MATTHEW WARD - 13.12.2018



“Tempo”; Luzes de Dezembro; o que é o Amor; visão geral da história da Terra.

Com saudações amorosas de todas as almas nesta estação, este é Matthew. Um pensamento comum em torno de seu mundo é: “Não posso acreditar que o ano está quase acabando!” A maioria das pessoas que está percebendo que o tempo está acelerando não sabe o que está acontecendo. 

Que as taxas vibratórias estão acelerando porque a Terra está progressivamente se movendo para planos de energia mais leves. Todo mundo que está sentindo que a mudança está no ar e está certo sobre isso. Seu novo ano trará verdades longamente encobertas e com passos firmes em direção a um mundo em paz, onde a cooperação substituirá a divisão e os recursos do mundo serão alocados de forma justa.

No entanto, o planeta sempre brilha intensamente durante o mês de Dezembro, quando famílias e amigos celebram os dias tradicionalmente sagrados e desfrutam de festividades, todavia, uma iluminação cintilante se sobressai da elevação da música alegre, da alegria e da devoção religiosa. 

Durante está temporada, há um desejo ampliado de melhorar as vidas em todos os lugares, reconfortar as pessoas que estão sofrendo e compartilhando com aqueles que são sobrecarregados por dificuldades. O espírito sincero dos doadores e a gratidão de seus beneficiários aumentam o brilho que emana na Terra, porque essas emoções – como perdão, compaixão, empatia e alegria – são as altas vibrações da Luz.

Observam como as melhores qualidades da natureza humana são amorosamente sentidas, por isso, é natural pensar no Amor como uma emoção especial nos relacionamentos românticos e sentimentos por familiares e amigos queridos. O Amor é incomparavelmente maior. É a vida em si! Quando contei isso para minha mãe, há muitos anos, ela me pediu para explicar o que é o Amor e como funciona “em ação”. Foi isso que eu disse a ela:

Em termos mais simples, o Amor é a partilha de Deus com todas as Suas criações. O Amor é a força de cura do Universo. Está dentro da alma e precisa apenas de sua permissão para que as sensações inatas de amar os outros e receber seu amor em troca. O Amor não tem limitações nem limites para sua capacidade.

Em expressão, o Amor é o tratamento dos outros com gentileza, justiça, honestidade, compaixão, ajuda e carinho. Se o Amor pode  ter “ingredientes”, então esses são alguns dos ingredientes da expressão divina em ação.

Saber que cada um de vocês, Deus e todas as outras criações de Deus são inseparáveis é Amor. Saber que o Planeta Terra é uma vida senciente e consciente e respeitar todas as suas formas de vida é Amor. Percebendo que ninguém pode conhecer os outros em nível de alma e, portanto, não julgá-los, não tolerar uma ação vista como prejudicial, é Amor.

Ouvir o eu deus é Amor. Viver o tipo de vida que gera amorosidade é Amor. Sentir alegria quando a vê nos outros é Amor. Fazer algo que traz alegria para outro é Amor. Perdoar de si e aos outros é Amor. Compartilhar seus recursos de todo o coração é Amor. Fazer boas ações sem vincular expectativas é Amor.
Sentir paz no coração e mente é Amor. A emoção tranquila de ver um pôr do sol ou ouvir um pássaro é Amor, um sorriso é uma das expressões mais simples e radiantes do Amor.

Em qualquer ou em todos esses exemplos e muitos outros que possam encontrar que, instintivamente, sabem que é o Amor em ação, estão manifestando Amor por e de Deus. (Extrato do capítulo “Amor na Vida Cotidiana” do livro Iluminações para uma Nova Era).

Mãe, obrigada por inserir essa passagem. Conhecer algumas das inúmeras maneiras pelas quais o Amor é expresso, permite que vejam como vocês, queridos Trabalhadores da Luz e todas as outras almas que vivem em formas piedosas estão espalhando Amor por todo o planeta. É o poder infinito, eterno e inigualável do Amor que está transformando a vida em seu mundo!

