LETRA M


MAGIA, A FLAUTISTA = É um ser de um Sistema de Mundos Dourados. Cada mundo é como um sol dourado irradiando a tudo e a todos. É uma magnetizadora por natureza. Harmoniza tudo e todos com o olhar, cujos olhos mais parecem dois sois dourados, tendo pequenos riscos verdes no globo. Seus cabelos são de pura energia, fios de Luz dourados, mesclados ao branco neve.


Quando viaja pelo Universo, o faz em uma grande nave mãe do seu povo dourado. A grande nave mãe é tão colorida e bela, que nem se pode descrever linearmente, com exatidão. A grande nave, quando viaja pelo cosmos, o faz liberando lindas canções universais que são ouvidas nas baixas vibrações, aliviando as tensões e dores daqueles que ali estão.

Ela/ele tem o equilíbrio exato em seu interior e pode tomar a forma que desejar. Em algumas civilizações que visitou, tomou forma de lindos elefantes dourados, encantando as civilizações nativas.

Encarnou várias vezes no Plano Terrano, desde a antiga Atlântida e Mu. Esteve ao lado de mestres como Buda, Antulio, Anfion, Numu, Krishna... Pode-se dizer que é um raio de Luz daquele conhecido como Krishna.

É um ser de energia magnífica e tem os seus campos energéticos tão harmonizados, que aqueles que a enxergam espiritualmente, a veem como uma imensa energia dançante, fazendo lindos movimentos energéticos. É a dança energética em forma Terrana. Quando está nas suas expressões mais elevadas, tem uma linda flauta dourada de pura Luz, que encanta quando toca. Na maioria das vezes, é dessa flauta que sai os sons que são ampliados pela grande nave mãe colorida, que são ouvidos por onde a nave passa. Cada nota da flauta é uma energia específica que cura tanto as doenças físicas, como as mentais.

Certa vez, quando ao lado de Krishna, estava havendo uma confusão gigantesca em um povoado. O próprio Krishna a chamou e disse... "Vá, dance e encante! Leve sua flauta." E ela disse: "Mas eu não tenho flauta!" E ele: "Sim, tem!... Vá!" Ela foi até onde estava havendo a confusão. Estava descalça, com uma veste simples, mas o olhar,... ah,... o olhar!... Era tão penetrante, tão radiante como um Sol multicolor. Quando chegou, todos, sem exceção, todos pararam e olharam para ela... Ela abaixou a cabeça um pouco assustada, temendo ser enxotada dali. Ouviu suavemente em sua mente: "Pegue sua flauta." E ela, quando viu, havia uma flauta dourada que estava presa ao lado da sua cintura, como que por encanto! Ela pegou-a e, mesmo sem nunca ter tocado nada naquela vida, começou a soprar. Saía dela um som maravilhoso que foi penetrando nos corações de todos ali presentes. Enquanto ela tocava, a flauta transformou-se em pura energia que a envolveu completamente e, todos, ... todos puderam ver a energia a envolvendo! Ela foi tomada por uma força celeste e começou a se expressar de forma dançante para todos, como uma linda flor quando recebe uma brisa suave, balançando suas pétalas suavemente. Era assim que ela dançava e encantava, assim como pedira o mestre.

Todos os presentes observavam e, como que por enquanto, soltavam suas ferramentas de guerra e, como bêbados de energia, sentavam em volta de Magia, a Flautista, enquanto ela dançava. O Mestre observava em tela mental tudo que acontecia ali e, feliz, a irradiava para que ela continuasse, até que o coração mais embrutecido amansasse. Quando terminou sua dança, sentou-se no chão, baixou a cabeça em sinal de reverência, com as duas mãos coladas uma a outra, num típico gesto de gratidão e chorou. Todos a sua volta se emocionaram e até o mais embrutecido que ali estava, caiu em emoção. Deste dia em diante, todos comentavam... "A Moça parecia uma Magia... Uma Magia Viva. Nós vimos! De onde ela veio!?" Enquanto outros diziam: "Sim. Parecia uma Magia Viva! Ela segurava uma Flauta... Eu nunca vi isso antes!..." - E desde então, passou a ser chamada de “Magia, a moça da Flauta”, ou “Magia, a Flautista.”


Em outra situação, quando em um mundo de baixa vibração e amplamente sob domínio das suas faculdades espirituais, transformou-se num grande elefante feroz e dissipou um grupo de seres perversos que queriam invadir uma aldeia e abusar sexualmente de moças, enquanto seus companheiros haviam saído para busca de alimentos. É um ser de um poder inimaginável. Pode também projetar sua consciência em qualquer lugar e ser vista por aqueles que estiverem nesse lugar.

Em uma das suas roupagens, pertenceu à linda corte de Poseidon sendo uma linda sereia e encantando com a Magia da sua Flauta onde, na ocasião, esteve com um ser chamado de Cadhi, o Príncipe Solar.

Está sendo chamada pelo Plêiades 1 a incorporar o dom da Flauta e trazer o som da Cura Magnética. Sendo chamada a ir nas zonas do astral inferior do plano Terrano e levar sua dança, que mais parece uma flor ao receber a brisa da manhã. Sendo chamada a dançar e encantar onde quer que vá, incorporando também a energia de Oxum, ser magnífico, o qual também é representante na superfície Terrana. Sendo chamada a, quando estiver em ambientes físicos e não físicos onde hajam desarmonia, fechar os olhos e trazer até sua mão direita a sua flauta magnética e, começar a tocar para harmonizar o ambiente. Não existe nenhum ser neste universo que seja capaz de resistir ao seu encanto, do mais sutil ao mais endurecido ser. Por isso, a sua importância neste momento de elevação quântica da espécie Terrana. Está em profundo contato com a Mãe Gaia, e apenas ao tocar suas mãos no chão, absorve toda energia que precisa para os seus dias Terranos e, da mesma forma, pode repassar essa energia aos demais seres.

MAGNÉTICO SOLAR 1 = Energia capaz de atrair pessoas para o Campo Solar de Luz, ajudando-as a refletirem sobre tudo, sobre a importância da vida, da preservação da vida como um todo...  Energia capaz de ajudar rapidamente na criação do Merkaba Pessoal, ou melhor, ajuda a acelerar o processo dessa criação. Se uma alma está bem avançada nessa criação, ou não, a energia "Magnético Solar 1" acelera o processo. Há uma força que é enviada por Áton à superfície e é chamada de "Magnético Solar" e aqueles de coração aberto quando a recebem, mesclam-na com sua energia pessoal e a transformam em "Magnético Solar 1" que é a junção da energia de Áton com sua energia. Logo, energia A+B = C". Em síntese, “A = Energia Enviada por Áton. B = Energia Pessoal da Pessoa / Nativa. C = Junção dessas duas forças / Mistura perfeita que dá Magnético Solar 1”. A “C” é, então, a energia que a pessoa adquire para si e serve como matéria prima para construção do seu Merkaba Pessoal, que é o veículo interdimensional necessário para transitar pelas realidades paralelas, após a remoção do véu e desativação do Nêutron Iniciático. 


MAGN1 = Universo Magnético 1, de onde Neva, Kryon, Silvestra e outros mestres vieram. 

MAGOS ATLANTES = Caval: É um Mago negro Atlante. Ele é o líder de um grupo de 5 magos negros Atlantes. Ele é  um especialista em drenar a energia do Chakra Básico das pessoas. De posse dessa energia ele a manipula e a usa como deseja. A energia do Básico, quando está equilibrada, faz o ser relaxar e se entregar plenamente de forma amorosa à energia sexual, proporcionando uma experiência nutritiva e expansiva. Quando esta energia é drenada e desequilibra-se, o ser fica em um estado de não relaxamento se fechando a qualquer possibilidade de interação amorosa. Nesses casos, quando ainda assim, o seres interagem, o ser que foi drenado e está em desequilíbrio tem uma experiência muito desconfortante e tenta evitar que possíveis novas interações ocorram. Caval e seu agrupamento está neste instante em contato direto com o PVSE. Novas atualizações serão enviadas a medidas que chegarem.

Akanis: É um Mago negro Atlante do agrupamento de Caval. Ele é um especialista em baixa auto-estima. Ele faz o ser desacreditar de si próprio. Faz o ser sentir dependência extrema de outros  seres para poder existir. O ser sob sua irradiação desacredita-se de si mesmo em tudo que faz deixando muitas vezes de servir a Luz por acreditar que aquilo que fazia não passava de uma  grande ilusão.  Muitos desistem de seus sonhos mais elevados por estarem sob sua irradiação. Ele entra no campo do ser quando este dar alguma abertura.

