background

quarta-feira, 15 de agosto de 2018

JESHUA - "O RITMO DA TERRA" - MAIO / 2018



Querido Amigo, Eu sou Jeshua e o saúdo.

Quero-lhe muito bem e o respeito muito por sua coragem e perseverança. Como ser humano, você é vulnerável: na falta de conhecimento, na sua busca, nos novos caminhos em que se aventura…. Percebo em você o medo, o anseio, a saudade da luz, da segurança e da liberdade. Você está sempre buscando e, de vez em quando, se perde em caminhos que foram traçados pela sociedade, pelas vozes do medo que falam sobre não ser bom o suficiente ou não ter o suficiente, e da necessidade de proteção. Estas vozes falaram tão alto no passado, que o penetraram profundamente e se tornaram mais altas que a voz do seu coração, a sua voz interior. Você está lutando contra as vozes do medo, as vozes do passado.  

Respeito-o por ter assumido essa luta, essa luz, essa busca. Você deu um salto de fé e isto exige coragem e entrega. Portanto, respeite-se e compreenda que o que você está fazendo aqui, em sua vida na Terra, faz parte de um todo maior. O que você faz tem um efeito nos outros, em toda a rede de vidas e almas com os quais você está envolvido. Este efeito é maior do que você imagina. Você irradia para outras partes do mundo, para outros seres vivos, sem saber disto. Você é maior do que pensa.  

Na maior parte do tempo, sua consciência está voltada para os seus medos, seus problemas e as preocupações que o mantêm ocupado no seu dia-a-dia. Mas a energia da sua alma é muito maior; muito mais vasta e ampla do que as questões pessoais que o preocupam e com as quais você se identifica.

Peço-lhe que tome consciência, agora, do ser infinito que você é. Sua alma escolheu esse corpo para nele se manifestar nesta vida. Ao escolhê-lo, escolheu também seus pais, a família na qual você nasceria e as condições nas quais seria criado. Sua alma se rendeu voluntariamente e se deixou comprimir e se enredar na teia tecida tanto pelo medo quanto pelo amor. Por intermédio dos seus pais e, mais tarde, do mundo à sua volta, dos seus relacionamentos e ambiente de trabalho, você se deparou com o medo, a limitação e a escuridão.

Entretanto, sempre houve e haverá a presença do amor, que você só consegue encontrar se assim escolher. Se estiver bem consciente do seu próprio centro, você consegue enxergar através dos medos, máscaras e ilusões do mundo que o cerca. Em vez de se concentrar nas suas preocupações, e no que considera suas deficiências, você passa a se conscientizar da luz que sempre esteve presente e que brilha dentro de você; a luz que vem de um mundo diferente, um mundo que não é limitado pelo medo, julgamento nem escassez. Sua tarefa mais importante na Terra é encontrar essa luz dentro de si mesmo e nutri-la, dando-lhe mãos e pés terrenos para que ela possa realmente fluir na Terra e para a Terra. Este é o seu propósito verdadeiro; todo o resto é secundário. 

Agora se conecte com seus pés, sinta-os no solo e sinta-se sustentado pela Mãe Terra. A Terra, como ser vivo, é sua aliada. Sinta a vibração dela, o silêncio da natureza, a fluidez tranquila com a qual os processos da vida se desenrolam. Sinta a essência da Mãe Terra nos seus pés e abaixo deles. A Terra acolhe você e ama-o como a um filho. Ela quer que você tenha tudo de que necessite; acima de tudo, ela deseja ajudá-lo a descobrir sua própria luz, pois ela precisa da sua luz. A Terra se torna inspirada e fértil através da sua consciência; você é um criador, e a Terra deseja recebê-lo. Sinta como a Terra o ama. Sinta seu fluxo maternal subindo pelos seus próprios pés e panturrilhas; sinta seus joelhos e coxas, e perceba como a essência da Terra – a consciência da Terra – preenche seu baixo ventre, sua área pélvica. 

Imagine que você voltou a ser criança e sabe que está sendo cuidado e sustentado, e não precisa se preocupar se está ou não seguro. Na verdade, é assim que realmente é: você está em segurança nos braços da Mãe Terra. Se o permitir, ela cuidará de você do seu nascimento até sua morte. Se estiver sintonizado com ela, estará conectado com o ritmo que é correto para você. Todos os processos da vida e de crescimento interior têm um certo ritmo, uma cadência. Seu ritmo só falha por causa dos seus medos ou porque você não acredita nele e não o escuta. São as energias da cabeça que interferem com o fluxo natural da sua vida; portanto liberte-se desses julgamentos mentais.

