Os Anjos - "A felicidade pode acontecer agora" - Sementes das Estrelas

Os Anjos – “A felicidade pode acontecer agora”

Compartilhe esse artigo

Muitos de vocês que trabalharam arduamente para dominar a sua própria vibração, confessaram-me que quase parecia um sacrilégio dizer que tiveram um ótimo ano em 2020. Eu conheço o sentimento. Eu também tive um ótimo ano, apesar de todos os desafios. Claro, nenhum de nós ficou feliz com todo o sofrimento. Não ficamos felizes com a doença, a perda de emprego, o medo, as brigas, as injustiças raciais, brigas políticas ou qualquer coisa assim. Ficamos felizes porque optamos por aproveitar ao máximo os momentos que tínhamos, em vez de lutar contra a vida ou nos concentrarmos nos problemas que não podíamos mudar. Nós nos demos permissão para aproveitar nossos dias, mesmo apesar dos desafios do mundo externo. Ao fazermos isso, fomos mais capazes de ajudar os outros.

Não acho que já trabalhei mais do que no ano passado. Respondi a milhares de e-mails por semana, ajudei, curei, acalmei e fiz o que pude pelas pessoas necessitadas. Conversei com minha família várias vezes por semana porque ficou cada vez mais claro para todos nós que nossos relacionamentos próximos importavam, aqui e agora. Diante da morte no dia a dia, foi destacada a importância de vivermos plenamente.

Eu não dormi muito. Mas tornei uma prioridade cuidar de mim, de muitas outras maneiras, para que pudesse estar em uma vibração alta para aqueles a quem sirvo. Tornei uma prioridade olhar Braco online sempre que podia, porque quanto mais ficarmos na luz, cada um à sua maneira, mais leve o mundo será. Senti o amor fluir com força no ano passado, e ainda mais neste ano – não porque o mundo o entregou a mim, mas porque escolhi aproveitar ao máximo as situações apresentadas.

Estou aproveitando este ano ainda mais, mesmo apesar da intensidade emocional, das brigas, as variantes do vírus, tensões crescentes, vulcões (e pessoas!) explodindo, etc. Decidi em janeiro que iria trabalhar para dominar a minha habilidade para focar. No momento em que me sinto perdida, paro no meio do caminho e mudo a minha mente em direção a algo que me faça sentir melhor. Eu escolho um objeto aleatório e “fluo o amor” como descrevi. Estou cuidando de mim mesma, trabalhando remotamente, organizando minha casa, fazendo jardinagem e estou ansiosa para voltar a fazer trabalhos manuais que antes gostava muito. Tenho optado por me concentrar no que me dá alegria, ao invés do que facilmente me magoaria, e Deus sabe que há muita coisa acontecendo no mundo que me machucaria se eu escolhesse dar a isso uma atenção..

Muitos não aprenderam que podem se dar permissão para serem felizes, mesmo quando as coisas parecem estar “erradas”. Fiquei feliz, apesar de ter batido o joelho no início do ano e agora ele está curado. Tenho sido feliz interiormente, apesar das pessoas serem indelicadas. Tenho sido feliz, apesar daqueles com quem me preocupo terem problemas físicos. Não estou feliz por causa da dor de ninguém. Estou feliz porque sei que se escolher me concentrar em coisas que me dão alegria e ter pensamentos que me dão alegria e fazer coisas que me dão alegria, então, posso ser sempre uma influência maior em todas as áreas.

Portanto, se você já se sentiu culpado por se sentir bem, agora é o momento de repensar isso. Nas palavras de Marianne Williamson, de seu maravilhoso livro, Um Retorno ao Amor:

Nosso medo mais profundo não é o de sermos inadequados. Nosso medo mais profundo é que sejamos poderosos além da medida. É a nossa luz, e não a nossa escuridão, o que mais nos assusta.

Nós nos perguntamos: Quem sou eu para ser brilhante, lindo, talentoso, fabuloso? Na verdade, quem é você para não ser? Você é um filho de Deus. O fato de você se fingir de insignificante não serve ao mundo. Não há nada de iluminado em se encolher para que as outras pessoas não se sintam inseguras perto de você.