Mago 3*: É um mago negro Atlante do agrupamento de Caval. Ele é um especialista em potencializar a dor emocional. Seres em processos emocionais dolorosos tem sua dor extremamente aumentada a ponto de surtarem e tentarem finalizar esse processo através do suicídio. 

Hoje, dia 22 de Novembro de 2017, os Magos Atlantes foram elevados graças ao movimento interno criado por Zero i. Este movimento é extremamente desgastante e envolve demasiada energia de quem o realiza. Em muitas ocasiões efeitos colaterais como lapsos de memória, paralização temporária das funções motoras ou outras também podem ocorrer nestes movimentos. 

Como resultado dessas elevações, dois pontos luminosos se ascenderam na superfície Terrana. Duas entradas para a Terra Interna foram abertas. Uma delas localiza-se na Ilha do Mel, no estado do Paraná. Esta entrada fica submersa. É necessário que se mergulhe no mar para ter acesso a esta entrada. A outra entrada fica na Estrada da Graciosa, em uma grande queda d’água. Esta também localiza-se no estado do Paraná. Grandes movimentos estão ocorrendo nos bastidores e consequentemente seus efeitos são reverberados em toda humanidade. Este foi mais um grande passo que as Forças da Luz deram na superfície. Comemorem e usem suas energias cada vez com mais afinco para apoiar o avanço da Luz, do modo que puderem. 

Mago 3*: Nome genérico. Este ser não se identificou ou não foi possível registar seu nome. 

MAJOR1+ = Sobrecarga em todos os campos.

MANÓLIAH = Um ser de energia feminina da Galáxia X440-Z9 (Galáxia Azul). É uma leitora de dados quânticos / leitora de energia / Uma leitora de línguas galácticas. É uma excelente matemática, não por acaso encarnou no plano físico terreno certa vez como professor de matemática. Atua na Galáxia Azul da sexta à nona dimensão. Diferente de uma outra roupagem sua, masculina, que atua um pouco mais acima. Manóliah, também atua em um sistema de mundos na Galáxia Azul, muito semelhante ao Sistema Solar da Terra. Lá, em uma roupagem humanizada, tem um corpo feminino muito semelhante ao das Terranas. Pele em um tom de azul claro, mas do seios para cima, incluindo toda cabeça, toma um tom de azul mais escuro. Uma linda mesclagem de cores. Os olhos são razoavelmente maiores do que o das Terranas. Azuis como dois sois azuis brilhantes. Hora está careca, hora está com cabelos escorridos azuis com as pontas prateadas. De cada fio de cabelo saem descargas de Luz azul intenso, radiante!  No seu peito há uma estrela azul brilhante, pulsante. É a galáxia azul que carrega em seu coração. Na sua mão esquerda tem um olho de luz azul. É um portal na própria mão.  Na outra mão, um código escrito que a conecta a sua chama gêmea. Quando ela toca com a mão esquerda aberta, onde tem o olho de luz azul, na mão direita, onde tem o código, imediatamente ela se transporta para onde a sua chama-gêmea está atuando. 

Essa energia está sendo chamada pelo Plêiades 1 devido a intensa necessidade que se faz neste instante. Há várias linhas de tempo se desenvolvendo rapidamente, em milésimos de segundo. Todos os seres estão saltando continuamente essas linhas de acordo com sua vontade interior / desejos de experiências particulares. Devido as intensas pressões que sofrem os habitantes do plano terrano, a  manifestação de expressões mais elevadas e/ou desenvolvimentos de programações previstas são dificultadas, decorrente disso, forças extras são enviadas para que cronogramas elevados se mantenham e que haja um avanço apropriado para linhas elevadas de empoderamento e expressões genuínas de ser. Nisso, Manóliah é uma expressão poderosa, feminina, que atua não somente no que já foi citado acima, com suas qualidades matemáticas e leitora de energias, é também uma expressão elevada da Deusa na superfície Terrana. Sendo chamada para ajudar as expressões masculinas que tem dificuldade de reconhecerem o seu lado feminino. Há uma trava em alguns seres masculinos da superfície terrana que os impede de serem mais delicados em suas expressões, sendo engolidos por campos mórficos machistas e preconceituosos, impedindo-os que a energia da Deusa flua com maior facilidade em seus seres, possibilitando assim o equilíbrio entre essas duas forcas cósmicas. 

Manóliah, é uma verdadeira expressão do Feminino Divino, tendo também nela mesma o perfeito equilíbrio com Masculino Divino. Manóliah tem um código mestre de ancoragem da Deusa, que é: UTEYA-MI MY-HAU - MI -MALU-I MI! que significa: DIVINA DO DIVINO EM MIM ESTÁ, DIVINO DA DIVINA EM MIM ESTÁ.

Ao ancorar  / decretar, recomenda-se que seja na língua especifica da Galáxia Azul: UTEYA-MI MY-HAU - MI -MALU-I MI!

É até onde Jesus me permite ver e transmitir. 

MÁXI-YMOS, O DRAGÃO AZUL E A CHAMADA AOS TERRANOS = Máxi-ymos é um Dragão de Luz poderoso, especialista em desintegração negativa. Teve uma vida física na Idade Média e assegurou os Cavaleiros do Rei Artur em muitos dos seus movimentos. Era um dos guardiões dos cavaleiros. Também era muito amigo daquele conhecido como Merlin. Quando se aproximava dos cavaleiros, emitia um som semelhante a “Assembrou Campuru!” Que significa “Saudações aos Heróis”. Máxi-ymos foi caçado por muitos inimigos e resistiu a todos os ataques contra si. É um dragão muito elegante, de um porte poderoso. Tem um tom azul escuro com grandes olhos amarelos como o sol. Conversava com Artur e Merlin por telepatia e sabia exatamente quando estavam em situações delicadas precisando da sua ajuda.

"Assembrou Campuru!" também pode ser considerado um código mantra poderoso que, se invocado em voz alta, imediatamente atrairá a atenção de Máxi-ymos. Se estiver em alguma situação que considerar de “perigo” tanto física como espiritualmente, diga-o em voz alta, ou dependendo da situação, mentalmente! É muito poderoso, você poderá sentir o olhar protetor de Máxi-ymos sobre você.

Depois de muito tempo, ainda em corpo físico, Máxi-ymos reencontrou seu velho amigo, Merlin, que estava encarnado como Francis Bacon (https://pt.wikipedia.org/wiki/Francis_Bacon). Em algumas ocasiões, Francis deslocava-se para montanhas distantes para o diálogo com seu velho amigo. Lembrava da sua velha vida como Mago Merlin. (Para quem não sabe, Merlin e Francis Bacon são as personalidades vividas pelo espírito hoje conhecido como Saint Germain). Máxi-ymos, em vários séculos, tentou contato com diversos seres na superfície além de Artur, Merlin e Francis. Mas, em muitos casos, as pessoas não estavam sintonizadas com a grandeza energética e elevada do grande “Dragão Azul dos Heróis.”

Mais ou menos no final do século XIX Máxi-ymos deixou o ambiente físico. Não passou por morte física, apenas “encantou-se” transfigurando-se em Luz e entrando nas Esferas Espirituais, juntando-se a outros Guardiões de Luz que protegem o planeta Terra há milhares de anos. Máxi-ymos foi convidado pelo Plêiades 1 a estar mais próximo da Ilha Magnética e, consequentemente, levar sua energia também às demais Ilhas (https://www.sementesdasestrelas.com.br/p/as-ilhas.html). Máxi-ymos está também sendo encarregado pelo Plêiades 1 a direcionar outros dragões do seu agrupamento para assistir às demais ilhas mais de perto. O P1 tem observado que, à medida que o PVSE expande sua Luz, tentativas de violação à Base Principal se intensificam e Máxi-ymos é especialista em desintegração de correntes negativas, especialmente armas de plasma escalar direcionadas a Trabalhadores e Guerreiros da Luz.

A presença de Máxi-ymos e seu agrupamento de Dragões também acelerará muitos processos como a diminuição de pesadelos e estresses noturnos, pois ele também é considerado um Guardião do Sono. Por falar nisso, há alguns anos, eu, Gabriel, dormia quando abri os olhos no meio da noite e vi uma imensa cabeça dentro do meu quarto. A cabeça estava de perfil e era de  um lindo tom azul escuro brilhante. Os olhos estavam fechados. Não me assustei nem um pouco. Fiquei observando aquela grande cabeça, e o restante do corpo etérico estava para fora do quarto, pois “logicamente não cabia todo corpo ali”. Observei atentamente e ele abriu um olho bem devagar. Grandes olhos amarelos! Não tive “uma vírgula” de medo. Ele abriu e fechou suavemente os olhos. Senti-me tão bem, tão protegido que voltei a dormir, imediatamente. Se não era ele, parecia muito. Era um dragão belíssimo, exatamente como Máxi-ymos.