Para a querida alma que escreveu que as férias aprofundam sua tristeza sobre todas as pessoas que estão sofrendo, dizemos que as baixas vibrações da tristeza não ajudam aqueles sobre quem estão pensando. Por favor, mudem seus pensamentos para algo que façam-nos sorrir – talvez uma lembrança feliz, ou a devoção de um animal de estimação, sua fotografia ou poema favorito, uma próxima e agradável ocasião – e a leveza de coração se seguirão. 

Atos de bondade e uma saudação sorridente aos transeuntes também iluminam seu coração e elevam o espírito dos receptores – Amor “em ação”. Com a lei universal da atração em constante operação – tenham em mente que essa lei não tem capacidade de raciocínio, pode somente trazer de volta algo que combine com a energia que você envia – pensamentos, sentimentos e ações que produzam altas vibrações contribuem imensamente para o bem-estar e mundo de cada um de vocês.

Pergunta: Poderia nos falar sobre as energias do espaço/Sol/ondas de Luz entrantes? 


Resposta: Isso faz parte do fato de que tudo no Universo está em modo de aceleração e que tudo isso é para  seus benefícios. Essas energias que estão aumentando a taxa de vibrações, do planeta e de seus residentes, estão fortalecendo a mudança de atitudes polarizadas e o comportamento em direção ao equilíbrio, em que tudo é Luz.

Pergunta: Acabei de ler uma mensagem de Matthew, onde ele disse que a Terra já foi o Jardim do Éden, inexistência de grandes desertos ou calotas polares e, certamente, nenhuma poluição tóxica ou violência. O que mudou a Terra para o tipo de mundo que é hoje? 

Resposta: Numa palavra, a escuridão. Originalmente o planeta, a personificação da alma chamada Gaia, era um paraíso despovoado, o Jardim do Éden em sua totalidade. Querida família, precisam conhecer a verdadeira história do que hoje é sua terra natal e, por isso, daremos uma breve visão geral.

As primeiras pessoas a chegarem a este planeta, então, imaculado e cheio de Luz, que então se chamava Shan, foi um grupo de lirianos a procura de ouro. Estes, não tinham obtido autorização do Conselho Intergaláctico para virem até aqui, nem apresentaram uma petição de mineração, porque não queriam compartilhar um potencial filão dourado com outras civilizações. 

Essas violações das leis universais foram as sementes do engano e da ganância e, isso iniciou as baixas vibrações da negatividade no planeta. Este grupo trouxe consigo uma espécie subumana para fazer o árduo trabalho de mineração; O tratamento severo daquela população escrava e os danos à Terra pela atividade de mineração de ouro adicionaram, ainda, mais negatividade.

As forças das trevas, um campo de força massivo e poderoso de formas pensamento de base que serpenteiam por todo o Universo, atraídas pelas baixas vibrações, se dirigiram para Shan. Essa foi a entrada da escuridão neste planeta. Durante os séculos seguintes, algumas das muitas populações que aqui viveram, ficaram sob o efeito do feitiço das forças das trevas. Sua violência e degeneração criaram muita negatividade que teve que ser liberada através de terremotos e erupções vulcânicas para que o corpo de Gaia pudesse sobreviver. 
Numa série dessas ocorrências essenciais, formaram-se cadeias de montanhas, mares interiores e cânions profundos, na medida em que as massas de terra e os oceanos sofreram drásticas mudanças e, por duas vezes todas as formas de vida foram eliminadas em limpezas cataclísmicas. No entanto, as forças das trevas permaneceram no Sistema Solar, sempre pronta para influenciar os habitantes subsequentes.

Em algum lugar ao longo do caminho, Shan também ficou conhecida como Terra, entretanto, ambos os nomes foram esquecidos, após alguma outra população chamar o planeta de, Earth (Terra). E, quando, mais uma vez, a negatividade se acumulou, devido à influência das forças das trevas, a Terra usou sua Luz para sustentar a vida de seus residentes. Como não havia Luz suficiente para preservar o meio ambiente, lagos e rios secaram, áreas desérticas se formaram e as regiões mais setentrionais e meridionais se tornaram áreas geladas.

