você agora e para sempre. “Para sempre?” Sim, para sempre, porque o tempo é sua invenção. E, como ele lhe disse com tanta veemência muitas vezes: “Depois que o propósito do tempo for cumprido…” Em outras palavras, o drama, a brincadeira, a excitação de “Ah, uma nova vida; Estou nascendo de novo.

O que posso fazer nesta vida? Oh, posso ser um grande guerreiro?

Talvez eu possa ser rei ou rainha. Talvez eu possa ser o explorador e navegar pelos oceanos profundos. Talvez… etc.

E você pode. Você juntou tudo como uma grande aventura. E onde você está agora? Ainda vivo, ainda aventurando-se. Saiba que esta sala, e a sala onde você está, está cheia de energia com aqueles que caminharam com você, conversaram com você, se aventuraram com você. Não há espaço vazio. Em todos os lugares ao redor está o espírito de vocês. É assim que você é poderoso. Então, se você estiver andando,  sentindo-se sozinho, pare e diga: “Ei, ouvi dizer que tenho companhia neste caminho. Torne-se conhecido.” E então esteja aberto, observando, acreditando, confiando, e você sentirá os anjos com você.

“Oh, meu Deus, de onde vem esta música?” Você irá ouvir música, sim? Você ouvirá uma voz, uma voz suave que diz: “Você é amado, tão amado que você é o próprio amor”. E nesse momento haverá uma paz que desce, surge dentro de você, que se sente inteira, parece ser a Totalidade, e é você.

Você está em Casa, amado. Você nunca saiu de Casa. O lar está apenas a um pensamento, uma crença distante, até mesmo uma respiração, e nem mesmo a medida de uma respiração. Você está em Casa.

Como isso parece? “Parece poderoso. Eu sou o Lar. Parece reconfortante. Eu sou Amor. Oh, você sabe, isso é bom, mas ainda mais do que isso, eu sou amado.” Oh, tudo bem. Vejam, amados, vocês estão fazendo a sua realidade – “r” minúsculo no início –  da Realidade de quem vocês são, o tempo todo. E você pensou que somente os santos poderiam estar na Realidade com “R” maiúsculo. Bem, eu tenho novidades para você. Você é um santo. Sim; sim, você—Santa Eva, sim. Saiba que há pessoas que rezam para você e querem que você reconheça como eles estão todos juntos. Eles querem ser abençoados por Santa Eva, querem ser abençoados por cada um de vocês. E você os abençoa. É por isso que você atrai os de quatro patas. Eles podem sentir o amor e querem estar nesse amor.

Amados, vocês são muito mais do que lhes foi dito. Você é muito mais do que jamais se aceitou ser. Você é muito mais do que jamais sonhou. Você disse: “Bem, eu sei que há um lugar em algum lugar que é o céu. Eu sei que há um lugar que se eu for muito, muito bom, eu posso ir lá por um curto período de tempo, e então eu provavelmente direi algo que eu não deveria dizer e eu estarei fora de lá. E houve momentos em que me senti no céu, principalmente quando ele/ela sorriu para mim de uma certa maneira, mas isso foi passando.”

Se você já sentiu isso uma vez, você conhece esse sentimento. Venha para Casa, amado. Seja a essência de quem você é. Venha para casa. Ame cada um. Você chama as pessoas para você porque elas estão querendo conhecer o amor, a cura. Eles querem saber que estão bem, assim como você quer saber. E você está bem. Você é meu filho, filho do  Pai/Deus/Deusa, Quem quer que seja. Você é a extensão como você vê ser necessário como uma extensão. Mas, na verdade, você é Tudo e sempre foi e sempre será.

“Uh, mas eu acho que é um pouco demais. Eu não acho que eu poderia aceitar tudo isso.” Ok, o que você decretar. Mas eu lhe sugiro  que você pode aceitá-lo agora mesmo e voltar para Casa, para mim. Venha para Casa como o Cristo que você é. Saiba que verdadeiramente você é a mãe de tudo o que você cria, tudo o que você traz à existência para experimentar.

Você é o Pai, sendo o progenitor de todas as aventuras que você diz que vai participar. Você é Aquele querendo voltar para Casa. Permita que o drama do mundo seja visto como um drama em sua caixa quadrada. Você pode olhar para ele, você pode ressoar com ele por um momento ou mais, mas é como o drama em sua caixa quadrada, e está passando.

Agora você está sentindo as dores do parto, as dores de um velho modo de ser, sendo posto para descansar. Você é, amado, meu Filho. Você é o Cristo. Permita que ele nasça na realidade que você chama de realidade. Permita-se sorrir. Você sabe que toda vez que você sorri, você cria o amor? Permita-o de todo o coração – eu uso essa palavra deliberadamente – permita-se ser um amor de todo o coração, desperto, exibindo uma realidade que sabe tudo o que você é, e torne-se verdadeiramente vivo.

Bem-vindo, amado, bem-vindo ao meu coração. Bem-vindo como o coração que você é. Que assim seja.

Canal: Judith Coates
Fonte: oakbridgeuniversity.org

Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

Compartilhe esse artigo

About Author