Há muitos seres humanos na Terra que verdadeiramente são espíritos de grandes dragões que viveram há milhares de anos. Houve uma época na Terra em que eles eram muito perseguidos, esses guardiões poderosos, principalmente na Idade Média. Muitos deles pediram a Gaia uma oportunidade de encarnarem como seres humanos, e isso lhes foi tão amorosamente concedido, que encheram a Terra com sua sabedoria expressa em forma humana. Muitos sábios da história foram esses grandes espíritos de dragões.

Algumas personalidades da história tiveram suas roupagens de dragões no plano físico terrano, e depois assumiram grandes personalidades no reino humano. Alguns exemplos são: Mestre Lanto, Mestre Djwhal Khul, Mestre Confúcio, Kuan Yin, El Morya, Melchizedek, Martin Luther King Jr., Bruce Lee, dentre outros. Você mesmo agora que lê esse relato pode ter tido um corpo físico de dragão em eras passadas.

Dentro do PVSE há avatares que também são dessa mesma poderosa energia e, claro, também fora do PVSE. Assim, o P1 e o próprio Máxi-ymos convida a todos para essa sintonia de guardiões. Um integrante em especial do PVSE será encarregado de criar uma página e/ou grupo especial para todos aqueles que se afinarem com essa poderosa energia dos Dragões.

Máxi-ymos está deslocando seu empoderado Corpo de Luz para auxiliar no que puder, assim como todo o seu agrupamento poderoso de dragões guardiões. Um projetor especial será apontado para Máxi-ymos, que o reverberará para os demais dragões e para o chefe da falange dos dragões DENTRO DO PVSE. Esse chefe, óbvio, é um ser humano atualmente, mas com profunda ligação com os Dragões, já tendo sido um deles que, por sua vez, reverberará para toda falange dentro do PVSE e afins. Esse humano já foi nomeado e poderá criar uma página/grupo no Facebook e em outras mídias sociais para essa sintonia. Esse chefe precisa nomear um imediato, para que atue junto a si na coordenação da falange.

Um Símbolo Geométrico que representa a iluminação desta linha foi canalizado. É este que ilustra essa publicação.



Como já foi dito, uma página oficial poderá ser criada pelo chefe da falange e apoiada por todos do PVSE e afins para sustentarem esse projetor e reverberarem essa Luz poderosa. A página oficial ao ser criada ficará disponível aqui: https://www.sementesdasestrelas.com.br/2016/11/pleiades-1-chamada-aos.html

É até onde Jesus me permite ver e transmitir.

Gabriel RL

Em uma nota final, meus queridos, algumas pessoas estão criando páginas na Internet usando os nomes de alguns relatos que eu estou trazendo, dizendo serem elas os representantes desses movimentos. Alerto que todas as páginas oficiais desses movimentos ficam disponíveis no link a seguir, e qualquer uma que NÃO esteja nessa lista eu não me responsabilizo pelas informações entregues: https://www.sementesdasestrelas.com.br/2016/11/pleiades-1-chamada-aos.html

MDJM = Antes de Melissa sofrer o acidente com o cavalo (Vide: http://www.sementesdasestrelas.com.br/2017/10/o-que-e-o-v5-mensionado-pelo-pleiades-1.html), sua avó Calinha havia lhe contado algumas coisas que a deixou um tanto preocupada e no mínimo muito pensativa. Calinha havia chamado Melissa de canto e com um tom de preocupação e medo, mascarados de leveza e suavidade, lhe disse: “Minha netinha, você é uma menina muito querida e eu a amo muito! Em breve nós estaremos  juntas em outras terras…”. “Outras terras? Como assim, vó? Vamos nos mudar? O papai vai vender a fazenda? E o Giorgio?”, assustada perguntou Melissa. “Não se preocupe com isso minha netinha! Não se preocupe com isso..”, respondeu Vó Calinha tentando transparecer suavidade. Melissa ficou um tanto preocupada com aquelas palavras da Vó e logo que encontrou-se com Giorgio contou-lhe daquele devaneio estranho da Vó Calinha. Ele percebeu sua preocupação com a situação e tentou distrai-la à sua forma brincalhona. 

Vó Calinha, era uma médium vidente, mas, naquele instante, ficou com receios de ter falado algo à Melissa que pudesse feri-la, então foi visitar sua amiga Maia para tirar as provas daquilo que havia visto. Maia morava nas redondezas da fazenda da família de Melissa. Ela era uma grande feiticeira branca. Calinha levou Melissa junto à ela. “Olá minha velha amiga, Maia! Está é minha netinha Melissa, é linda né?”, falou Vó Calinha. “Muito linda! Pele boa! De certo deve estar apaixonada!”. As duas senhoras riram, enquanto Melissa mais parecia um tomate de tão corado que ficou seu rosto. Maia parou por um instante, “Com licença minha filha”, colocando a mão sobre o ventre de Melissa. “Desculpa minha filha, mas essa criança não vai nascer”. Vó Calinha caiu aos prantos, pois isso confirmara  o que ela tinha visto. “Como não? Por que ela não pode nascer? O que eu fiz para ela não poder nascer? Como eu vou contar isso para o Giorgio? Questionava Melissa em desespero e com o rosto lavado de lágrimas. Melissa em prantos tentou sair correndo dali, mas a Vó Calinha a segurou pelo braço, “Calma minha filha, vai ficar tudo bem”. 

Melissa sentou-se num canto inconformada com aquela notícia, chorando as lágrimas que podiam ser derramadas daqueles  doces olhos. Enquanto isso, Vó Calinha falava com Maia, “faça um daqueles seus chás para que Melissa fique mais calma e esqueça um pouco do que viu aqui”. Prontamente a feiticeira branca tratou de fazer um chá, na verdade, uma porção. “Tome uma chazinho minha netinha, você precisa acalmar-se”, falou Calinha apontando um xícara de chá para Melissa. Ela, ainda chorosa, tomou aquela porção milagrosa. Em poucos minutos, conversava com aquelas duas senhoras como se nada houvesse acontecido, na verdade, não lembrava o motivo de estar ali e a impressão que tinha era apenas que havia ido junto à sua Avó fazer uma visita à velha amiga dela, Maia.

No dia em que Melissa deixaria o plano físico, ela não acordou bem. Levantou-se às 6h da manhã, muito triste, abatida e com algo que profundamente apertava seu coração. Antes de sair da cama, viu uma pequena Luz azul entrando em seu quarto. Mas parecia um vagalume, mas não era. Essa luz andou por todo quarto, e ela acompanhava com aqueles olhinhos verdes apaixonantes. Sentia-se confusa ao olhar aquela Luz, mas ao mesmo tempo uma tranquilidade vinha ao seu coração, aliviando aquele peso que sentira ao acordar. Ouviu nitidamente uma voz muito forte na sua mente. Era uma voz imponente, enérgica, porem muito amorosa que dizia: “Tornar-se-ão UM em consciência disso, passem as eras que passarem, assim o será. As dores do mundo nunca serão maiores do que o ímpeto determinado de corações missionários”. Era um Anjo, era Miguel, o príncipe Miguel e ele sabia do que falava. 

Melissa adormeceu novamente, rapidamente, após ouvir essa mensagem. Acordou 15 minutos depois, voltando a sentir aquela angustia e tristeza profunda. O Sol já havia se erguido no horizonte, já se podia ver os primeiros raios surgirem. Era uma manhã razoavelmente fria e naquele dia algo “estranho” aconteceu. A maioria dos cavalos amanheceram deitados, como se estivessem doentes. Haviam muitos cavalos, e logo pela manhã, normalmente, já ficavam agitados com os inicio dos trabalhos do dia no estábulo. Melissa já havia montado em muitos deles, desde pequenina, na companhia dos tios e tias, pai e mãe, e ela mesma. Mas naquele dia a maioria dos cavalos não levantaram, permaneciam deitados, o que não era normal naquele ambiente de trabalho, pois muito cedo os trabalhadores da fazenda já iniciavam suas movimentações o que normalmente fazia com que todos eles se agitassem. Mesmo com os funcionários da fazenda fazendo de tudo para levantá-los, era em vão, eles não se erguiam. Pareciam recusar- se serem o instrumento que levaria ao desencarne daquela linda moça. 