Desça, em consciência, à sua cavidade pélvica e sinta a voz suave da Mãe Terra; acalme-se e descanse aí! Imagine que sua cavidade pélvica é o próprio útero da Mãe Terra e você está sendo embalado, como numa rede que balança suavemente de um lado para o outro. A intenção é que você se sinta seguro na Terra, porque, só assim, poderá se desenvolver do seu próprio jeito. Desenvolver-se é como o lento desabrochar de uma flor frágil que carrega em si a energia de um mundo diferente. Essa flor precisa de tempo, nutrição apropriada, proteção e estabilidade. 

Agora imagine que você se cerca dessas energias e se dá o espaço necessário para crescer da maneira que mais lhe convém. Observe se, neste momento, você sente uma necessidade especial de descansar. Sinta isto por uns instantes. Descansar não significa não fazer nada. Na maioria das vezes, significa dar atenção a si mesmo, às suas necessidades reais. Inclusive, é possível que você queira fazer alguma coisa que deseja fazer há muito tempo, mas tem negado a si mesmo. Talvez agora seja o momento certo de nutrir sua alma. Coloque esta pergunta para a Mãe Terra. 

Imagine que você está se balançando suavemente numa rede. Ela é segura e você está relaxado. Então aparece um animal da natureza, que lhe traz uma mensagem… essa mensagem é uma energia, uma energia curadora. Receba-a e fite os olhos desse animal; aceite-o como um guia da Mãe Terra. 

Você está aqui na Terra para dar forma à energia da sua alma de uma maneira terrena, e isto só é possível se você se sentir em casa na Terra. Você, como todos os seres humanos, carrega uma bagagem do passado que torna isso difícil, e faz com que você se sinta inseguro em seu corpo quando está entre outras pessoas, ou até consigo mesmo e suas emoções – eu posso ver isto. 

Existe uma luta causada pelo abismo entre a luz, o calor e a segurança de um lado, e o medo e o frio que você vivencia do outro. Entretanto, apelo a você, à consciência mais profunda no seu interior, que acredite que a luz, o calor e a segurança são mais fortes do que o medo e o frio. Você pode sentir isto no seu dia-a-dia, conectando-se com a Terra, a natureza, e o seu próprio baixo-ventre e pélvis. 

Ali há segurança, ali existe amor, e ali você encontrará as respostas que procura – elas vêm do repouso e do relaxamento. Nunca se conecte com as respostas que vêm da sua cabeça. A partir da conexão com seu ser terreno, com sua natureza terrena, é que você pode realmente entender, confortar e encorajar a si mesmo. Entregue-se à Mãe Terra! Este é o primeiro passo para se tornar completo. 

No momento em que experiencia a segurança básica, você consegue escutar a voz do seu coração, claramente audível, como se fosse o cantar de um pássaro. Você também pode trazer para esse espaço a paciência para deixar as coisas se desenrolarem e se desenvolverem à maneira delas. Siga o ritmo da Terra e tenha compaixão de si. Mesmo que às vezes se sinta perdido no medo, no frio e na ignorância, você tem uma luz grandiosa em seu interior, e a Terra acolhe com prazer a sua luz e você. 

Agora sinta essa luz radiante em seu coração: uma consciência pura e fresca. Sinta de onde você veio, sinta os lugares do Universo onde você já esteve – você tem um passado rico. Você possui muito conhecimento e experiência, que podem ser compartilhados agora com a Terra e as pessoas à sua volta. Não tenha medo. Você é um portador de luz, e é isto que você deseja ser. Sinta essa luz no seu coração. Sinta como essa luz o une a todos os outros seres vivos: aos humanos, aos animais e a toda a natureza.  

Reverencie essa luz que há dentro de você. Sinta que ela é maior do que a sua personalidade e as suas preocupações. Estas têm direito de existir, mas, ao mesmo tempo, sinta a fonte inesgotável de luz no seu interior. Deixe agora essa luz lavar você e limpar seu campo de energia, como uma fonte jorrando do seu coração. Sinta a luz se derramar sobre a sua cabeça e ombros, descendo pela parte superior do seu corpo, para sua pélvis, suas pernas e pés e, finalmente para dentro da Terra. 

Muito obrigado pela sua atenção. 


Auxilie curtindo e compartilhando essa matéria no rodapé da postagem, para que ela possa alcançar cada vez mais Sementes! Gratidão! ❤

Canal: Pamela Kribbe           
Tradução: Vera Corrêa - veracorrea46@gmail.com
Veja mais mensagens de Jeshua Aqui

Poderá também gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...