background

sábado, 8 de dezembro de 2018

MÃE MARIA - “OPORTUNIDADES CLARAS PARA OLHARDES A VÓS MESMOS“ - 01.12.2018 - (GABRIEL RL)



Gabriel: Por favor, queridos, leiam na sintonia dessa música abaixo. Eu particularmente recomendo que coloquem a música em uma altura agradável e leiam em seguida a mensagem em voz alta. Poderão sentir maravilhosas vibrações de luz em seus corpos. 


Franz Schubert - Ave Maria (Instrumental)

-----------------------------------------------------------------------------------------------------

Amados Filhos!

Que as bênçãos do Amor tragam paz aos vossos corpos, mentes e corações.

Quantas oportunidades surgem a vós, queridos do meu coração, para que possais definitivamente abraçar e conseguir dar os vossos próprios saltos em direção a estados mais plenos de si mesmos? Oportunidades estas que são muito claras e bem objetivas, que não têm outra intenção, senão guiar-vos para dentro. Oportunidades que vêm, muitas vezes, revestidas de amigos, parentes, companheiros amorosos e tantas outras formas de, simplesmente, arrastar-vos para um contato maior com vós próprios.

Oportunidades muito claras para que possais rever muitas coisas que havíeis vos negado a olhardes mais profundamente. Oportunidades para olhardes de frente para essas coisas e, nesses momentos sublimados, nas intenções mais puras de renovações, finalizardes assuntos tão profundamente internos quanto inacabados. Oportunidades, às vezes, únicas, considerando o emaranhado de situações que tendes para finalizar nestes tempos. Únicas, não porque não tenhais outras, mas únicas na maneira como elas estão sendo apresentadas. Vós mesmos escolhestes e determinastes: "Desejo que todas as oportunidades únicas me sejam apresentadas de uma única vez, para que eu possa concluir o que precisar ser concluído" - E eis que vossos desejos são atendidos, amados.

Não vos recolhais em comodismo e insegurança negando-vos a olhardes tantas coisas que precisais, amados. Não negueis a vós mesmos a chance de vos conhecerdes ainda mais, de saberdes um pouco mais de vós mesmos, e adentrardes nos campos mais profundos, aqueles tão falados por Jeshua... "Conhecei a ti mesmo...". Não baixeis as vossas cabeças para a vossa própria necessidade de expansão, pois vós próprios desejastes esse salto, e agora tendes toda ajuda, muito mais do que antes, para isso. Não temais olhar vossas sombras, não temais olhar vossos medos, não temais olhar quem sois, de fato, pois esta é a hora precisa para isso, amados! A hora tão precisa que vós próprios determinastes como um limiar para um novo EU.

Eu vos compreendo, queridos meus, vos compreendo em todas as vossas formas. Sei dos vossos medos e incertezas. Sei que, às vezes, olhardes para dentro de vós mesmos e encarardes coisas muito profundas é assustador, intimidador e, muitas vezes, vos esqueceis de que aí, neste mesmo profundo, há uma intensa Luz, a Luz do vosso próprio EU clamando por ser vista, sentida e compreendida! A mesma Luz que vos guiará para encarardes os minúsculos pontos, se comparados à imensa Luz do vosso Interior que guardastes por tantas eras por motivos muito pessoais vossos. Compreendei, queridos do meu coração! A mesma escuridão inicial que possais encontrar no primeiro mergulho é apenas um princípio rápido do paraíso que encontrareis ainda mais profundo. Como uma caverna que à primeira vista pode ser escura e assustadora, mas, se adentrardes mais, podereis encontrar águas cristalinas, cristais dos mais belos e uma infinidade de natureza inigualável.

É tempo de olhardes para vós, definitivamente, é tempo, amados! Não perpetueis mais o vosso caminhar olhando para todos os lados, menos para vós mesmos. Reconheçais a vossa importância e os vossos próprios potenciais nesses tempos e, para isso, faz-se necessária a clareza interna assessorada por uma mente límpida e tranquila, que vos ajuda em vossas caminhadas, e isso só vos é possível quando olhais para si mesmos, não importando o que achareis, olhai! Não mais vos embriagueis com entorpecentes na vã tentativa de fugir do inevitável: olhar para vós. Não mais vos negueis vos olhar nos espelho tão profundamente nos olhos, pois ali também existe a chance de amardes a vós mesmos um pouco mais, e mostrardes o quanto estais com vós mesmos.

Digo-vos em verdade, filhos queridos do meu coração, a vida...  A vida se encarregará, ainda mais agora nestes tempos tão acelerados, de vos guiar para esse mergulho, e ela, a VIDA, encarregar-se-á de criar todas as sincronicidades como oportunidades únicas para esse mergulho! Assim, queridos meus, não dificulteis vosso próprio expandir! É inevitável! E vossa vida na Terra está à beira da grande transformação e esta virá, de uma forma ou de outra. Resta abrirdes-vos para isso com plenitude, confiando que há uma legião de anjos a guiar-vos nessa caminhada profunda, silenciosa e, ao mesmo tempo, onde podeis ouvir as harpas dos anjos a suavizar vossos processos. Eis que a Nova Terra se manifesta, queridos! Eis que os Filhos das Estrelas interagem com os Filhos da Terra, e essa junção reintegrará a todos, em um reino de plenitude sem fim!

Mais uma vez vos digo, queridos meus: os vossos mais próximos serão "usados" para mostrar-vos o que precisais ver. O ar que respirais será uma seta apontando para vós próprios. Os caminhos que percorreis até vossos trabalhos terrenos também mostrar-vos-ão as placas nas ruas, as buzinas dos carros, a natureza... Tudo, amados! Tudo vos apontará para um único ponto: vós próprios! Não podereis fugir disso, pois foi o que vós escolhestes! E sois tão sábios para isso que, sabendo da profundidade que seria o vosso mergulho, encarregastes uma legião de seres angelicais para vos auxiliardes quando mais difícil pudesse parecer, para lembrar-vos de vós próprios, dos vossos próprios desejos, dos vossos próprios despertares, do mergulho tão e imensuravelmente importante! E eis que aqui estamos, amados meus, para cumprir não a nossa vontade, mas a vossa.

Lembrai-vos, filhos amados do meu coração, que estou sempre à vossa disposição para que possais me chamar. Chamai-me, chamai-me, chamai-me! E eu vos atenderei.

Bem-amados, eu vos deixo agora, derramando sobre todos vós as minhas bênçãos e envolvendo a todos em meu manto de proteção, porque Eu Sou Maria, a Vossa Mãe.

Gabriel RL: Gratidão sempre, amada Mãe!


Veja mais canalizações minhas Aqui
Veja mais mensagens de Mãe Maria Aqui
Revisão de texto: Luis Fernando Rostworowski e Solange Yabushita

Poderá também gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...