Dentre muitos cavalos da fazenda, apenas 3 ergueram-se e um deles era o cavalo que Melissa andaria naquele dia. Melissa não quis tomar café, estava muito abatida. Saiu do quarto e foi andar um pouco pela fazenda, com olhar profundamente distante, não parecia a mesma moça de sempre. Ela sabia e presentia o que aconteceria horas a frente…

Melissa e Giorgio estão encarnados novamente no plano físico terrano e além de sustentarem o V5, estão também fazendo uma unificação várias de Eras. Para auxiliar este movimento, um projetor de suporte fora apontado para o plano terrano e Maia, que também está encarnada, será a sustentadora deste projetor! Um Geométrico Sagrado que representa esta força foi criado. (Este que ilustra essa publicação). 

Maia é, também, a representante energética direta da frase de Miguel: “Tornar-se-ão UM em consciência disso, passem as eras que passarem, assim o será. As dores do mundo nunca serão maiores do que o ímpeto determinado de corações missionários". Maia é a primeira apoiadora direta dessa Força no plano terrano e quando passar a receber a projeção do projetor especifico, estará mais consciente disso. Sinais claros serão dados que sustentarão as verdades das informações aqui entregues, para que não haja a menor dúvida do poder desse movimento. 

É até onde Jesus me permite ver e transmitir.

Gabriel RL

MENLY, A MAGA INCOMPREENDIDA = Idade Média, tempo do Rei Artur e seus cavaleiros. Em uma das andanças de Artur, quando passava por um povoado, encontrou uma mulher sentada à beira de uma curta estrada. Ela estava de cabeça baixa, vestida com muitos panos sujos, cabelos sujos e pele queimada de Sol. Artur desceu do seu cavalo e perguntou: “Mulher, o que fazes por essas bandas sabendo que tua origem não é nem de perto esse povoado, visto que sinto emanando de ti a sabedoria dos veteranos sábios deste reino?”, ao que ela muito irritada levantou-se, olhou para ele com os olhos molhados de lagrimas e disse: “Maldito de Avalon! Bem sei quem és, o homem da espada dos Anjos! (Referindo-se a Excalibur), afaste-se de mim, pois nada sabes e nem dar-te-ei liberdade para em ousadia despir-me!” Artur, comovido com tanta dor e angustia daquela mulher, após essa afronta apenas lhe disse: “Sabes como me encontrar… eu sempre estive em seus sonhos” e de fato sim, pois Artur aparecia para ela há muito tempo em seus sonhos e quando ela o viu aproximar-se já sabia que era o homem com quem sonhara por muito tempo. 

Menly nasceu em um povoado simples, de pessoas simples mas dedicadas ao serviço do bem. Via-se constantemente com lindas borboletas pousarem em seus dedos, devido a confiança plena que sentiam em Menly.  Menly tinha algo especial, nasceu com a mediunidade muito aflorada, era médium de efeito físico, com completo controle da física. Lia pensamentos, movia objetos de lugares, e todas as noites, ou pelo menos quase todas elas, via-se objetos luminosos pairando em cima do povoado onde Menly morava. As pessoas ficavam assustadas, não fazendo ideia do que aquilo significava, até que em um dia, em uma dessas apresentações desses objetos (que nada mais eram do que naves estelares do seu comando) as pessoas saíram das suas casas assustadas, e Menly também saiu. Ela com uma imensa tranquilidade, olhou para cima, fez uns movimentos com as mãos e as naves simplesmente sumiram em disparada no horizonte. Todos olhavam para Menly, que naquela ocasião tinham uns 7 ou 8 anos - olhavam com um misto de medo, admiração e repulsa. Outras situações como essa aconteceram e Menly novamente fazia os gestos com as mãos e as naves iam embora. 

Em outra situação, um animal feroz saiu da mata nas redondezas do povoado e começou a assustar as pessoas. Enquanto todos estavam dentro de suas casas com medo dele, ela saiu de casa, foi até ele enquanto todos olhavam de suas janelas, se aproximou e ele simplesmente se curvou a ela, virando de costas em seguida e indo embora. Todos naquele povoado, definidamente disseram que aquilo não era normal, e trataram de chamarem-na de Bruxa Maligna - demostrando tamanha ingratidão e ignorância diante de um ser tão incrível como era Menly. Começaram a perseguí-la, quando ela saia de casa, e com insultos mandavam-na ir embora e levasse suas feitiçarias com ela. Ela, ainda uma criança que agora tinha seus 12 anos, não entendia já que tudo que fazia era para ajudar. Menly via-se confusa e com sentimentos que iam da raiva sutil a ira intensa, o que fazia com que grandes tremores ocorressem ali, já que ela sempre que ficava deprimida causava efeitos físicos nos ambientes. Em uma dessas situações quando estava fora de casa, uma das crianças do povoado, mais ou menos da mesma idade que ela, a viu e começou a chamá-la de Bruxa. Ela se irritou e deu um grito amaldiçoando a criança, e nesse grito uma energia jogou a criança cerca de 3 metros para trás, e quando os pais de Menly e da criança saíram ao ouvirem os gritos. A mãe da outra criança enfureceu-se e exigiu que os pais de Menly a levassem para longe dali. 

Começou então o “abaixo assinado” para afastarem Menly dali, enquanto que a mãe de Menly dizia para o pai/esposo que não levaria sua filha para longe de forma alguma. O pai de Menly era muito especial para ela, ela o amava muito, e ele a amava muito também, mas havia nele ainda traços profundos de egoísmo, medo, ira e muitos sentimentos negativos. Mesmo assim, Menly o amava profundamente e eles tinham um laço muito lindo, muito amoroso, multidimensional. Hávis era do mesmo agrupamento estelar de Menly, por isso não achava estranho aquelas manifestações mediúnicas da filha, nem tão pouco as naves pairando sobre o povoado, ele sentia naquilo algo familiar. Havia esse laço entre eles, muito mais profundo do que qualquer outra coisa já vista na Terra. Eles eram chamas-gêmeas. 

Em um dia, Hávis saiu no meio da noite, encontrou-se com a mãe daquela criança que Menly havia jogado 3 metros com o seu grito, namoraram por longas horas e ela o fez prometer que levaria sua filha para longe, e ele, embriagado naquela energia sexual, prometia tudo que ela quisesse. Nos dias que se seguiram ele ainda não havia cumprido o combinado, e ela, a mãe da outra criança, o chamou dizendo que se ele não cumprisse o combinado ela o desmoralizaria de alguma forma, pois ela sabia de coisas dele que ninguém mais sabia, como ele ter assassinado um príncipe de um povoado vizinho quando este andava à cavalo pelas redondezas. O fez com arco e flecha, pegando seus pertences, ouro e joias que ele carregava, enterrando-o ali mesmo. Hávis, no povoado, era um homem respeitado por todos, quase como um “prefeito do povoado” e seria demais para ele se soubessem disso, sua moral seria perdida e ele certamente perderia seu posto e seria expulso dali. Hamélia, mãe da criança e chantagedora dele, o obrigou a afastar a criança senão ela contaria isso e muito mais. 

O pai de Menly, à noite, enquanto ninguém via, nem mesmo a mãe dela, a pegou dormindo, colocou-a em um cavalo e a levou para muito, muito longe, cerca de uns 3 ou 4 dias de viagem. Ela sempre perguntando a onde iam e ele sempre desconversando e dizendo “Você confia no papai, não é? confie…” e ela sempre confiava. Chegando em um destino, já a noite, eles pararam, montaram barraca e ali ficaram. Quando Menly dormiu, ele pegou o cavalo, a deixou e fez o caminho de volta. Deixando ela lá. Quando ela acordou, desesperou-se à procura do pai e nada. Ela sentiu tanta dor, tanta dor que imediatamente a face dela transfigurou-se completamente. Não parecia mais uma menina de uns 12 ou 13 anos, mas uma senhora. Desde aquele dia em diante, ela não confiou mais em ninguém, nenhum ser humano era bom para ela, e ela os machucava sempre que podia, tanto fisicamente como emocionalmente. 

