Saul – “As demandas de suas vidas humanas podem ser muito intensas.” – 14.06.2014

Compartilhe esse artigo

Nos reinos espirituais, podemos
claramente ouvi-lo pedindo para o seu despertar acontecer agora! E, como você,
também esperamos com muito entusiasmo pela sua chegada iminente e inevitável.
Sem dúvida, para muitos, parece ser que está sempre chegando sem nunca chegar,
embora sua aparente não chegada seja apenas parte do ambiente ilusório em que
está vivendo sua existência humana. No entanto, sabe que não é muito
confortante, quando parece que tem de continuar a experimentar todos os
problemas e sofrimentos na ilusão em que está imerso.

Hoje vou tentar elevar seu espírito, enquanto
continua a manter sua Luz elevada e a manter a intenção extremamente poderosa para
a humanidade despertar de seu sonho aparentemente interminável e frequentemente
muito doloroso. Seu despertar está assegurada e, de fato, já aconteceu, só que
permanece inconsciente porque se tornou muito ligado à vida corpórea que, como
seres humanos, experimentam na ilusão.

Uma vida humana que parece tão real, em
que muitos têm um medo subjacente e profundo que, sem seus corpos humanos deixariam
de existir. E o medo da morte é endêmico no planeta, porque parece tão terminal.
Muito poucos têm uma consciência adequada da realidade dos reinos espirituais
que iria convencê-los de um modo tranquilizador que a vida é eterna e que a
morte humana é apenas o desembarque de um veículo que lhe serviu bem, mas que
não é mais necessário.

De fato, através das eras, a maioria dos
humanos se tornaram extremamente ligados à realidade aparente de seus corpos e
efetivamente estão na negação de toda a realidade que a aguarda na sua
redescoberta alegre, quando acordar.

Sim, muitos afirmam ter uma convicção
religiosa particular, acreditam em Deus, abraçam crenças espirituais e acreditam
na vida após a morte, embora para a maioria não viver com essas crenças tenha
grande importância ou significado. Geralmente, isso acontece porque a ilusão
que coletivamente construiu e manteve, parece ser muito mais real e relevante
do que a perspectiva de vida eterna, no que parece ser um futuro imprevisível e
esperado, muito distante. A ilusão continua sedutora e atraente para a maioria das
pessoas, enquanto mantêm a esperança de estabelecer uma vida melhor para e
dentro de si e o pensamento de que morte não seja uma coisa atraente.

São os sinalizadores e portadores de Luz,
estão na Terra para ajudar a trazer lembranças da verdade e do conhecimento de
suas origens espirituais e, portanto, do seu destino espiritual eterno a todos
com quem interagem durante esta vida terrena. Sabem, no centro do seu ser, que
seu coração, a sua alma, são aspectos inseparáveis
​​de Deus, que experimentam uma vida encarnada muito
temporária e ilusória, a fim de participar e compartilhar as lições que, com
muita sabedoria e orientação espiritual , escolheram sofrer em conjunto. No
entanto, o resultado de aceitar esse desafio, e é de fato um desafio, é que
estão na Terra com apenas um acesso mínimo às memórias de sua verdadeira
natureza.

Viver como seres humanos, com pleno
conhecimento de sua verdadeira natureza como seres divinos, inseparáveis
​​de sua fonte, seria impossível, porque a natureza da
humanidade é a separação e sua natureza divina é a Unidade. Unidade é tudo o
que existe, a separação é uma ilusão e, portanto, de ser humano envolvido num
estado ilusório ou inexistente.

Enquanto viverem como seres humanos e
experimentarem o estado de separação e suas implicações, será extremamente
difícil entender e compreenderem o fato de que a vida humana é ilusória. É um
conceito muito ameaçador para suas mentes limitadas tentar compreender e dar
sentido. Consequentemente, sempre estarão em busca de mais satisfação em suas
vidas terrenas, sem nunca encontrá-la.

Não pode haver satisfação em suas vidas
terrenas, exceto para descobrir que são irreais e que são seres divinos e
eternos, temporariamente perdidos no nevoeiro que é a ilusão, que daqui a pouco
irá se dispersar. E você não pode deixar de fazer essa descoberta gratificante.

Quando se recolher em seu tranquilo espaço,
persista em sua busca por paz interior onde pode e irá dissipar a ilusão, todavia
é vital que ao fazê-lo, não se permitam ser constantemente distraídos por
preocupações mundanas. Muitas vezes as pessoas tentam meditar ou ir para dentro
e encontrar a paz, mas por causa das distrações de suas vidas humanas cotidianas,
que se intrometem no seu espaço interno com demandas que parecem exigir atenção
instantânea, veem-se incapazes de persistir em suas meditações. As demandas de
suas vidas humanas podem ser muito intensas, pessoais e de separação, por isso lhe
parecendo que não só deve ser o único que pode lidar, mas também que  tenha de lidar com elas, de preferência naquele
momento.

No entanto, se olhar para trás, sobre sua
vida poderá ver claramente muitas coisas que tiveram enorme importância na
época, que eram de fato sem importância real. A aprendizagem é muito reveladora,
na medida em que demonstra de vez em quando que suas prioridades eram frequentemente
extraviadas. Lembrem-se disso quando os “deveres” em suas listas de
afazeres tornarem-se irresistíveis e faça um ponto de exclusão na maioria
deles.

Suas verdadeiras prioridades são para
honrar a si mesmo, dando-se a um tempo de silêncio diariamente, para estar em
paz. Então durante esse tempo, abra-se para receber e sentir o Amor que o envolve
em todos os momentos e, em seguida, compartilha-Lo com todas as pessoas com
quem  interage. Fazer isso é a coisa mais
inspiradora e edificante que pode fazer por si mesmo e será recompensado com as
melhorias que ocorrerem em todos os seus relacionamentos, incluindo sua relação
consigo mesmo.

Quando toma esse tempo diariamente se
recolhendo, a primeira coisa “para fazer” é reafirmar sua intenção de
sentir o Amor que o envolve.  Então
lembre-se de que é digno d´Ele e que a experiência é o seu direito e a vontade
de Deus para consigo. Em seguida, limpe a sua mente da melhor maneira possível
de pensamentos e preocupações estranhos e espere para sentir o amor de Deus por
você.

Mesmo ao menor aumento na sensibilidade da
paz interior, quando experimenta o Amor de Deus o abraçando, assim aberto a
Ele, permita que se intensifique. Este é o seu momento para relaxar em sua
verdadeira natureza e em harmonia com Ele. Um momento que não pode durar, mas
que nunca será esquecido e, assim,  saberá
que o Amor de Deus estará lá sempre para você. Isto lhe dará  força, a determinação e o entusiasmo para
continuar tendo a sua Luz elevada, na medida em que se move cada vez mais perto
do momento do inevitável despertar da humanidade.
Com muito amor, Saul.


Canal: John Smallman
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge  
Compartilhe esse artigo

About Author

Neva (Gabriel RL)