A RAÇA OKINGONS, A QUEBRA DE CONTRATO E A REINTEGRAÇÃO GALÁCTICA - 23.12.2018 (GABRIEL RL)



Há aproximadamente 55 mil anos, uma raça chamada Okingons veio de um sistema estelar próximo a estrela Beta Centauri, na constelação de Centaurus. Devido a uma guerra estabelecida naquele sistema, a parte dos integrantes daquela raça - que também era de guerreiros com forte energia bélica, sendo encurralada por outra raça ainda mais bélica - saiu daquele Sistema Estelar com suas naves e viajou para o nosso Sistema Solar e, aproximando-se da Terra, todos eles decidiram ficar. Sobrevoaram o Planeta e, especialmente na área por onde sobrevoaram, foram intimidados por outra raça que já estava na Terra, e que possuía grande aparato tecnológico e também instintos bélicos. Houve um choque bélico, ali, naquele local, hoje conhecido com Antártida. Foi um conflito que causou tanto a destruição de algumas naves Okingons como também daquela raça que também viera do exterior da Terra, chamada de Elealcos. A raça dos Elealcos havia chegado à Terra um pouco antes, vindos do Sistema Estelar de Órion, também fugindo de uma guerra galáctica.

Assim, após aquele embate, onde muitas naves foram destruídas, os Okingons que restaram adentraram para a Terra Interna do Planeta Terra e também encontraram algumas raças já habitando seu interior. Perceberam que havia também divisões de ideias e visões políticas internas, e isso poderia causar conflitos maiores futuramente. E já cansados de batalhas, isolaram-se em uma área da Terra Interna onde não tinham contato com nenhuma outra raça, tanto do exterior como mesmo da Terra Interna. Por muito tempo, permaneceram isolados e, ainda com seus instintos bélicos, não mais usavam a tecnologia para atacar as raças já habitantes da Terra Interna nem mesmo os habitantes da sua superfície. No entanto, usavam a sua alta capacidade telepática, persuasão e domínio da mente para tentar influenciar os outros seres a fazerem as suas vontades, como sendo praticamente seus robôs. Essa raça possui grande capacidade de domínio mental (como por exemplo, o Professor Xavier de X-Man).

Por muito tempo, influenciaram muitos seres da superfície, pois, apesar de não desejar serem reconhecidos nem se meterem em conflitos diretamente, faziam isso usando os outros seres como seus fantoches, através de domínio mental. Um grande laboratório foi montado na região da Terra Interna onde habitavam, e dali desempenhavam os seus trabalhos, especialmente de domínio mental de algumas pessoas “chave” na superfície. Eles, os Okingons, foram contatados também pelo alto comando do grupo Ashoris3/Chimera para, a partir do seu laboratório na Terra Interna, manipularem as mentes indicadas por eles, para seguirem certos protocolos. Um dessas mentes dominadas foi Adolf Hitler. Os Okingons, depois de muito tempo, começaram a, finalmente, sentir a necessidade de parar com isso, quando foram contatados por um grupo especial aliado do Comando Ashtar, que está atuando na Superfície Terrana. Essa tentativa de contato já havia começado há algum tempo, mas, sem sucesso, pois os Okingons mantiveram-se em silêncio em relação a qualquer contato com outra raça, sejam habitantes da Terra Interna, do exterior do Planeta e muito menos da superfície, (pois consideravam a raça da superfície extremamente inferior e indigna de ser ouvida e/ou ter qualquer crédito, por qualquer palavra). Até que, depois de algum tempo de insistência desse grupo específico aliado das Forças da Luz na superfície, cederam e abriram “suas portas” para uma reunião diplomática. E essa reunião aconteceu recentemente dentro de um espaço na Terra Interna, onde a entrada principal para esse ponto fica localizada nas Filipinas.