Todos nós devemos brilhar, como fazem as crianças. Nascemos para manifestar a glória de Deus que está dentro de nós. Ela não está apenas em alguns de nós; está em todos. E quando deixamos nossa própria luz brilhar, damos inconscientemente permissão a outras pessoas para fazerem o mesmo. À medida que nos libertamos de nosso próprio medo, nossa presença automaticamente libera os outros.

Dê a si mesmo permissão para ser feliz.

Aqui estão algumas dicas para ajudá-lo a aproveitar a sua vida, não importa o que aconteça:

1. Desafie suas suposições sobre a felicidade

Em um pedaço de papel, escreva: “Eu posso ser feliz quando” e então, em um fluxo de consciência, escreva o que vier à mente. Pode ser uma mistura de verdades mais profundas e antigas suposições. Pode ser muito revelador fazer este exercício.

Questione suas suposições. Se você não acha que pode ser feliz até que o mundo pareça melhor, até que a covid se vá, até que alguém seja agradável com você, até você conseguir um novo emprego, um parceiro novo,uma casa nova, um novo … como você, “ Por que não?”

Por que não aproveitar o dia de hoje?

2. Mantenha uma lista contínua de coisas, pensamentos, etc., que você goste

Mantenha uma lista, ou melhor ainda, um diário das coisas que você ama e pensamentos que o encantem e citações que o inspirem. Certa vez, fiz “O Livro dos Pensamentos Felizes” com pensamentos e citações aleatórias que me fizeram sorrir. Encontrei outro dia e sorri de novo!

É bom ter um lembrete tangível de coisas, pensamentos, pessoas, qualidades e situações que você gosta, então, quando você entra em uma vibração menos elevada, isto serve como um ótimo lembrete de que a alegria pode ser encontrada aqui e agora.

3. Pare de olhar para “Não posso” e comece a olhar para “Posso”.

Há muitas coisas que queremos experienciar ou fazer ou ter, que não podemos experimentar, fazer ou ter neste momento. Talvez você não tenha tempo, dinheiro, desejo, segurança, ou seja o que for que você precise para fazer algo ou experimentar algo que deseje. Talvez alguém não esteja cooperando com a sua visão de quem deveria ser. É triste focar em todas as coisas que “não posso fazer” e “não posso ter” na vida. Estes pensamentos não são apenas desagradáveis, se der a chance de girar em sua mente por um tempo, eles facilmente levam a acessos de raiva
que parecem ainda piores!

Em vez disso, concentre-se no que você pode fazer e desfrutar. Mais do que em qualquer época na Terra, existem milhares de coisas que podemos desfrutar. Temos o mundo inteiro e tudo o que queremos aprender ao nosso alcance. Podemos “viajar” para qualquer lugar que quisermos apenas acessando o YouTube. Temos as habilidades espirituais para mergulhar dentro de nós mesmos e nos abençoarmos. Podemos dar um passeio, fazer uma boa refeição, conversar com um amigo, ler um bom livro, etc. Em alguns dias pode até ser agradável afundar em uma autocomiseração confortável – se isso for um passo adiante vibrante de onde você está ! O resultado final é que focar no que “não podemos” fazer, ter ou experimentar nos deixa infelizes, enquanto focar no que “podemos” nos deixa felizes.

Preocupe-se com como você se sente. Dê a si mesmo permissão para se sentir bem e de forma interessante, você terá cada vez mais coisas, pessoas e experiências que você poderá desfrutar, que se apresentarão facilmente em sua vida.

Embora os anjos nunca querem que finjamos como nos sentimos, eles querem nos dar as ferramentas para nos sentirmos melhor. Todos nós temos esta escolha. Faz sentido exercitá-lo da melhor maneira possível e praticar a mudança de velhos hábitos que dizem. “Não podemos aproveitar a vida até que …” para novos que dizem: “Dê a si mesmo permissão para aproveitar a vida aqui e agora com o melhor de sua capacidade”.

Não há egoísmo nisto, apenas o desejo de viver no amor com a própria vida e, portanto, ser uma luz brilhante em um mundo que precisa de seus faróis!

Canal: Ann Albers
Fonte: www.visionsofheaven.com
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Veja mais mensagens dos Anjos Aqui

Compartilhe esse artigo

About Author

Neva (Gabriel RL)