quinta-feira, 21 de abril de 2016

Pai João de Aruanda - "Os três pontos de equilíbrio" - Abril / 2016



No dia 09/04/2016, por meio da psicofonia do Gabriel Raio Lunar, Pai João de Aruanda entregou uma excelente ferramenta para ser utilizada nos momentos de desequilíbrio em qualquer um dos nossos corpos, o emocional, o mental e o físico. Trata-se de uma aplicação de MUDRAS que vão atuar no reequilíbrio dos mesmos. Segue abaixo a transcrição da mensagem psicofônica:

Pai João: Quando vocês estão passando situações de desequilíbrio, vocês têm três pontos, três ferramentas que alguns de vocês sabem, mas poucos de vocês as põem em prática. São ferramentas tão simples e precisas, como as coisas de Deus o são.

O primeiro ponto: esses dois dedos colados.

Ele quis dizer, polegar e médio, colados nas pontas. Ou seja, encostar a ponta do polegar e a ponta do dedo médio da mão direita, onde estão os chakras desses dois dedos. (Vide ilustração 01).



Ilustração 01

Pai João: Os outros dedos ficam soltos e livres, à vontade. Os outros dedos aqui, não tem tanta importância. É o toque desses dois, (polegar e médio), o que importa. Quando vocês encostam esses dois chakras, esses dois pontos, vocês abrem rapidamente um canal com o Sol Central. Abrem um canal direto com o Grande Sol Central.

- É um mudra?

Pai João: Isso! E uma força crística rapidamente começa a descer...

Fazer a posição com a mão direita e deixar a mão esquerda descansando no colo, com a palma para cima. E a mão direita na posição, mais ou menos na altura do coração... e vocês começam a receber um fluxo diferenciado de energia. Não que vocês não recebam isso, mas aqui é como se vocês estivessem dizendo: “pode mandar mais”. 

- Então, a mão esquerda fica repousando com a palma da mão para cima. E a direita mais ou menos na altura do coração.

Pai João: Isso. Do centro para o lado esquerdo. Um fluxo de energia crística do Grande Sol Central! É, para muitas pessoas, uma coisa muito simples. Às vezes, parece que não vai funcionar, mas vai funcionar.

- Sim, pois está movimentando chakras que a gente nunca movimenta.

Pai João: O segundo ponto: fecha a mão direita, mas deixa esse aqui, (o dedo polegar).

Abrir o polegar da mão direita levantando-o como em sinal de “positivo”. Sobre o polegar levantado, (vide ilustração 02), apoie o centro da palma da mão esquerda. 


Ilustração 02

Depois disso, tente fechar a mão esquerda sobre o polegar, dobrando todos os dedos, como se fosse fazer uma concha ou uma casinha em seu entorno. Trazer a posição na altura do chakra cardíaco (vide ilustração 03).


Ilustração 03

Pai João: E claro, uma posição onde sua coluna vertebral esteja o mais alongada possível, para que o fluxo de energia continue correndo. O que isso significa? Que aqui você está abrindo um campo energético onde a frase que já foi dita também por esse filho, o Gabriel, EU ESTOU NO CENTRO DO MEU CAMPO E EM CONTROLE TOTAL SOBRE MIM.

- Quanto tempo devemos permanecer nessa posição?

Pai João: Pode permanecer nessa posição o tempo que quiser. Ou o tempo até sentir o alívio, até sentir se reequilibrando, até sentir que você está no controle do teu campo e em controle completo e total, sobre si.

Terceiro ponto: Juntar os dois dedos lateralmente colados um no outro, indicador e médio. (Vide ilustração 04). Toque com esses dedos a área da “fonte” próxima aos olhos, mais ou menos sobre o osso frontal do crânio, e vá fazendo movimentos circulares.

Ilustração 04

Pai João: fazer uma leve pressão e movimentos circulares em sentido horário... Procura manter a mesma pressão nos dois lados, esquerdo e direito. O que isso faz? Conecta você com a sua ancestralidade positiva. Mas, só isso? Só isso, conecta você com a sua ancestralidade positiva e traz toda a sua bagagem espiritual de tudo o que você já fez de bom, de uma vez, porque vocês só fizeram coisa positiva! Porque não tem nada errado! Está tudo certo. E vocês trouxeram tudo. Trazem tudo de uma vez. Tudo o que vocês já foram. Tudo. Toda a experiência.

- Como assim? Traz à lembrança?

Pai João: Traz a energia. Pode trazer a lembrança também. Depende do momento e da necessidade. Traz toda essa bagagem energética transcendental. Traz para você a energia dos seus vários papeis em vidas passadas, rei, serviçal, artista... Tudo o que você foi. Você traz toda aquela energia, força e herança.

- E a gente aguenta aquela bagagem toda, se vem tudo de uma vez só?

Pai João: Claro que aguenta, porque você é tudo isso! Porque que não aguentaria? Você é tudo isso. E é mais ainda que isso. É que vocês ainda não acreditam, mas quando vocês virem mesmo, aí vocês vão acreditar. Vocês ainda não acreditam. A gente fala, fala e fala, mas parece que não adianta. Entra por um ouvido e sai pelo nariz. Não é nem pelo outro. Então, isso vai fortalecer você. A junção de todas essas correntes vão te ajudar no equilíbrio. Importante: o primeiro ponto é tão poderoso quanto. Igual.

- A primeira posição, a segunda e a terceira, as três, são igualmente poderosas?

Pai João: Sim. Pode fazer só uma? Pode. Pode fazer duas? Sim, não precisa fazer as três. Pode seguir uma sequência, primeira, segunda, terceira, também e pode inverter a ordem também. Faça mais de uma posição do que de outra, se sentir necessidade.

- Sempre usar essas ferramentas quando a gente sentir necessidade de reequilibrar?

Pai João: “Os três pontos do equilíbrio”. Esse é o título do recado do “veio”.

- Equilíbrio emocional, espiritual, psicológico?

Pai João: E físico também. Se vocês conseguirem fazer, pelo menos, cinco minutos das suas vinte e quatro horas... Nem é vinte e quatro horas, porque 12 horas, praticamente, vocês passam nas outras esferas, não é? Cinco minutos. É um grande remédio. Então, se você começa a fazer todo dia, naturalmente você começa a equilibrar os seus campos e trazer equilíbrio pro corpo físico. Serve também para alergia... Serve pra dor de barriga, pra dor de cabeça, pra estresse, pra ansiedade. Pra qualquer desequilíbrio. Então, os “fios” preparem esse material com muito amor para por em prática e passar para o povão, como se diz, e levar pra eles esses pontos que, com certeza, ajudarão. Como o “veio” disse, muita gente já sabe, já tem consciência desses pontos; muitos outros, não. Muitos outros sabem e não praticam. Mas a “fia” está dando oportunidade de trazer de novo de forma mais enfática.

Depois disso, Pai João se despediu:

Pai João: E salve a força de Aruanda! Salve a força Luz de Nosso Senhor Jesus Cristo! Salve  Maria, graças a Deus! Salve a força de Pai João de Aruanda! Salve a força de Oxóssi! Salve a força da lua! Salve o Grande Sol Central! Que vocês estejam em paz! Que vocês estejam na Luz e em equilíbrio, em nome de Nosso Senhor Jesus Cristo!

Amém.

Transcrição e compilação: Solange Yabushita
Revisão de texto e imagens: Luis Fernando Rostworowski 
Veja mais canalizações minhas Aqui

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...