background

sábado, 13 de junho de 2020

O Coletivo de Luz - "Calma e firmeza"

 

Nota da canalizadora: Mais uma orientação para os Trabalhadores da Luz de nossos amigos galácticos e os seres angélicos conhecidos como o Coletivo.
Saudações, amigos! Estamos muito satisfeitos por ter esse tempo para falar com vocês hoje.

Saudações, amigos! Estamos muito satisfeitos por ter esse tempo para falar com vocês hoje.

Vemos muitos de vocês em estado de desespero, de questionamento, se perguntando "quando essa loucura terminará”, e diríamos muitas coisas em resposta a isso.

Diríamos que, embora vocês tenham escolhido estar aqui no Planeta neste momento, ainda assim vocês ainda estão no processo de mudar de um tipo de Planeta para outro totalmente diferente, e que o choque dessa mudança está afetando vocês até mesmo no nível celular, além de mental / emocional e etérico.
 
Quase todos vocês vieram neste momento especificamente para ancorar a calma e a firmeza neste período de transição - uma sensação de "Tudo está bem" na Própria Terra e para aqueles ao redor de vocês.

O que pode parecer estar faltando em alguns dias, é a mesma segurança ecoando em sua própria vida interior, e isso é outra razão para você entrar nesse momento - para se enxergar livre do antigo trauma, densidade e outra frequência tridimensional que caso contrário, pode atrasar ou distraí-los do seu caminho de Ascensão.

Gostaríamos de dizer que sempre há uma maneira mais fácil do que ver os destroços e explosões destrutivas que vocês vêem ao seu redor agora, mas isso seria duvidoso.

Isso não é porque vocês, sua Terra ou todos os belos seres vibracionais superiores, que estão ajudando e torcendo por vocês, sempre que podem, não estão fazendo seu trabalho.

Todos vocês estão se saindo incrivelmente bem, cumprindo os papéis que imaginavam antes de encarnar.

No entanto, quando vocês pensam que uma pessoa está se recuperando de uma doença ou lesão grave, sabem que não é realista esperar que ela salte da cama e faça a transição para ser totalmente ativa em um piscar de olhos.

Primeiro, eles devem liberar qualquer identificação interna que assumiram ao longo dos meses ou anos de sua doença.

Eles devem liberar a tendência de pensar que são naturalmente fracos, que sua vida é naturalmente dura, até incompreensível alguns dias, e que outros têm pouca ou nenhuma idéia do que passam, vivendo em fraqueza e dor.

Como aquele que se levanta do leito do doente, vocês devem liberar aquilo que não serve mais a nenhum propósito e que apenas os reteriam agora.

Chegou a hora de liberar a sensação de que vocês são “diferentes”, que sua vida é naturalmente difícil e às vezes incompreensível para os outros e até para vocês mesmos.

Hora de liberar a idéia de que vocês estão “separados” de alguma forma - de outras pessoas, de seu próprio Eu Superior, da benevolência que esse Universo possui, pronto para expressar a cada momento.

Está na hora de perceber que o antigo caminho para o Novo - por mais bizarro que possa parecer alguns dias - não é uma crise, exceto do tipo que traz cura.

E tempo de perceber que vocês são uma das presenças cruciais, cujas energias estimularam a queda do antigo regime de disfunção e opressão.

Vocês estão aqui em grande parte, para que a crise de cura possa surgir da “destruição normalizada” com a qual vocês viveram por milhares de anos.

Doenças, ferimentos e todas as dificuldades não são "normais" para aqueles em vida dimensional superior, e assim parecerão cada vez mais estranhos e desnecessários para vocês.

Nem são necessários para o crescimento e entendimento da alma.

E, no entanto, quando um prédio antigo cai, por mais degradado e disfuncional que possa ter sido, ainda é um choque ver a lacuna que deixa nessa rua em particular.