Em um dia específico, quando Menly já era uma mulher adulta, andando pelo povoado por onde Artur costumava passar, ela estava ali e todos que passavam por ela a xingavam, cuspiam e maldiziam, e ela os amaldiçoava e imediatamente eles ficavam doentes, com dores na barriga, cabeça, olhos, enjoos, feridas no corpo. Na noite anterior, havia novamente sonhado com Artur, e ele a pedia que fosse a um determinado lugar pois ele passaria para vê-la. Ela foi, e ele a encontrou… antes de ele chegar perto, ela duramente se questionava se estava certa de seguir um sonho, e confiar nisso, já que não confiava em nada e nem ninguém. Pensava até em ser gentil com ele quando ele chegasse, se chegasse, pensava ela, e imediatamente a dor que há anos a consumia vinha para frente e impedia de ela ter sublimes pensamentos, assim sendo, quando Artur chegou e desceu do cavalo, aconteceu o que foi dito nos primeiros parágrafos desse relato. 

Porque essa ligação de Menly com Artur? O Rei Artur é o mesmo espirito do Mestre Ascensionado El Morya, que nos tempos de Jesus foi Melchior, um dos três Reis Magos que visitaram o recém nascido menino Jesus levando presentes. Na ocasião, Melchior levou Ouro. Naquela época, Menly estava encarnada e era uma filha adotiva de Melchior, a qual o Mago tinha imenso amor, por também se tratar de um espírito do seu grupo de almas do Raio Azul. Por isso Artur tanto a queria bem, e tentava ajudá-la. Era uma nobre alma do seu agrupamento. 

Dentro do PVSE, há 3 avatares específicos que também são almas dessas mesma Mônada / grupo de almas de Menly. São eles: Cintilante, A Fada Contadora Histórias, Vanula, A Fonte de Poções e Eliar Flours, o Artista (Contatos dos Avatares: http://www.sementesdasestrelas.com.br/2016/11/pleiades-1-chamada-aos.html). Esses estão sendo chamados mais diretamente pelo Rei Artur (Manifestado energeticamente no PVSE neste momento em apoio ao Espírito de Menly, que está manifestando-se através de Zero i/Gabriel RL, onde “negociações foram iniciadas”) para criarem uma meditação e movimentações energéticas em apoio e libertação de Menly. Claro, todos os Avateres do PVSE e afins também estão sendo chamados para esse movimento. Foram citados especificamente esses 3 avatares porque eles já tiveram em algumas oportunidades encarnado junto à Menly. 

O Rei Artur (Mestre El Morya) é muito grato pelo apoio dado a ela neste momento, solicitando muito amor, carinho e compreensão para que ela possa libertar-se da mágoa, tristeza e desapontamento em relação às pessoas e à humanidade como um todo. É um lindo ser e nas suas expressões mais elevadas é um Mago da Luz poderosíssimo, tendo uma das suas expressões mais conhecidas em Sírius, onde é professor de Magnetismo e Física Quântica. 

Antes de finalizar, informo que Hamélia está encarnada atualmente no plano físico, o pai de Menly (Hávis) também, assim como a mãe de Menly. 

Menly, quando libertada, encarnará no plano físico terrano e fará parte do agrupamento PVSE. Há uma grande possibilidade de ela encarnar “dentro do PVSE”, isso ainda está sendo “discutido”. 

Agradeço imensamente as Forças da Luz por usarem-me como instrumento transmissor dessas mensagens e, assim, poder ajudar de alguma forma nos movimentos da Luz que trazem a conscientização e libertação das almas aprisionadas em suas dores, levando-as a novamente experimentarem estados empoderados de ser. NOSSO REAL ESTADO DE SER. 

Menly, meu amor e bênçãos! 

É até onde Jesus me permite ver e transmitir. 

Gabriel RL 

-VCs = Menos Vícios. 
   
MERGÓRIOS É um mago, um bruxo da Idade Média, especialista em viagens no tempo, podendo acessar várias linhas de tempo. Ele conseguiu isso após testar muitas magias. Ele viaja de um ponto a outro, tentando auxiliar em situações que ressoem com ele, tentando instruir, orientar. Ele ainda não está completamente “iluminado” devido à algumas questões internas que precisam ser resolvidas. Ele já teve muitas oportunidades de deixar este trabalho, de deixar o planeta e seguir para sua estrela de origem, mas não quis. Preferiu permanecer na Terra e dar seguimento a este seu trabalho. Ao longo da história, ele apareceu em vários lugares, instruía algumas pessoas e desaparecia, similar ao que o mestre Saint Germain costuma fazer. 

Ele veste-se com uma grande túnica de coloração marrom escuro, quase preta,  que  cobre-lhe a cabeça. Ele tem um cordão no pescoço com uma esfera de cristal Azul. Similar a uma esfera de quartzo Azul. Às vezes ele a segura, mas não sei o motivo dele fazer isso. Além de ser um especialista em viagens no tempo, ele pede para dizer que é um ótimo cozinheiro, diz saber fazer um ótimo ensopado. Ele diz que está feliz em visitar esta linha, o ano de 2018.  Mergórios tem um problema com sua autoestima. Por mais que ele seja um mago muito poderoso, ele não consegue amar-se, ele não acredita que possa ser amado, respeitado, reconhecido naquilo que faz e ele viaja pelo tempo, ajudando as pessoas, e um pouco disso, é para ser reconhecido. 

Na época, ele gostou de uma mulher, chamada Mirilin. Depois de ficar com ele algumas vezes, ela sumiu. Ela o deixou e foi embora com um cavaleiro. Ele nunca soube o que aconteceu a ela. Ela demonstrava-se muito apaixonada por ele, mas conhecendo um rapaz, uma espécie de caçador, foi-se com ele. Este foi o motivo de Mergórios começar a fazer suas porções, tentar encontra-la. Ele desejava ardentemente saber onde ela estava e este também é o motivo pelo qual ele faz as viagens no tempo. Enquanto escrevo este trecho, ele se emociona ao meu lado. O P1 solicita a todos os Avatares do PVSE e Afins para que emanem energia amorosas à Mergórios, para que ele possa saber que sim, é muito amado, muito respeitado e que sim, ele pode, a qualquer instante, ir para sua estrela de origem, que é Sírius, onde sua alma gêmea o espera. 

Foram muitos séculos, muitos séculos! Mas sua hora de estar em casa com os seus, é chegada, Mestre Mergórios! Receba toda nossa gratidão e emanações amorosas! Sua amada chama gêmea  o aguarda em Sírius! 

É até onde Jesus me permite ver e transmitir. 

MESTRADO: (MESTRE RENIY / MESTRE URY) CONSAGRAÇÕES DE MESTRE GUIA, MESTRE VOZ E MESTRE RENIY = Há milhares de anos, antes mesmo de Buda Gautama, nas regiões montanhosas do Tibete, havia um Mestre Tibetano, não conhecido na história tradicional, chamado Reny. Reny movimentava muitas energias naquele lugar, ele ancorava constantemente as energias do Sol e da Lua, do Ouro e da Prata, do Equilíbrio e Harmonia, Paz e Bem-Aventurança naquele ponto do planeta. Ele também ensinava aos aos seus discípulos a integração e a arte da comunicação com o mundo espiritual. Este mestre, conduzia as almas ao Coração de Deus com seu verbo generoso, compassivo e amável. Da mesma maneira em que guiava-as com sua voz, ele também servia como um aparelho para que essas almas, presas na erraticidade, pudessem encontrar a paz na eterna amorosidade divina. Reny ao conduzir esses seres com sua voz, estava trabalhando na força que viria a ser chamada mais tarde de Mestre Guia para estas almas. No entanto, quando cedia seu aparelho físico para a passagem destes espíritos, ele estava trabalhando na força que mais tarde foi chamada de Mestre Voz. Seus discípulos tinham a oportunidade de trabalharem juntamente a ele neste grande movimento.


Após certo tempo, o mentor de Reny chegou até ele e lhe concedeu uma consagração. Esta, unificava as duas forças, Mestre Guia e Mestre Voz numa única consagração, que inclusive, levaria seu nome. Seu mentor apenas acrescentou uma letra “ i ” em seu nome original e esta foi a nomenclatura dada a esta consagração de unificação dessas duas forças, Mestre Reniy. O mentor de Reny lhe informou que a partir daquele momento ele poderia consagrar seus discípulos em uma dessas três forças, Mestre Guia, Mestre Voz ou Mestre Reniy. Os discípulos que atuavam juntamente ao Mestre Reny, agora Mestre Reniy, recebiam as consagrações conforme o trabalho que desempenhavam de acordo com o seus planos de alma. Uns recebiam a consagração de Mestre Guia, outro de Mestre Voz e ainda outros, recebiam a consagração de Mestre Reniy. Todas estas consagrações tinham o mesmo valor, a mesma importância e a mesma grandiosidade, a diferença estava no plano de alma de cada um que ali estava, mudando apenas o tipo de consagrações que iriam receber para o trabalho que dispuseram-se em desempenhar. Em alguns casos, os discípulos poderiam receber uma consagração e após um período receber outra, não deixando necessariamente fixa o tipo de energia que trabalharia. Novamente, o que determina isso é o plano de alma do ser.