Essa raça tem aparência variada, sendo seus indivíduos semelhantes a macacos babuínos com tom de pele bege, outros mais escuros, e outros ainda mais rosados. Os outros, líderes desse grupo de seres, são mais humanoides, pele lisa em tom rosado. Eles também têm habilidades de respirar dentro d’água. Um dos porta-vozes desse grupo de seres foi enviado para negociar diretamente com os aliados do Comando Ashtar na Superfície Terrana. O porta-voz dos Okingons, uma expressão feminina chamada Nalu-nianina levou a mensagem do seu superior à equipe de aliados do Comando Ashtar. Esse encontro aconteceu de forma espiritual há alguns dias e um grande acordo foi fechado. Houve, assim, a quebra de contrato dos Okingons com o grupo Ashoris3/Chimera, o que levou a uma retaliação desse grupo contra os aliados do Comando Ashtar na superfície - retaliação essa que foi superada pela força e determinação deste grupo. Os Okingons ficaram muito felizes, pois puderam sair da prisão em que se encontravam no interior da Terra. Foram reintegrados à Comunidade Galáctica e, claro, os líderes do povo foram levados em audiências, onde prestariam esclarecimentos sobre algumas ações contra a humanidade da superfície. Os líderes estavam tão felizes com sua integração na Federação Galáctica que, sorrindo, disseram que assumiriam e arcariam com qualquer “pena” que fosse necessária. Eles se comprometeram a ajudar a Humanidade da Terra e toda Confederação Galáctica no processo de ascensão da Galáxia.

Assim, as Forças da Luz solicitam, neste momento, que todos os Trabalhadores da Luz, aliados do Comando Ashtar na superfície, se unam em apoio a esse Movimento Okingons. Como? Há vários representantes Okingons na Superfície Terrana e, com esse processo de Reintegração da Raça na Comunidade Galáctica, uma onda de Energia Especial foi liberada na superfície e nos Planos Etéricos, a fim de despertar esses representantes. Uma intensiva de Luz, através de meditações, com o intuito de parar qualquer tentativa do grupo Ashoris3/Chimera de continuar a retaliar devido à perda do seu contrato com os Okingons, também é convidada a ocorrer em toda a superfície. Outras negociações com raças em condições semelhantes que permanecem na Terra estão ocorrendo, e os Trabalhadores da Luz estão sendo chamados a esse trabalho especial de apoio a esses Movimentos. As Forças da Luz chamam a todos, especialmente os representantes do Comando Ashtar na Superfície Terrana, para sustentarem 6 Projetores Especiais de Diplomacia para atuarem e auxiliarem diretamente nesses Movimentos de Reintegração dessas raças à Comunidade Galáctica. Esses Projetores, cada um deles, têm uma função específica, mas, de um modo geral, garantirão a segurança necessária quando certas reuniões diplomáticas precisarem acontecer, a fim de certos contratos serem quebrados - contratos estes que libertarão algumas raças ainda presas a outras raças ainda mais bélicas, e também acelerarão seu processo de Reintegração Galáctica.

Existem cerca de 6 mil representantes Okingons encarnados na Superfície Terrana e cerca de 600 em zonas do astral inferior do Planeta.

A Confederação Galáctica junto à Força do Comando Ashtar, todos os Avatares PVSE e afins, toda legião de Trabalhadores da Luz estão conectados neste trabalho diplomático e, especialmente Ashtar Sheran, pedem o mínimo de respeito, colaboração e apoio mútuo entre todos os que representam as Forças da Luz na superfície.

Eu, Gabriel RL, agradeço a oportunidade de servir, trazendo essas informações e confiando que elas serão reverberadas e compreendidas, graças à abertura do coração de todos os Trabalhadores da Luz comprometidos com essas Verdades.

É até onde Jesus me permite ver e transmitir.

Gabriel RL


ATENDIMENTOS E CONSAGRAÇÕES COM GABRIEL RL CLICANDO AQUI

MAIS CANALIZAÇÕES MINHAS CLICANDO AQUI


-----------------------------------------------------------------------------------

Amor e Bênçãos,

Gabriel RL