Em muitas épocas diferentes, durante aproximadamente meio bilhão de anos do tempo linear, alguns dos habitantes do planeta foram pessoas que chamam de Neanderthal, espécies que evoluíram da população escrava dos lirianos e seus descendentes mais evoluídos. Outros habitantes, que vieram de civilizações de vários sistemas estelares foram os progenitores das diferentes raças e culturas da Terra. Eram avançados em inteligência, espiritualidade e capacidade de manifestação e, aqueles que se uniram a povos em evolução na antiguidade, dotaram sua progênie desses altos atributos.

Em algum momento da história universal, as forças das trevas prometeram riqueza, poder e controle a muitos indivíduos e, aqueles que sucumbiram àquela atração se tornaram seus fantoches. Num de seus atos hediondos dominaram as civilizações menos experientes e desativaram todas, exceto duas de suas cadeias de DNA, para diminuir enormemente sua inteligência, introdução de tendências violentas e tornar seus corpos vulneráveis à fraqueza, doenças e um curto período de vida.

Milênios atrás, alguns desses povos começaram a viver na Terra, onde os fantoches facilmente os controlavam, através, do medo, da ignorância, da guerra perpétua e da subsistência nua, condições que evocavam o mais básico dos traços humanos. Mais uma vez, a negatividade se acumulou, quando brutais entre si e com os animais, irracionalmente, danificaram o planeta e, mais uma vez, a Terra usou sua Luz para sustentar todas as suas formas de vida. Oitenta e poucos anos atrás, sua Luz tinha diminuído ao ponto de sua órbita ser tão instável que corria perigo iminente de se lançar espaço afora e de sua certa destruição.

Gaia não queria que seu corpo chegasse a esse fim, não queria que toda a vida fosse novamente destruída, então, clamou por ajuda. Instantaneamente, Deus autorizou civilizações espiritualmente avançadas a infundirem o planeta com intensa Luz para estabilizar seu eixo e permitir que elevasse das baixas vibrações da profunda terceira densidade. Alguns moradores foram estimulados a abraçar a Luz, que salvou a vida do planeta e, ao fazê-lo, conseguiram arrebentar os grilhões dos fantoches que lhes mantinham cativos.
A Terra se tornou um campo de batalha, onde Forças Universais da Luz lutaram contra as forças das trevas e as derrotaram em seu Sistema Solar. Enquanto as civilizações distantes continuavam a irradiar Luz para arrancar a escuridão entrincheirada no planeta, alguns de seus membros se ofereceram para encarnar lá, para difundir e ancorar a Luz. Na medida em que cada vez mais pessoas da Terra “viram a Luz”, começaram revelar seus próprios e longamente ocultos segredos e as atividades dos fantoches das forças das trevas começaram a “aparecer”. E isso nos leva ao estado de seu mundo hoje.

Agora, vamos olhar para frente. As profundas feridas que a escuridão infligiu por muito tempo ao planeta e a todas as suas formas de vida, serão curadas ao longo da jornada da Terra, até o seu destino na quinta densidade, onde Gaia permaneceu espiritual e conscientemente, por toda a descida, desde sua origem naquela densidade. 

Durante o processo de ascensão, o nível de inteligência da civilização aumentará, na medida em que a consciência física e espiritual crescerem e, mais uma vez, o planeta retornará ao nível de sua criação – belo, maravilhoso, saudável, pacífico. Ao ajudarem suas famílias terrenas a despertarem, para que possam manifestar o caminho para a Era Dourada da Terra, em todas as suas glórias, também, avançarão como deuses multidimensionais.

Amados irmãos e irmãs, entrem no Novo Ano com confiança e otimismo. Vivam a verdade das palavras de sua música popular e inspirem os outros a fazerem o mesmo: " Tudo o que você precisa é Amor… O Amor é tudo o que você precisa".
________________________
AMOR E PAZ.

Suzanne Ward.


Quem é Matthew Ward? Aqui
Canal: Suzanne Ward -  suzy@matthewbooks.com
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge
Veja mais mensagens de Matthew Ward Aqui