background

quarta-feira, 22 de abril de 2020

Selácia - "A Terra dá um alerta à humanidade"


Agora, durante a crise do coronavírus, estamos experimentando o que, em retrospectiva, será um dos momentos mais extraordinários e memoráveis ​​da longa história da humanidade na Terra.

O minúsculo vírus revela nossa interdependência.

Um pequeno vírus invisível a olho nu nos mostrou o quanto estamos interconectados e somos interdependentes. Ele também enfatizou o vínculo interconectado entre os humanos e a natureza.

Muitas pessoas entendem isso em um nível intelectual. Os povos indígenas entenderam isso instintivamente - não tendo dúvida de que eram um com toda a vida e que toda a vida era sagrada. Como eles viviam refletia esse entendimento.

DIA DA TERRA COMEMORADO EM 22 DE ABRIL

Avanço rápido  agora - com 50 anos do Dia da Terra sendo comemorado em 22 de abril - vislumbramos o quanto divergimos de nossos ancestrais indígenas.

Os sinais estão à nossa volta. A Terra nos está dando um alerta. A natureza não tem fronteiras. Uma multidão de espécies compartilha o mesmo ar e a mesma água. Patógenos como os vírus podem aparecer em muitos lugares.

TEMPOS DE EPIDEMIAS PASSADAS

Em épocas de epidemias passadas, os alimentos e outros produtos eram adquiridos localmente. Importante, também,é que  as pessoas eram mais saudáveis ​​com sistemas imunológicos mais robustos. Isso porque, naquela época, as pessoas não tinham sido apresentadas a alimentos processados ​​e não viviam em ambientes tóxicos por causa dos produtos químicos usados ​​na agricultura e em outras indústrias. Nos séculos passados, não tínhamos tantas pessoas lotadas em cidades de alta densidade com ar e água tóxicos. 

Nossos ancestrais indígenas viviam mais naturalmente da terra e os alimentos eram naturais. Além disso, nossos ancestrais em epidemias passadas não dependiam de produtos farmacêuticos, cujos efeitos colaterais podem prejudicar ainda mais a saúde.

Considere isto. Se mais pessoas no planeta estivessem mais saudáveis ​​hoje, com sistemas imunológicos fortes, um vírus como o COVID-19 não seria uma notícia tão grande. Além disso, se mais pessoas tivessem acesso aos cuidados preventivos de saúde versus "assistência médica" que apenas trata as doenças, nossa experiência coletiva com esse vírus seria dramaticamente diferente. 

USANDO A CRISE PARA SE CURAR E SE EQUILIBRAR

Vamos usar essa crise para a cura e o equilíbrio - vendo-a como é: um alerta, e mantendo uma perspectiva geral que vai muito além do COVID-19.

A humanidade está agora em uma encruzilhada de como avançar. O próprio planeta não pode sustentar este nível de caos, discórdia e perturbação dos modos naturais de ser.

Além disso, a humanidade não pode progredir espiritualmente em um ambiente de guerra, divisão e abusos de poder constantes. O que precisamos é de colaboração, carinho e soluções que apoiem as pessoas e honrem o meio ambiente.

Confie que realmente podemos mudar o que está fora de equilíbrio. Somos codificados para isso e, ao nível da alma, sabemos que esse é o nosso destino.

Temos uma lua nova em 22 de abril, um excelente momento para recomeçar. Convido-o a refletir sobre o que deseja fazer de uma maneira mais quântica e como vê seu papel pessoal em nossa transformação coletiva de como a vida é vivida aqui na Terra.

Seus comentários sobre este artigo são bem-vindos - por e-mail ou nas minhas páginas de mídia social. Ao contemplar sua resposta e convidar a visão do espírito, ainda mais percepções chegarão a você. Confie nisto.


Autor: Selácia
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Veja mais Selácia Aqui