Um geométrico sagrado foi canalizado para cada uma dessas consagrações. Este logo abaixo é referente ao Mestre Guia.


A espada central representa a Luz Protetora do querido Arcanjo Miguel, assim como também, representa o Poder, a Força, a Vontade Divina, a Fé e a Ordem Divina. As duas espadas laterais, “entortadas”, representam o dissolver dessa realidade física como única e a integração com os multiplanos / multidimensões. O Sol / Estrela branca brilhante representa a Luz da sabedoria guiante que emana do coração do Mestre consagrado com esta força. Luz essa que conduz às altas esferas, ao coração sagrado de Deus Pai / Mãe, os seres que estão imensos numa aura de desconexão com sua essência amorosa e eterna. O Mestre consagrado com esta Força Cósmica é um condutor, um guia para correntes ou seres que estão em desalinho com sua essência, guiando-os de volta ao seu estado mais equilibrado e resplandecente. Ele os conduz ao Lar, para onde todos sempre retornam, por mais tempo que possam ter passado distantes.    

Este segundo Geométrico refere-se ao Mestre Voz.


O símbolo do infinito representa a multiplicidade de planos e variações frequenciais que o Mestre, consagrado com esta Força, está inserido. Representa a constante oscilação entre as realidades e feixes vibratórios que este ser experimenta durante seu dia. A seta prateada voltada para cima, representa a indicação “dos céus”, representa as Esferas de Luz, os planos mais sutis de existência. A seta dourada voltada para baixo representa o plano terrano ou os planos mais densos da existência. Repare que entre essas duas setas está o símbolo do infinito, que também representa o mestre que cederá seu aparelho físico que servirá como um portal que conduzirá seres e correntes vindas a partir da Terra em direção às Altas Esferas e também conduzirá a partir das Altas Esferas, emanações luminosas e as infinitas bençãos dos Céus, em direção à Terra, representa ainda que ele faz manifestar na Terra, a Voz desses reinos de Luz e, consequentemente, manifestando esses próprios reinos na Terra. A espada ao lado representa a proteção e todos os atributos citados acima na espada azul de Miguel, no entanto, a cor prata representa, neste caso, a energia de serenidade que este mestre carrega em seu trabalho.

Este Terceiro geométrico refere-se ao Mestre Reniy.


Como podem notar, este símbolo representa a unificações dessas duas Forças Cósmicas numa única consagração. O ser que a possui, desenvolve o trabalho nas duas frentes citadas anteriormente. 

Em suma, o Mestre Voz é um ser hiper-intuitivo que capta as energias enviadas a partir dos reinos celestes e as multiplica no plano terrano. O Mestre Guia capta essas energias e as divide para serem entregues. O Mestre Voz traz os blocos intuitivos dos céus e o Mestre Guia os lineariza de forma que fiquem compreensíveis àqueles que os absorverão. 

Mestre Reniy, como foi chamado após ser consagrado por seu mentor de nome Úgra, é um grande mestre siriano que veio à Terra há milhares de anos com o seu agrupamento. Osho faz parte deste agrupamento siriano. Reniy, ainda no Tibete, teve muitos discípulos e ele estava consciente que seus ensinamentos e ancoramentos daquelas energias reverberariam por éons à frente daquela época. Este é o caso, alguns de seus discípulos estão encarnados neste momento, a exemplo de Zero i, que na época chamava-se mestre Ury. Ury pertencia a um dos vários grupo de discípulos assistidos por aquele Mestre, ele foi o primeiro do seu agrupamento a receber a Consagração de Mestre Reniy em seus campos, entregue diretamente por aquele que emprestou seu nome a esta Consagração.

As Forças da Luz orientaram o querido Gabriel a entregar esta benção à humanidade, ele sairá pela superfície do planeta consagrando aqueles que estiverem em sintonia para recebê-la. Ele também será orientado a respeito de quando e como o fará. Uma grande oportunidade para isso será no VI Encontro Sementes das Estrelas e algum outro evento onde ele se desloque e seja orientado para o fazer. 

Aqueles que, a princípio, sintam-se atraídos por algumas das consagrações, não há problema algum já ir sintonizando com a força e no dia que se encontrar pessoalmente com o Gabriel, em algum evento de consagração, basta dizer a ele com qual força sintonizou e ele o consagrará e/ou dirá que sua energia de Trabalho não é mais aquela, mas uma das outras duas. De qualquer forma, já podem ir sintonizando-se. Podem também fazer um quadro com o símbolo que mais tocou você, por na sua parede de escritório / trabalho, quarto, ou onde sentir que deva, assim como, imprimir o símbolo e leva-lo na carteira, ou colocar de fundo no celular. Use a criatividade. Olhar para ele todos os dias ao acordar também seria bem indicado. 

A partir do momento em que Gabriel RL entrega a consagração, estando ele na radiação / presença do Mestre Reniy, ou mesmo você sintonizando-se com alguma das três energias / símbolos, imediatamente você começará a receber uma projeção de Luz que irá ampliar gradativamente aquela energia em você. Caso você tenha sintonizado-se com a energia do Mestre Voz, por exemplo, e em um dia, ao encontrar-se com o Gabriel RL e relatar a ele que você sintonizou-se com esta energia e ele o disser que não é mais aquela que está mais atuante em você, significa que seu campo de atuação agora é diferente, e não há nada errado. Luz é sempre Luz!

Mestres, todas as consagrações entregues pelas Forças da Luz, como por exemplo os Símbolos GeométricosCosmobiografiasCantos Celestes e Emissões, essas que serão trazidas em breve linear, são ferramentas quânticas que são somadas ao nossos campos e nos auxiliam em tudo aquilo que estejamos envolvidos aqui na Terra. Nos auxilia a montar o “quebra-cabeças” desta realidade e nos impulsiona a sermos emissários das Forças da Luz, conscientes e atuantes como protagonistas no iluminar do planeta e de nós mesmos. As Forças da Luz estão entregando à humanidade mais esta consagração, mais este presente dos Céus, que está sendo possível chegar à superfície planetária graças a dedicação inviolável de muitos Trabalhadores e Guerreiros da Luz. Grandes movimentações são feitas nos bastidores para que Forças como essas possam ser entregues à humanidade, uma troca sempre é realizada e para que isso ocorra, alguns Trabalhadores e Guerreiros da Luz, missionários conscientes, colocam-se como aqueles que “pagarão o preço” para que o movimento ocorra.

Gratidão por assumirem seus poderes conscientemente e atuarem como protagonistas aqui! 

Gratidão por suas intenções sempre positivas!

É até onde Jesus me permite ver e transmitir.

Gabriel RL

Obs.: Papéis de Parede para Celular com os Geométricos foram feitos e estão disponíveis para download no link abaixo:


MiD = Como se "Minions in Distress" – asseclas estressados, perturbados, inquietos, em iminente perigo.... Os capangas dos chefes negativos, ou algo assim. 


MIDUNUS = É um Guerreiro da Luz por natureza, de polaridade magnética masculina. Em muitas das suas encarnações no Plano Terrano foi conhecido por ter a força de dez (10) homens. Em sua roupagem, Midunus mede em torno de quatro (4) metros de altura, é muito forte e de olhar penetrante. Normalmente "veste-se" como guerreiro. Seus olhos mais parecem duas bolas de fogo e possui uma espada dourada onde simplesmente as forças das trevas se curvam, em honra à força desse poderoso Guerreiro da Luz. Em uma determinada ocasião, quando descia aos vales negros, ouviu entidades trevosas em saudações "Salve Midunus, o guerreiro!" - em profundo respeito a este magnífico ser. 

Assistiu ao desenvolvimento pleiadiano e ajudou a acabar com algumas guerras galácticas. Esteve em Andrômeda e tem, pode-se dizer, um lar específico na Constelação de Lira. Originalmente, veio de uma raça onde ainda não está completamente iluminada, mas afastou-se de lá há milhares de anos, conectando-se à Fonte Suprema. Hoje tem a missão de ajudar aqueles da sua raça a se erguerem na Luz. Integrou novos dons na antiga Atlântida e Mu. 