Ainda é difícil captar os sons estrondosos, os escombros que se acumulam, a poeira que sobe, a sensação de que algo familiar se perdeu.

Essa é uma reação normal. No entanto, cada vez mais agora vemos uma nova reação, pois muitos estão indo além das imagens de perda e destruição.

Em vez disso, vemos cada vez mais a disposição de abençoar e liberar a estrutura antiga, com plena fé de que a nova já está sendo construída e de que todos vocês estão trabalhando constantemente não apenas em seu design, mas em sua criação.

A libertação da velha Terra não continuará indefinidamente, pois não pode.

As energias atuais são positivas demais, com muita intenção de co-criação, para que a perda do velho continue por anos a fio.

Essas mesmas energias também estão acelerando a sua Ascensão e da Terra a uma taxa que não pode ser retardada nem interrompida por qualquer tecnologia, matriz invisível ou evento externo.

Aqueles que vivem em negação sobre as formas da Nova Terra, e a necessidade delas agora, acharão cada vez mais difícil se apegar aos velhos modos de pensamento, sentimento, ação e crenças.

Cada vez mais esse apego irá falhar, mesmo aqueles que se escondem isolados e enclausurados do resto do mundo, e todos os transtornos que o levam constantemente a mudar.

Vemos tanta bravura, tanta independência de pensamento e de vida sendo reivindicada agora, de tantos milhões, quer eles marchem nas ruas, escrevam ou falem, construam moradias sustentáveis, cultivem alimentos orgânicos ou simplesmente orem e respirem.

E a beleza desse derramamento é tão surpreendente, tão poderosa para todos nós reunidos agora para testemunhar e ajudar, onde quer que vocês solicitem assistência, seus idiomas não conseguiram descrevê-lo.

De onde estamos, vemos a vibração da sua Terra mudando para a de um planeta livre e soberano, curada dos efeitos daqueles treinados para explorar e subjugar Seus dons (Terra), como se fossem propriedades a serem compradas e vendidas.

Com o tempo, nenhuma das antigas formas de supressão e escravidão existirá, e vocês estão vendo não apenas o começo, mas o processo completo de remoção desses sistemas.

Vocês terão tempo para comemorar suas próprias liberdades crescentes, amigos?

A liberdade de amar, em vez de julgar onde vocês estão na vida – quer seja preocupação com suas finanças, sua saúde física ou suas conexões com os entes queridos.

Seu tempo na Natureza, suas conexões com Ela e com as atividades cotidianas, e as muitas escolhas que vocês fazem a cada dia para participar mais plenamente da Luz em comida, música, palavras, pensamentos, imagens - ou recuar um pouco, inseguro sobre se você tem o direito de sentir esse poder.

Você tem todo o direito!

A Terra não pode ser possuída, nem Seu povo, Seus animais, Seu ar, água, terra ou espaço.

Vocês são Seus mordomos e, coletivamente, como uma raça de seres, tomaram a decisão de retomar esse papel e vivê-lo com beleza e força, em sistemas que apóiam justiça, Abundância e igualdade para todos.

Queremos dizer que não recuamos passivamente e observamos.

Muitos de nós andamos na Terra agora, ou já o fizemos em outras épocas - e todos nós estamos com vocês no etérico para ajudar da maneira que pudermos, sem impedir o seu livre arbítrio.

E assim, nos chame para obter assistência a qualquer momento.

Estamos felizes em responder prontamente, embora possa chegar até vocês em forma energética - como idéias, como curando feridas antigas, como novas invenções e novas pontes construídas entre grupos que antes eram separados.

Permanecemos como estamos - nos reinos mais elevados, nas naves, em suas casas e nas ruas - para garantir que vocês só podem seguir em frente a partir daqui.

Namastê, queridos!

Comemorem, pois vocês nunca estão sozinhos.


Canal: Caroline Oceana Ryan
Tradução: Jessica Braga / Sementes das Estrelas
Veja mais O Coletivo de Luz O Conselho Aqui