Foi iniciado em vários ritos sagrados nas suas várias encarnações na Terra, onde atraiu para si a energia da Cura, que é naturalmente irradiada com sua presença. O misto de Guerreiro com Curador forma a poção perfeita para iluminação de todos aqueles que o rodeiam. Tem conexão direta com os Portais Tibetanos, assim como os Mestres Curadores e Magnetizadores. 


Encarnou várias vezes no Plano Terrano, e em uma delas foi um conhecido general da história Terrana, (não me informaram o nome do General). Encarnou também entre os grandes faraós, muitas vezes sendo da guarda de segurança e servo de maior confiança. Em uma dessas encarnações, esteve junto a Tutankamon, como sendo um dos seus protetores. Na ocasião, conheceu aquele conhecido pelas forças do Plêiades 1 como Vithor, o Anjo de Mikhael. Quando faraó, foi um dos pioneiros do processo de mumificação, desejando ardentemente ser Eterno. Estudava esses mistérios da vida além da morte do corpo e, muitas vezes, participou de rituais para conseguir isso. Adquiriu profundo respeito daquele conhecido como Anúbis. Encarnou também com aspecto feminino quando, em uma de tais ocasiões, foi uma conhecida Madre Superiora Católica, na Itália. Esteve também entre aquelas conhecidas como Clarissas, cujo líder era Clara de Assis. 


Aprendeu Magia Branca em suas muitas encarnações no Antigo Egito e a capacidade de extrair das ervas a energia de Cura. É também um curandeiro por natureza. 


Quando nas grandes batalhas galácticas, muitas vezes foi visto ao lado do querido ser conhecido dos Terranos como Ashtar Sheran. Sempre esteve ao lado dele, nas muitas missões pelo cosmos. Muitas vezes, liderou o exército de Guerreiros da Luz dentro de espaços sombrios na busca de resgate de almas engolidas pela escuridão anti-amor. Nisso, também adquiriu grande habilidade, tanto de entrar como de sair, de ambientes sombrios, podendo facilmente ir aos "buracos" mais profundos das trevas e voltar ileso e sem nenhuma mácula. 


Em qualquer invocação que faça, imediatamente é ouvido pelo seu exército, que está em volta da Terra, em Honra e Guarda, à sua missão Terrana. É infinitamente assistido por Anúbis, Osíris e Isis, assim como Mestres Ascensionados, especialmente Djwhal Khul, podendo invocá-los a todo instante. A querida Kuan Yin tem profundo carinho por Midunus, pelo fato de, em uma determinada ocasião, em um determinado tempo... ela e um grupo de seres (acredito que encarnado, ao menos o que vejo agora é um ambiente físico...) estavam como se correndo perigo, quando ela, Kuan Yin, invocou as Forças Protetoras de Luz e foi imediatamente atendida pelo Exército de Midunus. 


Está sendo chamado pelo Plêiades 1 ao equilíbrio entre duas forças - Autoridade e Cura - para ir aos planos astrais inferiores e, com voz altiva, proferir palavras de cura. É um líder nato e curador por excelência. Sendo chamado a invocar as forças de Anúbis, Osíris, Isis, Djwhal Khul e Kuan Yin à superfície Terrana a fim de trazer equilíbrio espiritual e consciência a todos habitantes do plano físico Terrano, que a vida continua fora da matéria. Chamada e ancorar em solo Italiano todas essas forças e plantar o Pilar de Luz dentro da Basílica de São Pedro. 


É até onde Jesus me permitiu ver...  


MIKANU-AVUL (Ou MIVU), O MEDIADOR = É um ser de um sistema de mundos verdes. É especialista em medicina e alimentação através das energias mais sutis. Conhece cada propriedade das plantas e frutos, sabe cuidar muito bem dos sistemas físicos, dando sempre vitalidade através das poções que faz usando o que a natureza tem a oferecer. Em um dos mundos verdes dos inúmeros mundos do seu sistema, também é um sábio orientador e mediador. Em sua civilização, quando existiam conflitos, era chamado para que, através da sua sabedoria, ouvisse as partes envolvidas e achasse ali a melhor solução. Muitas vezes usou as energias extraídas da natureza local e alimentou as partes com elas, a fim de tranquilizar seus sistemas e voltá-los ao equilíbrio. 


É um ser amoroso por natureza. A raça em si costuma ter de três a quatro metros de altura e são portadores da energia da alegria. Alegria do tipo de cair no chão, de tanto rir de felicidade. Costumam ter "surtos" de tanta alegria e caem as gargalhadas. Essas energias que geram são usadas em prol daqueles sofredores e que ainda não encontraram essa linda energia alegre. 


Possuem gigantescas naves mãe e todas elas, como se fossem imensas cidades amplamente arborizadas e cheias de frutos de todas as espécies. Muitos dos frutos encontrados no plano Terrano, vieram desse sistema de mundos verdes. Ele é muito respeitado tanto no aglomerado de mundos como nas naves-mãe que frequenta. Quando em uma das suas roupagens mais sutis, trabalha como um lindo guardião no Exército Mariano (Frota da Mãe Maria). 


Em suas muitas vidas na Terra esteve ao lado de grandes filósofos, tais como Pitágoras. 


Está sendo chamado pelo Plêiades 1 para ancorar completamente nos planos astrais e na superfície Terrana a energia do equilíbrio, levando harmonia àqueles em conflitos. Chamado a lançar o seu olhar nos grandes tribunais de justiça, levando a sua radiação para que ali haja uma harmonização, e que o melhor aconteça. Sendo chamado a absorver a energia da natureza, plantas e frutos e criar poções de Luz e lançá-las em todos os lugares, no físico e planos astrais, onde houverem almas carentes de nutrição amorosa. A sua alegria é necessária nos vales negros onde há dor e tristeza. 


Quando desce a esses vales, usa um lindo macacão verde claro com tons brancos, estendido por todo corpo, até o pescoço. Uma linda capa esverdeada transparente pode ser vista nas suas costas e nos seus pulsos duas pulseiras finas de energias brancas. Quando ele bate essas duas pulseiras uma na outra, juntando os dois pulsos, abre-se um portal verde, por onde ele leva as almas que aceitaram a sua alegria, conselhos e a energia que irá nutri-los, até que eles possam gerar energias por si só. Possui lindos olhos grandes e verdes, com uma esmeralda na testa que o conecta a todo momento com o aglomerado verde. 


Tem forte ligação com a amada Mãe Maria, podendo chamá-la sempre que desejar. Mikhael e Rafael (Arcanjos) estão constantemente alimentando-o com poderosas energias, podendo-os chamar também entrar em suas sintonias. 


É um mestre curador, mediador e alimentador magnético por natureza.


É até onde Jesus me permitiu ver.


MINAJI = Grupo de seres positivos interdimensionais que têm corpos físicos materializados na Terra. (Não estão, propriamente, dizendo “encarnados”, mas usam a forma que for apropriada para o momento). Estão sempre assistindo às grandes movimentações de bastidores, a fim de orientar e instruir para o bem, ajudando no desenvolvimento da humanidade como raça espiritualizada e expressiva em Amor. Normalmente, atuam nas seguintes áreas: Japão, Coreia do Sul e do Norte, China e Taiwan, onde mantêm suas bases secretas, e também nas montanhas as quais não estou autorizado a citar aqui. Quando eles estão nas formas humanas são tão belos, que mais parecem feitos de porcelana, de pele e aparência, de um modo geral, tão perfeita!!! Esses seres podem, como foi dito, assumir a forma física que quiserem, assim como ir para qualquer parte do Sistema Solar em seus próprios Merkabas. Obviamente, somente pessoas em quem confiam muito, eles permitem participar de suas reuniões nas montanhas, e quando algum humano "comum" desconfia que eles sejam "diferentes", com um olhar, eles conseguem, rapidamente, fazer o humano mudar o pensamento. É uma forma de proteção. Quando algum humano "por acaso" está se aproximando de uma das entradas de suas bases nas montanhas, eles o intuem para que mude o caminho. Eles não confiam muito no instinto humano. Apenas algumas pessoas na Terra tiveram contato pessoal com eles, de maneira a saber quem eles eram. Uma delas foi a conhecida Madre Tereza de Calcutá. Kuan Yin, Confúcio, Lanto, Jesus, Maria Madalena, e claro, alguns humanos de coração muito puro e ético tiveram a oportunidade de um contato com eles e receberem conscientemente suas orientações. Eles podem curar algumas doenças  apenas com um toque. São seres realmente muito belos e estão se colocando à disposição dos agrupamentos PVSE na intensiva de desmantelamento da Base Misuk. O nome "Grupo Minaji" foi um pedido deles, em especial, por criar uma determinada vibração a qual possibilita maior sintonia deles com os humanos. Também ajudar na ativação do terceiro olho e no desenvolvimento ético-moral humano. Eles desejam muito uma interação com os seres humanos, mas não confiam completamente ainda, e pedem que todos que estejam lendo essas informações, que orem por um mundo ético e cheio de Amor. Eles dizem: "Será um prazer para nós podermos olhar em seus olhos e ver a Luz Moral da sua verdadeira natureza angelical. Por séculos e séculos estivemos observando vocês, seres humanos, e desejando que vocês despertem para a unidade amorosa, - essa que dissipará qualquer desvio moral de suas personalidades - e assim, possibilitar a comunicação física com pessoas como nós. E claro, assim, reconhecerem-se como são: iguais a nós. Até lá, resta mantermo-nos em oculto para evitar os desequilíbrios que causam a idolatria. Aproximamo-nos e nos mostramos apenas para aqueles que se veem como nós os vemos. Assim, confiamos que ali temos um aliado, não um fã. Nosso amor e apajak (reverência)."

MN = Militares Negativos e/ou agências secretas ou não secretas que dão suporte aos anti-amor.  

MINERVA = https://pt.wikipedia.org/wiki/Minerva

MOMENTUM = Ponto de Força. Concentração de Força. Quando você tiver bons sonhos, diga "MOMENTUM"; esta palavra sustenta as boas irradiações que ainda estão em sua aura. E, da mesma forma, use-a quando alguma coisa boa lhe acontecer.  Nessa mensagem do Ashtar também fala sobre MOMENTUM: http://www.sementesdasestrelas.com.br/2018/01/ashtar-os-programas-de-alma-do-cosmico.html 


MOMUL = Mobilidade Multiplano. 

MOMUL FRAGILIZADA. CÓDIGO 9 PRESENTE = Neva em sobrecarga precisando descansar para conseguir continuar. 

MÓRFICOS = A teoria dos Campos Mórficos do biólogo Rupert Sheldrake.

“Os campos morfogenéticos ou campos mórficos são campos que levam informações, não energia, e são utilizáveis através do espaço e do tempo sem perda alguma de intensidade depois de ter sido criado. Eles são campos não físicos que exercem influência sobre sistemas que apresentam algum tipo de organização inerente.”

“[…] centrada em como as coisas tomam formas ou padrões de organização. Deste modo cobre a formação das galáxias, átomos, cristais, moléculas, plantas, animais, células, sociedades. Cobre todas as coisas que têm formas e padrões, estruturas ou propriedades auto organizativas.”

Em outras palavras, imaginem um lar com uma família que está tendo seu primeiro filho. Os pais, muito dedicados e amorosos, ensinam seu filho a andar, a falar, a se alimentar, etc. Ensinam tudo que precisam ensinar a sua criança. Esta aprende a andar com 12 meses de nascida. Aprende a balbuciar as primeiras palavras logo após aprender a andar e as demais tarefas seguem o aprendizado das demais. Poucos anos após o primeiro filho, mais um pequeno chega a casa. No entanto, este aprende a andar com 11 meses, aprende a falar ainda antes de andar e conclui o aprendizado das demais lições mais rápido que seu irmão mais velho. Mas o que houve de diferente, se ambos tiveram o mesmo aprendizado? Os lugares eram os mesmos, as lições eram as mesmas. O primeiro filho assume, nesse caso, o papel de pioneiro naquele aprendizado ali naquela casa. O segundo filho chegou em um ambiente onde todas aquelas lições foram dadas e aprendidas e ele capta este campo para ele. O segundo filho aprenderá mais facilmente as lições pois já havia um campo mórfico ou morfogenético para aquele padrão. 

Você pode ver este padrão se repetindo em muitas outras configurações. Ex.:  Numa casa onde as pessoas são muito felizes, unidas, regozijam-se constantemente e em determinado instante a vendem, os novos moradores que comprarem a casa sentirão e serão envolvidos por aquele campo mórfico até que produzam o seu próprio padrão, pois este campo pode ser constantemente alterado por um novo padrão. 

Imaginem um povo que viveu em guerra por centenas de anos e então resolve assinar um acordo de paz com seus vizinhos. O ambiente mórfico de guerra ainda fica entre aquele povo e seus habitantes continuarão em "estado de guerra” em todos os assuntos do seu cotidiano. No entanto, este campo pode ser mudado quando novos padrões são instalados ali. Quando atos de paz, de serenidade, de amorosidade são realizados no lugar de atos de violência o campo muda e a nova configuração assume. 

Os campos mórficos são registrados na grade do planeta e nosso trabalho é reconfigurar, reescrever a grade planetária com todos os atributos amorosos de uma consciência Crística. 

MOVIMENTO EGAZAR = https://www.sementesdasestrelas.com.br/2018/10/o-mago-egazar-o-reencontro-04102018.html

MUNDO A.XX2-** =  É um planeta de 4ª Dimensão, de cor verde. Fica próximo à Constelação  Ursa Maior. Fica próximo também ao mundo da Cintilante, A Fada Contadora de Histórias, que está indo lá para fazer uma plantação das sementes das virtudes:  encorajamento,  determinação,  confiança,  perseverança e fé. Ela faz a plantação no coração daquele povo, especialmente das crianças, através da contação de suas histórias, para que nunca desistam e acreditem sempre na Luz. 


MUSGOS = Entidades plasmáticas completamente adormecidas em vícios e padrões mentais repetitivos. São como gelatinas escuras e com tons esverdeados/lodo e ficam agarradas em muitos ambientes, astrais/físicos. Alguns nem têm mais consciência de individualidade, apenas vegetam na negatividade e padrões mentais negativos repetitivos. Alguns se assemelham aos, pelo seu padrão mental, Elítrios/Ovóides.


Demais termos usados nas mensagens do Plêiades 1, são intuitivamente compreendidos pela mente linear, dispensando, assim, maiores explicações aqui. 


--------------------------------------------------------------------

Espero que, de alguma maneira, eu tenha conseguido trazer  elucidações sobre as mensagens da série "UMA RÁPIDA NOTA SOBRE A SITUAÇÃO" - dos nossos amigos de energia esférica Plêiades 1.

PARA ACOMPANHAR AS MENSAGENS "UMA RÁPIDA NOTA SOBRE A SITUAÇÃO", DO PLÊIADES 1, CLIQUE AQUI.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

IMPORTANTE: Antes de finalizar essa exposição, é oportuno explicar que já obtive anteriormente a informação sobre a existência das “esferas de consciência”. Durante o curso que canalizei, “Iniciação/Curso: A Caminho da Multidimensionalidade – tomando consciência das realidades paralelas”, El Morya, o Mestre inspirador desse curso, coloca o aluno em meditação e o conduz ao encontro com essas esferas de consciência, comprovando, dessa forma, a veracidade da informação. Isso está gravado no CD do curso, no ponto 00:30:00 a 00:31:20 do contador. Eis abaixo a transcrição do excerto:

“... o Amor pulsa em seu coração. Rapidamente você é levado a um espaço, um espaço único que não tem limites, que não tem paredes, que não tem teto, que emite apenas, uma radiação branca intensa. E, nesse espaço, você consegue observar outras luzes iguais a você, outras consciências. E, para facilitar o seu entendimento, são esferas como sóis, iguais a você. Não físicas. Apenas energia. São milhares delas!... Milhares de consciências. Bilhões de consciências. Trilhões de consciências!... Ao infinito. E você, completamente em paz, sentindo todo Amor que faz parte do teu ser. Você se unifica a todas elas. Vocês agora, são apenas UMA CONSCIÊNCIA!...” 

AGRADECIMENTOS

A Candido Pedro Jorge e a Pablo Felini, integrantes da minha amada equipe Sementes das Estrelas, pela elaboração prévia dos TERMOS E EXPRESSÕES UTILIZADAS pelo Plêiades 1.

A Tânia Zanelatto de Campos e Solange Yabushita pela revisão textual.

A Davi Aguiar, pela colaboração nas pesquisas.

A Luís Fernando Rostworowski pela produção do vídeo exemplo.

Em amor, bênçãos e Luz,

Gabriel RL (Um pouco mais sobre mim, CLIQUE AQUI)

ENUNCIADOS DO PLÊIADES 1 x FATOS CLIQUE AQUI

INFORMAÇÕES E GLOSSÁRIO ESPECÍFICO, EM INGLÊS, CLIQUE AQUI

INFORMATIONS AND ESPECIFIC GLOSSARY, IN ENGLISH, CLICK HERE